21
jun 2017

Viajando grávida

viajando grávida Acho que esse foi um dos assuntos que mais me perguntaram em todas as viagens que eu fiz durante essa gravidez. Como era a minha relação gravidez x viagem, como eu lidei com isso, como eu fiz para viajar, se foi desconfortável… foram tantas perguntas que eu resolvi reunir isso em um post para contar pra vocês.

Agora, estou com 35 semanas, quase 8 meses e durante esse tempo eu fiz 3 viagens internacionais e 4 viagens nacionais. Então, acho que posso falar um pouquinho sobre como foi a minha experiência de viajar grávida, certo!?

A primeira viagem que eu fiz estando grávida foi para Búzios. Eu ainda não tinha contado para ninguém, estava com 9 semanas mais ou menos e estava super receosa de ir pois era uma viagem de amigos, bebedeira e pra Búzios (no verão), um lugar que estava cheio de mosquitos e aquele terror da zika. Conversei com o meu médico e ele falou para eu me entupir de repelente e ir tranquila. Foi ótimo e eu não me arrependo nem um pouco de ter ido. Na época ainda ficava muito cansada e com muito sono, então, o meu maior problema era esse, disfarçar a gravidez e não demonstrar minha exaustão.

viajando grávida A segunda viagem foi para Cuba, mas nessa ai fomos com a família e todo mundo já sabia. Foi ótimo não precisar disfarçar nada. Eu já estava com 11 semanas, prestes a fazer 12. A terceira viagem foi para o sítio do meu pai. Eu estava com 12 semanas de gravidez mas ainda não tinha contado para a familia toda pois estava aguardando o resultado de um exame. Foi difícil não beber um vinho a noite e conseguir disfarçar, ou pior, segurar a lingua do meu pai que estava doido para contar para o mundo que Victoria estava chegando. Mas deu certo…

A quarta viagem foi uma grande mudança de planos gerada pela gravidez. Eu e o Alexandre planejamos passar o Carnaval na Ásia, mas com a descoberta da gravidez, mudamos os planos e resolvemos fazer uma viagem mais “tranquila” pela Europa. Fomos para Islândia, Inglaterra, Escócia e Irlanda. Foi uma viagem longa de 3 semanas. Eu estava com 17 semanas quando fui e voltei com 20 semanas. A quinta viagem foi para Teresópolis para o aniversário de uma amiga. Foi tranquilo também. Quando as outras pessoas já sabem, fica bem mais tranquilo. Depois, com 26 semanas, fui para Bento Gonçalves para o casamento de uma amiga querida e logo que voltei, já com 27 embarquei para Miami para fazer o enxoval da Victoria.

O que eu achei

No geral achei beeeem tranquilo viajar grávida. Como vocês sabem, não tive nenhuma complicação, tive uma gravidez ótima, sem enjoos, sem dores, sem desconfortos… então, realmente não vi nenhum problema nessas viagens.

viajando grávida Escolher bons destinos para a viagem quando se está grávida é bem importante, principalmente se você está de férias ou se está querendo descansar. Ter mudado a Ásia pela Europa foi a melhor escolha que poderíamos ter feito pra gente, naquele momento. Conseguimos fazer uma viagem mais tranquila, sem precisar pegar mil vôos, com tempo para descansar, curtir os hotéis, passear…

Se numa próxima gravidez eu estiver tão bem quanto estava nessa, não mudaria em nada meu esquema de viagens. Nos adaptamos muito bem. Mudamos o ritmo da viagem para que eu pudesse acompanhar dentro do meu novo ritmo, fizemos viagens mais calmas (coisa que não é o meu perfil), descansamos… funcionou perfeitamente.

viajando grávida O que eu fiz de diferente do meu usual

Quando se viaja grávida, você começa a pensar em várias coisas que não pensa normalmente. Então tive algumas precauções que acho que são super válidas para quem vai viajar grávida:

  • Consulta com o obstetra sempre antes das viagens.
  • Lista de medicamentos permitidos para levar caso sejam necessários.
  • Autorização médica para viajar. (Levei em todas as viagens que fiz de avião, inclusive a primeira).
  • Seguro de viagem que tenha ótima cobertura para grávidas (fechei com a Real mesmo e deu tudo certo).
  • Usar meias de compressão até a barriga em todos os vôos. TODOS. (também usei desde o primeiro vôo).
  • Informar em todas as situações possíveis que eu estava grávida. Não só pelas prioridades e mimos, mas pelo conforto também. Por exemplo, na volta de Miami a companhia aérea não conseguiu me dar um lugar com espaço maior para as pernas, mas fecharam uma fileira de 3 lugares para mim e para o Alexandre. Voltei deitada, esparramada, dormindo feito um neném. Foi ótimo!
  • Estar em contato com meu obstetra pelo whats para qualquer emergência. Graças a Deus não precisei de nada, e ele teve sossego em todas as minhas viagens! ehehhehe
  • Andar de tênis (principalmente na viagem de Miami) para ficar mais confortável. E esse é um hábito que não tenho, então, foi ótimo pra mim.
  • Massagem. Sempre que tinha a oportunidade fazia uma massagem e foi ótimo, principalmente mais pro final quando já estava começando a ficar mais inchada.

viajando grávida O que eu mudaria

Talvez a minha alimentação nas viagens. Não por nada referente a saúde ou a gravidez em si, mas meio que chutei completamente o balde em todas as viagens e obviamente engodei mais do que eu gostaria/deveria.

Fora isso, acho que consegui fazer tudo como deveria, atendendo as minhas necessidades, o novo ritmo do meu corpo, da gravidez. O Alexandre acompanhou super bem e entendeu em todos os momentos em que eu precisava pegar mais leve, ir com mais calma, voltar pro hotel/casa para descansar… então, acho que foi ótimo. Não mudaria nada.

Enfim, foi assim que eu lidei com a minha gravidez durante essas viagens que eu fiz. E vocês? Viajaram grávida? Como lidaram com isso? Como o corpo de vocês reagiu? Tem alguma dica infalível? Deixa aqui nos comentários…