img_5581-1Está vindo visitar a cidade maravilhosa, quer conhecer o centro mas não faz ideia de qual caminho seguir e o que visitar? Fique tranquilo! Eu preparei um roteiro com todos os detalhes, tudo super preparadinho, tim tim por tim tim para você aproveitar ao máximo o seu dia no cidade. Coloque seu calçado mais confortável e prepare-se para conhecer o centro do Rio.

  • MAM: Comece seu passeio pelo Museu de Arte Moderna. Veja quais as exposições do dia ou do mês e essa será a sua primeira parada. Só fique atento aos horário de visitação, o museu não abre todos os dias da semana. Site aqui.
  • Theatro Municipal: Siga caminhando até o Teatro Municipal. Nesse momento, recomendo aquela foto tradicional na frente e deixar para conhecer o interior em outro momento após assistir a um dos lindos espetáculos. Site aqui.
  • Museu Nacional de Belas Artes: Se você gosta de museus essa será a sua próxima parada. Mas prepare-se pois ainda temos muitos outros museus pela frente. Ah! A Biblioteca Nacional fica bem ai do lado e tem uma fachada bem bonita que vale a foto! Site aqui.
  • Igreja Nossa Senhora do Monte do Carmo: Também é conhecida como Antiga Sé, pois ela já foi a Catedral da cidade na época em que o Rio a capital do país. Ela é cheia de história para contar e o tour dela é super bacana e vale muito a pena. Se você for durante a semana ligue para agendar e se for no sábado o tour rola das 9h às 12h.
  • CCBB: Mais um museu, um dos mais clássicos do Rio. É no Centro Cultural Banco do Brasil que acontencem algumas das melhores exposições. Entre para ver o que está rolando e para conhecer o espaço, você vai gostar. Site aqui.

img_6322

  • Igreja da Candelária: Essa é uma das maiores igrejas do Rio e fica bem no seu caminho. Ela é lindíssima, toda trabalhada, cheia de ouro… faça sua visita, suas orações e vamos para a próxima parada.
  • Pira Olímpica: As olimpíadas acabaram, mas a pira continua por ali (apagada, mas continua). Vale a pena ir até lá para ver o local que ficava a tocha, caminhar pelo novo calçadão que foi aberto na região e para mudar de ares. Agora, você vai caminhar pela beira mar.
  • Museu do Amanhã: Você acaba de chegar no mais novo e moderno museu do Rio. Um lugar lindo que vale a visita não só pelas exposições, mas também pela paisagem incrível que você vai ver por aqui. Site aqui.
  • MAR: O Museu de Arte do Rio fica bem em frente ao Museu do Amanhã. No alto dele você vai ter uma ótima vista da paisagem local e claro, das muitas exposições que estão por ali. Aproveite que o seu passeio está acabando para tomar um drink no restaurante do rooftop do Museu. Site aqui.

img_6357

  • Boulevard Olímpico: Outro legado das Olímpiadas que agitou essa região. É nesse local que você encontra os painéis do artista plástico Kobra e por lá também acontecem diversos eventos. Vá caminhando até o final para chegar na sua última parada.
  • AquaRio: O primeiro e novo aquário da cidade fica no final do Boulevard Olímpico. Veja aqui o horário de funcionamento e como você pode comprar seu ingresso e ir com a sua visita já organizada.

Você pode finalizar a sua visita pegando o VLT até o aeroporto Santos Dumond para de lá pegar o transporte para onde você quiser ou descer na estação carioca e seguir de metrô para seu próximo destino.

Gostou do seu dia conhecendo o Centro do Rio? Espero que sim e que esse post tenha te ajudado a aproveitar ainda melhor a cidade maravilhosa. Já falei por aqui sobre onde se hospedar na cidade,  restaurantes com vista e outros programas imperdíveis na cidade. São dois posts que eu considero imperdíveis para quem está conhecendo o Rio. Se quiser outras dicas e sugestões, é só clicar aqui.

comissão booking hotel minicomissão real seguro minicomissão rentcars carro mini

Já que o Guia de comer e beber bem do Leblon fez tanto sucesso, resolvi repetir a dose com o bairro vizinha: a charmosa Ipanema. Assim como no outro guia, separei os restaurantes pro preço/fama e estilo. Os vermelhinhos são os mais caros e chiques, os amarelinhos mais acessíveis e os verdinhos bares e de comida mais baratinha. Como em qualquer lugar do mundo, muitos lugares abrem e fecham com o tempo então, esse mapa reflete os dias de hoje e aqueles lugares mais tradicionais. Vamos lá? Bon Apetit!

coisas que amamos comendo bem em ipanem yummy tip onde comer ipanema rio

Vermelhas:

14. Vieira Souto: Já até falei dele por aqui. Um italiano incrivelmente delicioso que fica localizado em um casarão na beira do mar de Ipanema. Além da localização privilegiada, a comida é especialmente gostosa. Excelente opção para quem quer um italiano gostoso (e caro!).

16. Grand Cru: O loja de vinhos, que recentemente descobri que também é restaurante, é uma otima opção para quem quer um jantar mais intimista. O cardápio não é muito extenso mas os pratos são ótimos. Vale a visita.

17. Capricciosa: A famosa pizzaria também tem sua filial em ipanema, e ela fica na esquina da Barão da Torre com a Vinicius de Morais. Se você quer encontrar famosos e comer uma pizza gostosa no bairro esse é o seu lugar.

19. Restô: Esse é um restaurante que surgiu há pouco tempo em Ipanema e já faz muito sucesso. Comida gostosa, drinks despojados e muita fila para quem quiser experimentar o que o Restô oferece.

21: Zazá Bistrô: É sem dúvidas o que tem a decoração mais fofa e a comida mais “saudável”. Eles procuram sempre usar alimentos orgânicos e inspiram seus pratos em viagens pelo mundo todo.

22. Cavist: A loja de vinhos cresceu e virou um excelente restaurante. Em seu terracinho super agradável você tinha a vista para  praça Nossa Senhora da Paz (hoje vê a obra do metrô), ainda assim, é um dos melhores restaurantes do bairro. Pra quem gosta de harmonizar a comida com bons vinhos não há melhor opção.

23. 00: A famosa boate da Gávea abriu sua filial em versão restaurante em Ipanema. Um cardápio enxuto mas com boas opções. Ótima pedida para um pós praia mais refinadinho.

28. Manekineko: Japonês super tradicional aqui no Rio. Tem sua versão no Leblon e no Centro também. Ótimo pra quem não come japonês mas quer agradar os amigos que amam, pois também tem mil opções pros não adeptos da comida crua.

29. Le vin: O francês vindo de SP é amor a primeira mordida. Sabe o lugar onde tudo é delicioso? Então… é aqui. O pão da entrada, as carnes, as sobremesas e claro, os vinhos que acompanham essa orgia gastronômica.

30. Alessandro e Frederico: Italianinho basicão. Tem bastante opção, inclusive de lanches/sanduiches e fica no bafafá da Garcia D´Avila. Comida boa e preço médio/alto.

31. Via Sete: Amo esse restaurante. Eles tem um palmito na brasa que é um escândalo. Além disso, são super preocupados com o meio ambiente. Excelente pedida para quem gosta de burgers e também para os vegetarianos, pois eles tem uma infinidade de opções para os adeptos.

32. Nik Sushi: Já teve seus tempos áureos, mas acho que ainda faz sucesso dado que sempre tem fila na porta. Não como japonês, mas sempre ouvi dizer que era um bom restaurante. Fica a dica.

33. Bazaar: Resturante gostoso e intimista com comida boa e cara. Ótimo para quem quer comprar molhos e caldas doces. Os produtos da casa são deliciosos. Não deixem de pedir os pães com azeites temperados.

34. Rizzo: A casa de Risotos que abriu recentemente já é um sucesso. Os pratos são bem elaborados e muito gostosos. Não deixem de experimentar o queijo com trufas da entrada, é de lamber os beiços.

35. Gero: Italianão super famoso. Já foi eleito um dos restaurantes mais caros do Rio. Hoje, já perdeu o posto para o Eça, que fica no centro. A comida é boa mas os pratos são pequenos pelo preço cobrado.

coisas que amamos comendo bem em ipanem yummy tip onde comer ipanema rio 2

36. Esplanada Grill: A churrascaria dos ricos e famosos. Se você quer comer boa carne, pagar caro e não ver povão esse é o seu lugar. Ah! Cuidado porque eles não permitem a entrada de chinelo. O próprio Luciano Huck já foi barrado por isso.

37. Forneria: Adoro as pizzas daí. Também é uma boa pedida pós praia para um almoço mais chiquezinho. Os drinks com vinhos são a especialidade da casa, assim como as coisas assadas no forno. Peça o hamburguer fechado de forno, é imenso e maravilhoso.

43. Osteria Del´Angolo: Nunca fui nesse restaurante, mas já ouvi maravilhas, inclusive de Claude Troigros que é frequentador da casa. Me parece um ambiente mais antigo e um restaurante para pessoas mais velhas.

44. Anna: Ótima opção. Preços justos, comida farta e ambiente super agradável. Dos três da familia (ver abaixo) é o mais jovem deles. O único inconveniente é ter que pagar com dinheiro ou cheque apenas.

45. Artigiano: Assim como o Anna e o Pomodorino abaixo, tem como especialidade a culinária italiana. Apesar de ser um restaurante tradicional e antigo tem um cardápio super gostoso e um atendimento ótimo. Também só aceita pagamento em dinheiro ou cheque.

46. Pomodorino: Mesmo esquema desses ai em cima. Comida italiana, gostosa com preço ok. Pagamento somente em cheque ou dinheiro.

S/N. Salitre: Esse também é uma loja de vinhos que expandiu para um restaurante. Tem um ambiente gostoso, comida boa e ótima carta de vinhos. E sabe o que mais? Fez parte do Eat in Rio esse ano. Eeee!

Amarelas

1. Astor: A filiar do bar paulistano é sucesso garantido, especialmente nos fins de tarde. Além dos drinks deliciosos e da melhor vista do bairro, os belisquetes são ótimos. Não deixem de experimentar o de bife a milanesa. É sensacional.

2. Felicce: A sorveteria que virou restaurante é uma boa opção para quem quer um almoço gostoso e diferente na região. Sem falar na sobremesa, que é a especialidade da casa. O lugar é pequeno então se não quiser ficar na fila vai ter que procurar horários alternativos.

3. Fazendola: Um clássico da Praça General Osório. Restaurante a kilo super gostosinho, que começou sendo meio natureba e perdeu esse ar quando ficou famoso pelos rodízios de pizza de 3a feira.

4. Frontera: Rede de restaurante a kilo com comida bem brasileira. Boa opção para quem quer um almoço rápido e prático.

13. Opium: O asiático do hotel Ipanema Plaza é sucesso quando a pedida é japonês. Não há quem não goste. Se você não gosta de muvuca e restaurante cheio, esse é pra você.

18. DRI: A lanchonete/loja de sanduiches recem aberta na Vinícius é interessante para os que apreciam sopas, omeletes e pães variados. Ótima para um café da manhã ou um brunch.

24. Stravaganzze: Pizzaria super gostosinha que fica bem na divisa entre Ipanema e Lagoa. Se tiverem a oportunidade peçam a pizza que tem azeite trufado, aspargos e ovos poché é de comer rezando.

26. Japonês do Everest: Esse lugar já foi sucesso no passado, não sei se continua bom, mas era famoso pela saborosa e barata comida japonesa.

39. Balada Mix: A casa de sucos cresceu e virou um restaurante natural super gostoso. Essa filial em especial é ótima tanto pelo atendimento quanto pelo ambiente super agradável.

41. Tiger: Um japonês/oriental antiiiiiigo

42. Gula Gula: A filial mais charmosa do restaurante tipicamente carioca fica aqui. A salada de batata frita é a mais pedida, e na minha opinião é ótima pra quem finge que está de dieta. Se você não estiver mesmo, se jogue no paillard com fetuccine é maravilhoso também.

47. Venga: Bar espanhol super gostoso. É pequenino e a especialidade são as tapas (comidinhas). Amo os bolinhos de jamón e o huevo louco. Super valem a pedida.

48. Alessandro e Frederico Pizza: Assim como o irmão mais velho, oferece muitas coisas no cardápios, mas sua especialidade são as pizzas. Essas tem o preço acessível… já o resto…

coisas que amamos comendo bem em ipanem yummy tip onde comer ipanema rio 3

Verdes

5. Belmonte: Assim como no Leblon, Ipanema também tem seu Belmonte. Point para quem aperitivos caprichados e ótimos chopps. Se você quer almoçar uma boa comida com preço honesto, esse também é o lugar. Experimente o bobó de camarão… é tão bom que dá água na boca só de lembrar.

6. Naturebinha: Não sei o nome desse lugar, mas é um pé sujinho que vende somente comida natureba. Mas não se engane pelas aparências, o lugar é gostosinho e bem barato.

7. Vezpa: Pizzaria vapt-vupt. Você escolhe o número de fatias e come na hora. Não é das mais baratas, mas é uma opção interessante

8. Rota 66: Mexicano tradicional do Rio. Além das comidas típicas peça o frozen litrão é a alegria da mesa.

9. Galitos Grill: Restaurante e comida simples e saborosa. O carro-chefe é o galetinho, como não poderia deixar de ser. Boa opção para quem quer gastar pouco  no pós-praia.

10. Cafeína: Outra boa opção para café da manhã e lanche na região. Se você prefere almoçar ou jantar, eles também tem pratos e sopas.

11. Si Señor: Outro mexicano, esse menos tradicional que o outro. Não sou muito fã da comida daqui, mas as bebidas são ótimas.

12. Devassa: Bar super famoso aqui no Rio pelo seus vários tipos de chopp. Acho que esse é mesmo o forte da casa, mas se quiser comer um docinho peça uma Gulosa, tenho certeza que você não vai se arrepender.

15. Barzin: Bar super badalado de Ipanema. Com donos famosos, a casa vive lotada nos finais de semana é point de famosos. No último andar tem uma “mini boate” pros que quiserem requebrar.

20. Padaria de Ipanema: A mais tradicional do bairro. Ótimo lugar para lanchar (pagando caro para uma padaria), mas aqui vale a pedida do Patê do Guy e dos frios que eles cortam na hora finíssimos.

25. Bar Lagoa: Barzinho antiiigo e super tradicional. Os comes e bebes são ótimos, exatamente o oposto do atendimento que conta com garçon antigos e mal humorados. Ainda assim vale a visita, afinal, é quase um ponto turístico.

25. Polis Sucos: Uma das poucas casas de sucos de Ipanema. Fica lotada de famosos e paparazzis. Os sucos são a melhor pedida, mas um filé com queijo para matar aquela fome repentina também vai bem.

38. Devassa: Mais um em Ipanema. Sim, temos dois por aqui. Escolha o mais conveniente para você e pronto!

40. Fontes: Naturebinha gostoso onde você monta seu prato de acordo com o seu gosto e paga por porção pedida. Fica dentro da galeria do Estação Ipanema e durante a semana lota com os executivos que vão almoçar por lá.

Além desses tem também o Delirio Tropical, Fasano Al Mare, Azul Marinho, Mio, Itahy, La Mole, Banana Jack, Shenanigans, Garota de Ipanema… Agora é só escolher o que se adequa mais ao seu bolso e ao seu programa e pronto!

Não gostou dos restaurantes de Ipa e quer comer no Leblon? Veja as sugestões aqui.
Vai pra Ipanema e não sabe onde se hospedar? Clica aqui.

Taí um post que eu sempre quis fazer mas nunca tive tempo. Dessa vez sentei na cadeira e só levantei quando eu consegui acabar. Todo mundo sabe que o Leblon é um bairro lotaaaado de restaurantes maravilhosos, e claro, com opções para todos os gostos e bolsos. Dos mais famosos, aos tradicionais pé de chinelo, tem pra todo mundo. Selecionei meus preferidos (e os preferidos da maioria) e separei mais ou menos por preço e estilo pra vocês.

coisas que amamos dicas de onde comer bem no Leblon rio de janeiro turismo

As bolinhas vermelhas são os restaurantes mais caros e famosos. Você come muitíssimo bem neles, mas para isso, tem que desembolsar uma graninha maior. Já as bolinhas amarelas, são os restaurantes mais despojados e acessíveis. E as bolinhas verdes, os bares, casas de suco e pé-sujinho que fazem sucesso no bairro preferido de Manoel Carlos. Ah! Quem preferir comer em shopping, as duas bolas maiores rosas são os shoppings Leblon e Rio Design Leblon. Vamos lá?! Detalhei cada um deles para vocês. Espero que gostem!

Vermelhas:

3 – Bottega del Vino: Excelente para os amantes de vinho. Além de uma carta incrível, eles tem vários vinhos super especiais em taça para você provar vários.

4 – Minimok: Esse japa não é dos mais caros, mas como eu não curto japa acabo achando caro pro meu bolso. Quem gosta de japa, ama o daí.

7 – Quadrucci: Nem precisa de apresentações né? É um dos meus preferidos da Dias Ferreira. Não deixem de experimentar o gnochi de funghi com azeite trufado. É de comer rezando.

8 – Zuka: Super famosinho também. Tudo de frutos do mar ai é incrível. Amo os camarões com risoto de limão siciliano!

15 – Antiquarios: Super tradicional no bairro. Excelente lugar para comer super bem e ver algumas celebridades.

18 – Sushi Leblon: Pra ver e ser visto. É um dos japas mais famosos do Rio e fica lotaaaado com muita fila na porta.

19 – Manekineko: O único japa que eu vou. Acho que é porque tem muita opção de não japonês. A comida é deliciosa.

22 – Sawasdee: Tailandês badaladinho da Dias Ferreira. Eu não curto muito esse tipo de comida, mas ele é um dos preferidos de quem curte.

23 – CT Boucherie: O restaurante de carnes do Claude Troigros. Adoro. A carne vem sempre perfeita e os acompanhamentos (que são liberados) deliciosos.

24 – Giuseppe Grill: Outro de carne super famoso. Excelente opção pra quem quer uma churrascaria mais chique. Peça o creme de milho, é divino.

26 – Bar D´Hotel: No 2º andar do Hotel Marina All Suites. Super romântico e com uma comidinha maravilhosa! Faça reserva e peça uma mesa na janela. É um charme.

coisas que amamos dicas de onde comer bem no Leblon rio de janeiro turismo2

Amarelas:

1 – Gula Gula: Um clássico do Rio. Esse é um dos mais novinhos da região e uma boa opção para quem quer uma saladinha pós praia.

2 – Santa Satisfação: Imagina comida boa de casa. É isso que você come lá. Comidinha de vovó.

5 – La Mole: Já teve seu auge, mas ainda é uma boa opção para quem quer se esbaldar no melhor couvert do Rio.

6 – Celeiro: Restaurante a quilo, natureba, das celebridades. Caaaro pra restaurante a quilo light, mas gostoso.

9 – Brigitte: Um dos mais novos da Dias Ferreira, já chegou arrebatando o coração dos cariocas. Além de uma boa comida, tem drinks ótimos.

10 – La Cigale: Restaurante a quilo menos famoso, mas não menos gostoso. A noite funciona a la carte e tem pratos bem saborosos.

14 – Prima Bruschetteria: Amo de paixão. Além das bruschettas deliciosas, sou fã do risoto de cogumelos com farofinha de pão. Ah! O vinho branco da casa é show!

16 – Fratelli: Italianão super tradicional. Dificilmente você vai ver gente jovem comendo (por opção) ai. Mas eu curto a comida.

17 – Juice & Co: O lugar preferido de Grazi e Cauã no bairro. O forte são os sucos maravilhosos. A comida é ok.

21 – Q Bar: Bar com gente bonita e boa gastronomia. Fui poucas vezes, mas gostei de todas. O único problema é que ele é micro então fica sempre lotado.

25 – Fellini: Comida a quilo mais gourmetzinha. Ótima opção para o dia a dia.

27 – Vizta: Restaurante do Marina. Tem um café da manhã de cair o queixo, sem falar na vista linda para a praia né?!

28 – Bar da Praia: Outro lugar para ver e ser visto. Lota nos finais de semana e é uma ótima opção para um happy hour com os amigos.

29 – Filé do Lira: Amor maior. Eu, Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert amamos. Encontro com eles quase todo final de semana lá. Peça o medalhão do lira e volte rolando para casa.

30 – Casa do Alemão: O tradicional ponto turístico da estrada agora na cidade. Adoro os croquetes de carne e o kassler com salada de batata. Yummy!

33 – Degrau: Um dos restaurantes mais antigos do bairro, você só vai ver gente mais velha comendo ai. Mas eu te desafio a achar no bairro um pastel tão bom quanto esse.

35 – Le Coin: Segue o mesmo estilo do Degrau, mas o que me encanta ai é a torta alemã. E olha que eu nem como doce hein!

36 – Pizza Al Taglio: Pizza quadrada de-li-ci-o-sa. Uma pizza dá tranquilamente para umas 6 pessoas comerem bem. E o preço é ótimo!

37 – Le Bon: Adoro esse bistrozinho que fica dentro da galeria da Loungerie, mas não sei o nome. Bom pra comer durante a semana.

coisas que amamos dicas de onde comer bem no Leblon rio de janeiro turismo3

Verdes:

11 – Pizzaria Guanabara: Pizzaria mais famosa do Rio. Ótimo point para tomar um chopp pós night. Já a pizza… eu passo!

12 – Diagonal: Outro bar famosinho das redondezas, as besteirinhas de bar são bem boas por ai. Experimente os bolinhos e depois me conte.

13 – BB Lanches: Melhor lugar para matar aquela bebedeira. O guaraná natural, os sanduíches e os pastéis são incríveis. Aliás, um dos melhores combos mata ressaca ever.

20 – Belmonte: Meu preferido pós praia. Vou quase todo final de semana e não dispenso as empadinhas maravilhosas, em especial as abertas. Se joga!

31 – Bibi: Casa de sucos mais arrumadinha. Amo os crepes e a salada múltipla escolha deles. São ótimas pedidas para um fds mais light.

33 – Big Polis: Minha casa de sucos favorita. Amo o filé com queijo e a salada de galinha. Sandubões que são mais do que uma boa refeição.

34 – Bar do Bacana: Do mesmo dono do Belmonte, ou seja, as empadas são excelentes. Mas a comidinha também é gostosa. Fica lotado sempre.

Ufa! Acho que agora ninguém mais fica perdido na hora de escolher um restaurante no bairro né?! Além desses que eu citei, tem MUITOS outros que eu curto, por exemplo: Via 7, Chez L´ami Martin, Jobi, Stuzzi, Veloso, Frontera, Academia da Cachaça, Bar do Lado, Garcia e Rodrigues, Nam Thai e muito outros. Citei alguns porque falar todos aqui é missão impossível né?! Acho que esse guia vai ajudar vocês na busca pelo restaurante perfeito.

Programa de turista. Quem nunca fez um que atire a primeira pedra. Eu não posso negar: a-do-ro! E esse tinha um gostinho ainda mais especial pra mim: minha paixão por mortadela. Sim, sou pobre e amo um pão com mortadela (se tiver requeijão então eu piro! hahahaha). Esse final de semana, finalmente, fui conhecer o tão famoso Mercado Municipal Paulistano. Sabia que a atração principal de lá era o tal sanduiche de mortadela e os pastéis. Então eu fui com foco nisso e não pensava em outra coisa.

Dei uma andadinha pra lá, outra pra cá, mas meu foco era definitivamente o lanche. Depois de conversar com algumas pessoas que já tinham ido, fui na barraca de pastel mais recomendado do lá, o Hocca. Escolhi um de carne e o namo um de camarão. Eles estavam divinos e eram imensos. Cada pastel tem quase a altura de duas latinhas de refrigerante gente! Os preço são honestos e começam em R$5, podendo chegar até R$15 (o de bacalhau).

Andamos mais um pouco, vimos frutas exóticas (uma delas tem gosto de leite condensado!), queijos, vinhos, massas, bacalhau pra todos os lados, algumas cervejas importadas… até que resolvemos conhecer o andar de cima do Mercadão para sentar e comer o tão esperado sanduíche de mortadela. Lá em cima estava bem cheio. Muita gente, mesas lotadas e um cheiro de comida boa que deixava qualquer um com muita água na boca e uma vontade ainda maior de sentar para comer. Consegui uma mesa no Mortadela Brasil e me joguei no sanduba. Dessa vez rachei com o namo porque era coisa demais pra mim. E que delicia hein! Para os sanduíches, os preços começam em R$10 e vão aumentando de acordo com o que você quer que tenha dentro do seu pão.

O lugar é uma ótima opção pra quem quer comprar temperos, queijos ou ainda pra quem está andando pela 25 de março e resolver almoçar por alí mesmo. O Mercadão tem vários bares/restarantes no andar de cima, que oferecem lanches (como os famosos sandíches) e refeições completas como pratos tipicamente brasileiros e chinese food. Os mais famosos são: Bar do Mané, Hocco e Mortadela Brasil. Quem for de carro pode ficar despreocupado, lá tem estacionamento e nas redondezas também.

Mercado Municipal Paulistano
Rua da Cantareira, 306 – próximo à Rua 25 de Março e ao Parque Dom Pedro II
www.mercadomunicipal.com.br