09
out 2017

O Quarto da Victoria

(Porta de maternidade, que virou o enfeite da porta do quarto!)

SENTA QUE LÁ VEM FOTO (E DAS LINDAS!)

Finalmente estou postando um dos itens mais pedidos por vocês lá pelo stories e pelo insta: o quartinho da Vic. Por hora, resolvi postar aqui as fotos e, em breve, vou fazer um tour pelo quarto em video pra vocês

O quarto que hoje é da Vic, antes era um quarto de hóspedes/entulho, aqui de casa. Não usávamos ele para quase nada. Mas sabíamos quando mudamos para cá que um dia, esse quarto seria o quarto do bebê. Tanto que quando fizemos obra no apartamento nem cogitamos mexer lá pois o dia que o baby viesse, ai sim, faríamos o quartinho dos nossos sonhos.

Bom, acho importante contar um pouquinho de como tudo começou pra vocês… Eu e o Alexandre, não queríamos um quarto totalmente mulherzinha, bebezinha, rosinha demais, mas ao mesmo tempo, queríamos um quartinho feminino e que pudesse ser adaptado bem para uma criança, quando chegasse a hora. Procurei muito na internet, peguei um milhão de referencias, mas estava com muita dificuldade de montar alguma coisa na minha cabeça. Até que vi esse post aqui no site da Constance Zanh. Páh! Me apáixonei de cara e resolvi fazer igual.

O design do quarto é da Karen Pisacane, ela fez pra filha dela. Eu apenas copiei e colei aqui em casa. Claro que coloquei algumas coisas do meu gosto, mudei um pouquinho aqui e ali, mas o grosso foi inspirado totalmente no design dela.

Móveis: Intercasa
Armário, prateleira e nicho de casinhas: Marceneiro
Cortina: Zara Home
Enxoval de berço e cama, trocador e varal de corações: Atelier Pachouly
Almofada de corações: Elo7
Poltrona: Acervo Pessoal
Papel de Parede: Bobinex
Cesto de Brinquedos: Teddy to Love
Luminária de Nuvens: Elo7
Kit Higiene: Elo7
Vestidinho: Upiá
Bichinhos de trico: Yarn Handmade e Intercasa
Prateleira de livros: Tok Stok
Victoria: Amarelindo
Malinha: Mimoo Toys
Ursinho: Trousseau Petit

Basicamente foi assim que ficou o quarto da minha baby girl. Sou suspeita para falar porque AMO muito o quarto dela e fiquei totalmente satisfeita com o resultado final. Achei que ficou lindo e atendeu exatamente ao que a gente queria.

Essa é uma foto do quarto na prática, com brinquedos coloridos que não combinam com nada, com o móbile, com a roupinha pendurada no berço, o lightbox com a frase antiga de uma foto em homenagem ao aniversário do vovô, o cueiro no trocador… A Nanda fez essa foto enquanto eu trocava a fralda da Vic e eu nem vi. O legal é mostrar pra vocês que o quarto é lindo, mas ao longo dos dias, vamos fazendo ele ficar funcional também, mesmo que pra isso ele fique mais “descombinado”.

Gostaram do meu quartinho pessoal?

Fotos: Nanda Castelo Fotografia

Um pouco antes de engravidar assumo que já vinha olhando perfis de decoração infantil, roupinhas e coisas do tipo. Sou virginiana e o fato de ser super organizada me permite fazer essas coisas com certa antecedência e “licença poética” para não parecer maluca (o mesmo aconteceu com o casamento! hahahaha). Então, assim que descobri que era menina e tive o aval para começar a organizar tudo do quarto, não pensei duas vezes e coloquei a mão na massa.

Cheguei a orçar alguns arquitetos para me ajudarem, mas acabei optando por fazer sozinha mesmo. Além de economizar, achei que eu daria conta do recado dado que eu quarto que eu estava planejando não era tão difícil de fazer e eu podia realmente me inspirar na internet.

Foi exatamente assim que eu fiz. Achei um quarto na internet que eu me apaixonei perdidamente. Foi amor a primeira vista e de lá pra cá eu estou fazendo TUDO sozinha. Sozinha com o Alexandre, claro, mas sem a ajuda de profissionais. E sabe de uma coisa… so far, so good. Está tudo funcionando muito bem. Por isso, vim aqui dar umas dicas para vocês que pretendem fazer o quartinho do seu bebê sozinhas também.

Inspire-se: Ache um estilo, uma foto, uma paleta de cores ou alguma coisa que sirva de inspiração para você. Isso é fundamental para que o quarto não vire um carnaval e você consiga seguir uma linha de pensamento e decoração coerente. Os sites de decoração infantil, o instagram e o Pinterest são ótimas fontes para essa sua pesquisa. Eu sigo vários perfis pra ter ideias e me inspirar e acho super válido.

Estude: Você quer uma coisa diferenciada? Quer seguir uma linha de “criação”/decoração no quarto? Então leia muito sobre isso e estude o assunto. Por exemplo, hoje é muito fácil encontrar diversas informações sobre o quartinho Montessoriano. Mas se você não quer esse tipo de quarto para o seu filho, então, leia sobre como você quer montar, o que faz questão que tenha no quarto, se curte feng shui procure saber como aplicar, se tem um quartinho pequeno veja como aproveitar melhor os espaços…

Escute o relato de outras mães: Veja o que realmente é importante ter no quarto. Pergunte, tire dúvidas, fale sobre produtos e marcas, veja se aquela cadeira linda de amamentação com encosto baixo vale realmente a pena, se o trocador dentro do armário é uma boa ideia, se é importante colocar ou não blackout no quarto… Parecem coisas bobas, mas você não é a primeira mãe no mundo. Suas amigas que já são mães já passaram por isso, já se deslumbraram com a decoração do primeiro filho e certamente já compraram coisas úteis e coisas inúteis para os quartos dos seus filhos. Elas vão poder ajudar.

Faça um projeto: Ideias na cabeça? Hora de colocar em prática. Tire todas as medidas do quarto (tamanho das paredes, alturas, janela, armários…) e anote tudo. É disso que você vai precisar na hora de encomendar os móveis e começar a decorar tudo. Tem alguns sites como o Floorplanner em que você consegue montar o seu projeto online. Esse é o site que eu estou usando e tem sido uma mão na roda pra mim. Com ele a gente consegue visualizar a disposição dos móveis, ver se cabem da forma como a gente imaginou, se as distâncias são boas e ainda consegue ver tudo em 3D depois. Bem legal.

Pesquise: Algumas lojas te ajudam a montar um projeto, outras apenas te vendem os móveis, algumas outras conseguem fazer tudo sob medida… nessa hora você tem que pesquisar e ver o que é bom pra você. Compare preços, pesquise modelos, medidas e veja o que funciona para você. Hoje existem modelos de berço que viram cama, outros que são tudo em um (o famoso berção, que já vem com trocador, berço e cama auxiliar), outros que viram casinha e escrivaninha. Ah! Aproveitem as promoções de início e meio de ano, em geral os preços caem bastante e vale super a pena.

Não deixe para última hora: Sei que no início é tudo novidade e a gente fica atordoado com tantas funções e atividades relacionadas a gravidez e ao bebê. Mas acredite, não deixe para resolver tudo na última hora. No final, você já vai estar mais cansada, com barrigão, pés inchados, disposição quase zero… além disso, muitas dessas lojas levam quase 2 meses para entregar os móveis, ou seja, você vai precisar calcular esse tempo de entrega na hora de pensar na organização de tudo. Sem falar que você não vai querer ficar nos 45 do segundo tempo tendo que se estressar com loja de móveis, marceneiro, papel de parede e coisas do tipo né?! Lembre-se de sempre calcular um pequeno atraso em todos os serviços que você contratar, afinal, nunca se sabe o que pode acontecer.

Hora de decorar: O “grosso” já está decidido? Móveis comprados, armário escolhido, papel de parede aplicado?! É hora de brincar de casinha e começar a decorar de fato. Siga a dica da paleta de cores para não deixar que o quarto vire um carnaval. Pesquise itens bacanas na internet, em sites de decoração e em revistas, isso vai te ajudar a ter ideias e se inspirar. Se o quartinho tem um tema, melhor ainda. Sites como Elo7 e Etsy tem muitos objetos fofos e exclusivos de decoração. Se você preferir, existem shopping especializados em crianças e bebes com muitas lojas que também vendem essas coisas.

Faxina geral: Depois de tudo montado e pronto, faça uma faxina daquelas super pesadas no quarto. Dentro dos armários, paredes, teto, luminárias, cortinas, janelas, ar condicionado e tudo mais que possa ter algum tipo de contaminação. Afinal, um bebezinho quase indefeso está chegando para morar nesse ambiente e toda limpeza e cuidado é pouco.

Pronto, agora acho que vocês estão super prontos para receber esse baby que vem por ai. Pessoalmente, estou achando bem mais fácil e prazeroso do que eu imaginava. Estou curtindo muito montar o quartinho, escolher pessoalmente item por item para colocar lá e começar a ver tudo se realizando. Não fiz um quarto de cinema e honestamente, nem era essa minha intenção, fiz um quarto simples, mas que está ficando exatamente como eu queria. Estou adorando o resultado e estou muito satisfeita comigo mesma e com a minha habilidade de ser “wanna be arquiteta e design de interiores” hahahaha.