Finalmente voltei aqui para falar sobre um assunto que, com certeza, é a realização do sonho de muitas noivas: o vestido. A minha história com vestido de noiva começou em 2008 (bem antes de eu ficar noiva de fato!). Estava em um salão fazendo as unhas quando vi um vestido de noiva maravilhoso. Não pensei duas vezes, pedi a dona do salão para arrancar aquela folha da revista e guardei… guardei até 2013 quando fiquei noiva e revi pela primeira vez, desde 2008, o vestido dos meus sonhos.coisas que amamos vestido de noiva nathalia tosto carol hungria 1Quando vi a foto não tive dúvidas de que era ele mesmo. Cheguei a visitar algumas lojas de vestidos de noiva para experimentar modelos diversos e ver como ficavam no meu corpo, mas o tal vestido de 2008 não saia da minha cabeça. Não achei nada pronto que realmente me agradasse, então, não pensei duas vezes e corri na Carol Hungria com meu vestido recortado pedindo que ela criasse algo parecido pra mim.

Sai de lá tão feliz e satisfeita com o desenho do meu vestido que consegui entender aquela coisa de chorar quando você acha o seu “vestido ideal”. Eu não cheguei a chorar, mas tive certeza de que aquele era o modelo perfeito para mim.coisas que amamos diário de noiva vestido carol hungria nathalia tosto 1Desse momento em diante foram vááááárias provas (acho que fiz umas 5 ou 6) e, a cada prova, via o vestido melhorando e se tornando realidade. Tirando o dia da entrega, em que você vê o vestido completamente pronto, o dia que mais me marcou foi o dia em que eu vi toda a renda aplicada nele. Fiquei realmente encantada e foi nessa hora que eu me apaixonei completamente pelo meu vestido.

coisas que amamos diário de noiva vestido carol hungria nathalia tosto 2A partir daí foi tudo correndo bem até o momento em que eu experimentei a primeira alça que eu tinha escolhido. ODIEI! Falei pra Carol que eu não tinha gostado do modelo que eu mesma tinha escolhido e sem pestanejar, ela e a equipe incrível dela, começaram a fazer vários modelos de alça para eu escolher. Saí de lá nesse dia (e em vários outros) sem conseguir escolher como seria a alça/manga do meu vestido.

No final das contas acabei escolhendo a alça de pérolas por “insistência” da Carol que não parava de dizer o quanto ia ficar lindo. Só acreditei, de verdade, no dia da entrega quando eu vi tudo pronto e morri de amores. Foi a alça mais linda que eu poderia ter no meu vestido. Fiquei completamente apaixonada mesmo. Não parava de olhar e estava me achando a ryqueza em forma de noiva! hahahahahah

coisas que amamos diário de noiva vestido carol hungria nathalia tosto 3A minha experiência de mandar fazer um vestido foi perfeita. É difícil pra quem (como eu) tem dificuldade de imaginar as coisas prontas, mas valeu muito a pena. Eu amei! Amei de verdade! E claro, que tenho que agradecer MUITO a Carol Hungria e a toda sua equipe (beijos especial pra Ana e pras Marias) que conseguiram transformar meu sonho em realidade! <3 #muitoamor

Fotos: Mommy e Gal Oliveira

coisas que amamos o vestido de casamento ideal dos sonhos1

Acho que toda noiva sonha com o dia em que vai estar no altar, linda, vestida de noiva, casando com o seu príncipe encantando. Certo? Pois é, para essa cena incrível acontecer temos que fazer muitas coisas, mas sem dúvidas a que mais mexe com a gente é a busca pelo “vestido ideal“. Sempre ouvi as pessoas dizerem que na hora que você colocar O vestido você vai saber que aquele é o seu vestido, vai se emocionar, vai chorar…

Pois é, a minha dica para vocês é: não se iludam! hahahahaha Sem querer ser corta tesão, mas Fiquei exatos 8 meses procurando o meu vestido perfeito. Fui a quase todas as lojas do Rio que vendem vestidos prontos (em algumas fui mais de uma vez!) e nada de ficar emocionada ou de amar algum vestido. Nesse meio tempo também fui a algumas estilistas que conheço e confio no trabalho. Pra mim foi fácil, pois desde agosto de 2008 sei como vai ser o vestido do meu casamento. Talvez por isso eu não tenha me encantado por nenhum. Já tinha o meu vestido dos sonhos na cabeça.

Pra vocês entenderem como a coisa funcionou pra mim… em 2008 estava no salão quando me deparei com a foto de um vestido maravilhoso. Achei tão lindo que arranquei a página da revista e levei pra casa. Antes que alguém pergunte, não, eu não estava noiva em 2008 e não sonhava em casar tão cedo. Mas aquele vestido chamou muito a minha atenção então resolvi guardar. Esse ano, quando fiquei noiva, resolvi resgatar aquela página de revista para ver se o tal vestido ainda era a minha cara. E pra minha surpresa, cinco anos depois, cá estou eu, completamente apaixonada pelo meu vestido to be.

Então, de março para cá, tenho ido a lojas e a estilistas com a minha mãe e tenho experimentado diversos modelos, inclusive uns que eu sempre achei que não eram o meu perfil, apenas para saber como eles vestem no corpo. Acho essa fase super importante. Inclusive mudei um pouco de opinião sobre a saia do vestido pois a que eu queria, infelizmente, não vestia bem em mim. Então optei por uma saia que fica melhor no meu corpo (alô 1,57m).

Resumindo: essa semana, finalmente, fechei o meu vestido. Estou MUITO animada e feliz com a minha decisão de mandar fazer o vestido. Ficou em um preço que eu considero razoável e pagável, vai ser exatamente do jeito que eu quero e vou poder curtir esse momento várias vezes, dado que vou no atelier fazer várias provas até a data do casamento. Estou muito satisfeita. E vocês? Como foi a experiência “vestido de casamento” de vocês?