Há alguns anos tenho cultivado o vício hábito de viajar no final do ano, entre Natal e Reveillon. Então, consegui reunir alguns destinos bem bacanas para quem quer passar a virada fora do Brasil, e claro, algumas dicas para cada um desses casos.

Sei que falar sobre reveillon em agosto pode parecer precoce, mas acreditem, não é! Se você pretende viajar pra curtir essa data, pode começar a pensar no seu destino e organizar sua viagem.

Mas antes de começar a falar sobre isso, acho importante esclarecer uma coisa… cada país tem uma cultura diferente, por isso, as festas e comemorações são bem diferentes umas das outras. Nem sempre as pessoas se vestem de branco, a comida não precisa ser super específica, nem todo mundo pula onda ou joga lentilha pro alto… O primeiro passo para um bom reveillon fora do Brasil é entender que cada lugar é diferente do outro e isso faz da virada tão especial. Sabendo disso, você já está preparado para curtir muito a sua viagem da virada.

Paris | 2011

Sabe um sonho antigo, Paris no reveillon era isso pra mim. Sempre quis conhecer a cidade luz na virada do ano. O frio não me importava, os dias cinzas e curtos também não. Eu queria ver uma Champs Elisee lotada de gente, explodindo em fogos, com muito champagne francesa estourando… #fail. Paris no reveillon não é nada disso gente. hahahaha Eu amei minha virada, não entendam mal, mas não teve absolutamente nada disso que eu falei. As ruas fecham e lotam, mas não tem queima de fogos nem na Champs Elisee nem em nenhum lugar próximo (pelo menos não teve no ano que eu fui) e as bebidas alcoólicas são proibidas na rua. E acreditem, eu ate levei uma garrafa de champagne e consegui beber um pouquinho burlando a regra e a blitz de policiais que estavam revistando todo mundo. Comecei minha virada na rua e terminei em uma festa super bacana do Buddha Bar. Valeu a pena!
(Na Champs Elysee um pouco antes da virada!)

Las Vegas | 2012

Depois de não conseguir tudo que eu imaginava em Paris, resolvi experimentar Vegas, a cidade que nunca dorme. Aqui, assim como em Paris, não vi queima de fogos e pra falar a verdade, nem sei se tem/teve, acho que sim. Apesar da Strip fechar para os carros e os pedestres tomarem conta, fica meio muvucado demais, por isso, optamos por ir para uma festa em uma boate. Foi divertido, afinal, estavamos em Vegas baby! A maior dica aqui é: avalie as opções e compre seu ingresso da festa de reveillon com muita antecedência. Eles esgotam rápido e ficam cada vez mais caros. Se você não é do tipo party rock, não se preocupe, Vegas também oferece opções mais calmas, como jantares deliciosos em seus muitos restaurantes.

(Na boate Pure… um pouco antes da meia noite e um pouco depois de vários drinks! hahaha)

Veja o post completo aqui.

Punta Cana | 2013

Quer coisa melhor do que passar a virada do ano de frente para aquele mar azul lindo de morrer? Em Punta Cana é assim. Fui em família e optamos por ficar na festa do nosso hotel. Como era de se esperar, uma festa simples e sem muito luxo, porém com um jantar delicioso, fogos e animação. Para os mais jovens e animados (not me!), tinham outras opções como curtir as festas e shows em outros hotéis como o Hard Rock, por exemplo. No meio da noite, nós acabamos saindo da festa do nosso hotel e indo pela areia para a festa do Paradisus, nosso hotel vizinho, que estava suuuper animada. Esse esquema reveillon na praia é maravilhoso né? Sempre uma boa opção para quem quer aproveitar a viagem da virada para relaxar.

(Não achei fotos da noite do reveillon… por algum motivo que devo agradecer a Deus! hahah)

Veja o post completo aqui.

Porto | 2014

Acho que já deu pra perceber que eu curto muito viajar no Reveillon nem que seja para curtir um friozinho né?! Primeiro Paris, depois Vegas e agora Porto, em Portugal. A virada do ano no Porto me lembrou muito Copacabana. Passamos a virada de fato na praça principal da cidade, onde há uma grande concentração de pessoas, queima de fogos, shows… bem muvuca e ao mesmo tempo bem legal. Diferente de todos os outros reveillons que já passei fora do Brasil. Um pouco depois da meia noite e meia, fomos caminhando para a beira do Douro, onde estava acontecendo uma festa de reveillon. Compramos os ingressos um dia antes, no próprio lugar da festa e foi ótimo. Boa bebida, gente bacana (de todas as idades), musica animada… Valeu super a pena!

(Na festa de reveillon que fomos em um casarão na margem do Douro)

Veja o post completo aqui.

Varadero | 2016

O reveillon em Varadero foi bem similar ao reveillon de Punta Cana. Sabe aquela festona de hotel, com comida internacional e música latina? Então… Enquanto no Brasil temos o costume de passar a virada com o pé na areia e pulando ondas, por lá, eles organizaram uma super festa na beira da piscina. Não teve queima de fogos, mas teve DJ, show, banda, contagem regressiva… foi super animado. Para os que gostam de música latina, a noite deve ter sido perfeita. Para a gente terminou cedo pois voltamos para o Brasil no dia seguinte e queríamos acordar cedo para aproveitar um pouco mais da praia antes de partir. Ainda assim curti bastante. A dica aqui é reservar com a maior antecedência possível a sua ceia do reveillon em um dos restaurantes que o hotel oferece, assim, garante um bom jantar num horário que seja bacana para você. (Como tem muitos europeus por lá, eles costumam fazer um jantar às 18h30 e outro às 20h30).(Logo depois de meia noite, na beira da piscina do hotel, onde estava acontecendo a festa da virada!)

Veja o post completo aqui.

Bom, esses foram alguns lugares pelo mundo em que já passei o reveillón. Não necessariamente são lugares de festa, mas são lugares legais para ir com os amigos, família, para descansar ou para curtir. Cada um com suas particularidades e seu estilo.

coisas que amamos viajando de carro em portugal 1Pra terminar a sequência de posts sobre Portugal, resolvi falar um pouquinho como podemos fazer pra conhecer tantos lugares num curto espaço de tempo. Se tem uma coisa que posso garantir a vocês é: mais do que Porto e Lisboa, Portugal tem muitas cidades lindas para oferecer aos turistas. Sou muito suspeita para falar pois gostei muito (ousaria dizer que até mais) de algumas dessas cidades, do que das “grandes” cidades. Mas como fazer para visitar tanta coisa em tão pouco tempo? Você precisa principalmente saber dirigir e ser organizado.

Eu fui a Portugal com a família, nós éramos 8 pessoas e apenas 3 conheciam algumas coisas do país. Então, tentamos adequar as novidades com os lugares imperdíveis e organizamos alguns bate-voltas para conhecer essas cidadezinhas da região. Achamos que dessa forma, seria mais prático. Afinal, com tanta gente não é simples fazer check in e check out, carregar o carro (no nosso caso, van) com malas e etc…

IMG_9482Então, Lisboa e Porto foram nossas bases e de lá fizemos alguns bate-volta nas cidades das redondezas. Nossa programação ficou assim:

Dia 1 – Lisboa
Dia 2 – Lisboa
Dia 3 – Sintra e Cascais
Dia 4 – Fátima, Batalha, Nazaré e Obidos (dia bem corrido!)
Dia 5 – Ida para Porto e Reveillon
Dia 6 – Braga e Guimarães
Dia 7 – Porto
Dia 8 – Porto.

Já falei um pouco sobre cada um desses lugares em outros posts, mas sem dúvidas, com um pouco de organização é possível visitar tudo. A única coisa que eu teria mudado: colocaria Fátima no dia de ir para o Porto. É caminho e como em Fátima o único lugar que visitamos é o Santuário, dá tranquilamente para fazer em 2 horinhas.

IMG_9483Muitos desses lugares tem apenas um ou dois pontos turísticos então dá pra juntar mais de uma cidade no mesmo dia. Claro que é uma visita mais corrida e muitas vezes você não pode mega curtir o lugar, mas achei que foi tranquilo para conhecer os principais pontos dessas cidades e dar um check na maioria delas.

Meus lugares preferidos foram: Sintra, Cascais e Óbidos. Se eu pudesse teria tido um pouco mais de tempo neles. Para curtir a cidade, sabe? Me perder pelas ruelas, ver lojinhas, fazer mais e mais fotos…

Na prática o que você precisa:

– Alugue um carro. A carteira de motorista do Brasil é válida em Portugal e você não precisa se preocupar com isso. Você pode fazer de trem e de ônibus também, mas ai terá menos liberdade para montar seu roteiro e provavelmente irá conhecer menos lugares. Faça sua escolha.

coisas que amamos conhecendo o interior de portugal 1

– Avalie as cidades que você quer visitar com antecedência e veja o que há de bom para fazer em cada uma delas. Se chegar na cidade e ainda for procurar um posto de informações turísticas pra ver o que tem para fazer, vai perder tempo e ai não conseguirá otimizar sua visita. Se precisar de ajuda para fazer isso, contrate o Atelier Bon Voyage! hehehehe

– Cidades maiores ou que tem mais atrativos merecem mais tempo de visita. Não confunda seu desejo de conhecer uma cidade com o que ela tem para oferecer. Sintra é uma cidade que tem muitas atrações bacanas, então, exige um pouco mais de tempo na sua visita. Em compensação, Fátima só tem o Santuário e não precisa de muito do seu tempo. Entende?

– Tente organizar/prever suas paradas estratégicas. Informe-se sobre o que há para comer nas cidades. Algumas dessas cidades são tão pequenas que não tem muitos restaurantes. Isso também serve para a gasolina do carro. Os postos são super afastados, então, fique de olho na gasolina e pare com antecedência no posto para não correr riscos.

Gostaram da série de posts sobre Portugal? Agora preparem-se que vou falar um pouquinho sobre a Espanha nos próximos capítulos! =)

comissão booking hotel minicomissão real seguro minicomissão rentcars carro mini

coisas que amamos diario de viagem porto portugal 1Porto foi uma das minhas cidades preferidas de Portugal. Adorei aquele clima leve, as pessoas simpáticas, aquelas caves na beira do Douro, aquela comida gostosa, aquelas paisagens lindas, aquele vinhozinho do porto… realmente uma cidadezinha deliciosa.

Como chegar

Saindo do Rio e de SP existem tem vários vôos para o Porto. Eu fui de TAP em um vôo direto e foi tranquilo. Se você já estiver de carro pelo país, basta colocar no GPS e pronto. As estradas de Portugal são ótimas e super bem sinalizadas. Vindo de Lisboa, basta seguir pela A1, a principal estrada do país. É molezinha, acredite!


Onde ficar

Achei a localização que me hospedei excelente. Perto de tudo, com a possibilidade de ir a pé para os principais restaurantes, pontos turísticos, comércio… realmente um lugar excelente. Ficamos hospedados no Hotel Teatro, que fica coladinho na Praça da Liberdade (o lugar aonde rola a festa de reveillon).

Sem dúvidas, ficaria novamente nesse ponto. Achei a localização excelente e recomendo muito. Outro ponto que acharia legal de se hospedar é na região mais perto do Douro. Ali também tem muitas opções de restaurantes bons (até mais do que perto da Praça da Liberdade) e é um lugar lindo.

comissão booking hotel grande

coisas que amamos diario de viagem porto portugal 3

Como se locomover

Se hospedando em uma localização central, é possível conhecer grande parte dos pontos turísticos da cidade a pé. Se você não fizer questão de ir a parte nova, a região de praias, por exemplo, fique tranquilo em caminhar por lá. Assim você vai conhecer tudo.

Pessoalmente adorei ter conhecido a cidade e os principais pontos turísticos naqueles ônibus “hop on, hop off”. Achei que valeu muito a pena, porque ele leva aos pontos mais distantes, como a Fundação Serralves e a região nova da cidade, e ainda fala um pouco sobre todos os outros pontos que vamos passando.

coisas que amamos diario de viagem porto portugal 5

Também há a opção de ônibus convencional, que é pouco usada pelos turistas por lá e de táxis, que vale a pena por não ser tão caro. Mas deixe essas opções para o último caso ou se não quiser gastar as solas dos sapatos.

O que fazer

Você poderia ir ao Porto para simplesmente estar lá e curtir o bom e velho “dolce far niente”, só comendo e bebendo na beira do Douro. Mas o Porto oferece muita coisa bacana para ver e se você tiver tempo e disposição vale a pena bater uma perninha e conhecer os principais pontos turísticos.

coisas que amamos diario de viagem porto portugal 4

A cidade tem muitos pontos interessantes para serem visitados, um dos mais famosos é a Ponte Luis I, que é também o marco da cidade. Além da ponte, você pode visitar a Torre dos Clérigos, Fundação Serralves, Estação São Bento, Café Majestic, Igreja do Carmo, Palácio da Bolsa, passeio pelo Douro e etc.

Onde comer

Hmmm… Porto tem muitas opções deliciosas de restaurantes. Ali na beira do Douro o que não faltam são opções, tanto do lado de cá, quanto do lado de lá em Gaia. A Marina, Chez Lapin e DOM são alguns bons restaurantes que você vai encontrar por ali.

O Café de Santiago é famoso por sua francesinha, enquanto o Café Majestic é tão tradicional que já se tornou ponto turístico. Eles são outras opções de comidinhas para você.

Francesinha típica do Porto para o almoço! ???????? #notgood #nãocurti #francesinha #porto #portugal #fail #cqanomundo

Uma foto publicada por Nathalia Tosto (@coisasqueamamos) em

Além desses tiverem outros dois que me chamaram a atenção, um deles foi o restaurante que fica logo abaixo da ponte Luis I, não cheguei a comer lá, mas amei o ambiente. Excelente opção para tomar um drink no por do sol, ou para almoçar em um dia ameno. Outro que amamos foi o Cais da Ribeira, comemos lá duas vezes. Além de todas as comidas serem deliciosas, eles tinham umas sobremesas de cair o queixo.

coisas que amamos diario de viagem porto portugal 2

As caves

Chegando em Gaia, o que não faltam são opções de caves para você conhecer. Se você é um amante do vinho do Porto, prepare-se para se esbaldar nas degustações. Eu não sou, por isso, fizemos apenas uma degustação e foi na Porto Calém, pois era gratuito para quem comprava o ticket do ônibus.

Além dessa que eu fui, me recomendaram também: Sandemans, Croft (a primeira marca a ser comercializada e exportada pelos Ingleses), Taylor, Porto Cruz, Graham’s, Porto Barros e Fonseca.

Degustação do dia! ???????????? #calem #porto #portugal #cqanomundo #vinhodoporto

Uma foto publicada por Nathalia Tosto (@coisasqueamamos) em


Compras

Porto é uma boa cidade para as compras. Além de ter uma filial da espetacular loja do “El Corte Inglès”, a cidade tem várias ruazinhas com comércio. Uma das principais é a Rua de Santa Catarina. Lá você encontra diversas marcas como Zara, H&M, Bershka e até um mini shopping com outras muitas lojas bacanas. Vale a visita!

Acho que consegui resumir um pouquinho meu encantamento pela cidade. O Porto é uma graça e sem dúvida, a cidade grande que mais gostei em Portugal. Se tiver a oportunidade, não deixe de incluí-la na sua visita.

comissão booking hotel minicomissão real seguro minicomissão rentcars carro mini