Tag Archives: organização

Vocês acompanharam minha viagem para fazer o enxoval e viram aqui no blog algumas das minhas opiniões sobre o que vale e o que não vale a pena comprar lá fora para o enxoval do bebê. Agora, a ideia desse post é te ajudar a pré-organizar as coisas que você comprou antes que você enlouqueça.

Se você viajou, certamente voltou com a mala cheia. Muita roupa, brinquedos, produtos de farmácia, higiene e etc. Tudo isso precisa de uma pré-organização antes da arrumação final. E eu vou contar pra vocês aqui como eu fiz isso lá em casa, com as coisas da Victoria.

Assumo que meu lado virginiano estava muito ansioso por esse momento. Sou do tipo que gosta de arrumar as coisas, então, não pensei duas vezes: peguei minha etiquetadora e coloquei a mão na massa.

Roupas: Sem dúvida esse é o item mais complexo na hora de você pré-organizar. São muitas peças, de tamanhos diferentes, estilos diferentes e que poderão (ou não) ser usadas agora ou só daqui a um ano ou mais. O que eu fiz foi:

  • Separar as roupas de 0-6 meses / 6-12 meses / 12+ meses
  • Lavar e passar as roupas de 0-6 meses
  • Colocar em dois sacos separados as peças de 6-12 meses e 12+ meses e colocar no vácuo
  • Separar as roupas de RN pra colocar na cômoda
  • Preparar os kits da maternidade (assunto para outro post)

Basicamente esse foi o passo a passo das roupinhas. Separei por idade e só deixei lavado aquilo que já vai começar a ser usado. As peças de 6+ meses eu embalei a vácuo (usei esses sacos aqui) e vou deixar para lavar mais pra frente quando ela começar a usar de fato esses itens. Coloquei no vácuo para ocupar menos espaço no armário e para deixar as coisas guardadinhas e compactas. Etiquetei (uso essa etiquetadora aqui) cada um dos sacos para não fazer confusão depois na hora de tirar para lavar e pronto. Deixei tudo já pré-organizado.

(Foto: Hello Baby Brown)

Lençóis, paninhos, fraldas, mantas e toalhas: Trouxe muitas dessas coisas dos EUA, então já deixei tudo separadinho também e vou começar a lavar aos poucos, dando prioridade aos itens de recém-nascido como toalhas-fralda, paninho de boca e ombro e pelo menos 2 jogos de lençol para o berço. O resto posso ir lavando aos poucos e guardando no armário.

Sapatinhos e meias: Victoria não tem muitos sapatos, pessoalmente, não acho isso um problema. Por isso, separei os sapatinhos de tricô (que provavelmente serão usados nos primeiros meses) do resto. Fiz o mesmo com as meinhas. Peguei as menores, já vou lavá-las e deixar separadinhas em um lugar para que possam ser usadas durante esses primeiros meses em que a criança/bebê usa pouco sapato.

Algumas dicas sobre como lavar a roupa do recém-nascido: Lavar com sabão neutro (como sabão de côco ou Ola Bebê, por exemplo), evitar amaciantes por causa do cheiro forte, não misturar com as roupas do resto da família, usar – principalmente no inicinho – um balde e bacia separados para o bebê, lavar as roupas na mão (isso pode ser excesso de frescura, se optar por lavar na máquina, faça uma lavagem da máquina/autolimpeza sem nada antes), utilizar o cestinho para roupas delicadas na máquina para evitar que peças pequenas se percam ou entrem na máquina, tirar MUITO bem o sabão de cada peça, enxaguando várias vezes para que não fique nenhum resíduo de química nas roupinhas. Atenção: Não utilize alvejantes, sabão em pó comum ou removedor de manchas.

A recomendação é que você comece a lavar as roupinhas do bebê com mais ou menos 32 semanas, ou 7/8 meses. Assim pode fazer tudo com calma e deixar arrumadinho antes do fim da sua gravidez. Se você quiser, pode embalar as coisas em sacos plásticos ou fronhas limpas e já deixar arrumadinhas nas gavetas e no armário para que elas não peguem poeira até o momento do neném chegar. É exatamente isso que estou fazendo.

Produtos de higiene/limpeza: Separe tudo aquilo que é de banheiro e já abra espaço no banheiro que o bebê vai usar para deixar as coisinhas dele armazenadas ali. Eu consegui arrumar esses itens praticamente assim que voltei de viagem, mas a parte de higiene que vai para o trocador, por exemplo, eu ainda não separei. Por isso, acho que o plano aqui é você pensar no que vai precisar nesse primeiro momento. Se você já comprou itens para armazenar, ótimo. Se não comprou, já deixe algumas fraldinhas RN compradas, pomada, algodão e potinhos para fazer a troca de fraldas do bebê. O shampoo e sabonete adequados são muito importantes também. Eu optei pelo shampoo/sabonete corporal da Cetaphil, que comprei lá fora, pela fralda Pampers Premuim Care que foi a sugerida pelas mamães que eu perguntei, pelas pomadas A+D e Desitin, que também trouxe de viagem. Já tenho tudo mais ou menos organizado, só falta colocar na cômoda dela. Para levar para a maternidade, separei algumas fraldas RN e P, tubinhos de pomada e até um lencinho umedecido feito 99,9% de água que comprei lá fora. A minha maternidade não pede essas coisas, mas sendo quem eu sou, estou levando. Estou levando também tesourinha de unha e escova de cabelo. Ah! Estou levando 3 chupetas com bicos diferentes e 1 mamadeira pequena. Não pretendo usar a mamadeira, mas, é melhor prevenir do que remediar né?!

Resultado de imagem para arrumando as coisas do bebe(Foto: Westwing)

Itens de cozinha: Aqui foi a mesma coisa. Antes mesmo de viajar para Miami abri um espaço dentro de um dos meus armários da cozinha para colocar as coisas da Victoria e quando cheguei de viagem foi ótimo já ter feito isso. Todos os potinhos, pratinhos, colheres, a máquina de papinha e coisas do tipo ficaram guardados ali. Como esses são itens que provavelmente não vou usar tão cedo, cobri tudo com um plástico para evitar que fiquem pegando poeira ou gordura. Conforme eu for sentindo necessidade, vou tirando as coisas dali, esterilizando e colocando para o uso.

O próximo passo agora é realmente começar a arrumar os armários e sair da fase de pré-organização para a fase de arrumação final. Mal posso esperar! =)

Esse era um vídeo que eu estava doida para fazer. Como vocês sabem, sou meio organizada demais (prazer, virginiana) então, deixar tudo certinho e estar preparada para imprevistos é quase uma especialidade. Quando a gente vai viajar, imprevistos acontecem, e se o destino for frio, é bom estar bem preparada para não passar perrengue. Arrumar bem a sua mala de mão de inverno é fundamental para garantir que você vai ter uma viagem mais tranquila, sem estresse e com o mínimo de perrengue que você puder evitar estando com a mala correta.

E ai? Gostaram? Acham que esse video ajudou vocês a deixar a mala de mão super organizadinha? Como diz o ditado popular, é melhor prevenir do que remediar né? Então, não custa nada pecar pelo excesso e caprichar na malinha. Eu faço isso há anos, já tive a mala extraviada e foi a mala de mão que me salvou, por isso, só viajo com mala de mão e recomendo sempre que vocês façam o mesmo!

Se vocês gostaram do video e quiserem acompanhar as novidades do canal, não esqueçam de se inscrever e, claro de curtir o vídeo. É assim que eu consigo ver o que vocês gostam e o que não gostam de assistir no CqA TV. Ah! Lembrando que quem está inscrito no canal, assiste os videos sempre primeiro e tem acesso a conteúdo exclusivo! =)

Vocês sabem que eu sou uma doida da organização e quando chega essa época do ano parece que essas coisas ficam ainda mais evidentes. É uma época ótima para renovar as energias, organizar as coisas e manter tudo em ordem. Por isso, selecionei aqui alguns itens que vão deixar a sua vida nesse novo ano ainda mais organizada… Preparados?!

  1. Agenda/Planner: Essa é uma dica batida né? Agendas e planners fazem toda diferença na hora de organizar sua vida, seja profissional ou pessoal. Eu uso MUITO o meu planner e realmente é uma mão na roda.
  2. Calendário: Ter um calendário de mesa ou até mesmo aquele no celular é outra coisa que vai te ajudar muito. Nele você pode marcar datas importantes ou compromissos inadiáveis. Assim, sempre que bater o olho vai se lembrar que tem alguma coisa naquele dia.
  3. Bloco de Notas: Assim como o calendário, o bloco de notas pode ser o do celular. É importante você ter onde anotar assuntos importantes, datas especiais e compromissos de forma rápida e prática e depois passar para a agenda/planner.
  4. Lista: Faça uma lista de tudo aquilo que você tem que fazer ou precisa fazer nos próximos dias, meses ou durante o ano. Vá marcando tudo que você realizar. Além de uma sensação ótima, você vai ver como isso funciona bem. E claro, sempre que lembrar de uma coisa nova, basta anotar ali e colocar a mão na massa para realizar.
  5. Prazos: Como eu falei acima, é importante que você estabeleça prazos e metas para conseguir se manter organizada. Coloque datas de inicio e fim para tudo e faça todo o possível para alcança-las. Você pode até fazer algum esquema de recompensas para você mesma quando conseguir alcançar suas metas.
  6. Hábito: Manter-se organizada é uma questão de hábito. Depois que você pega o jeito (ou cria o seu jeito) as coisas começam a funcionar sozinhas. Por isso, faça um esforço para começar… já já elas vão engrenar.

Agora que você á tem algumas dicas para dar o pontapé inicial na organização da sua vida (e do seu ano novo) você só precisa começar e colocar tudo em prática.

Se você é como eu e gosta de mimos para te ajuda nessa nova fase, dá uma olhada nessa papelaria fofa e nesses planner com preços mais baixos. Vai que isso te estimula ainda mais… E se você quer traçar uma planilha de metas pra você, dá só uma olhada nesse post da Alê Garattoni. Ele certamente vai te ajudar, e muito a fazer isso da melhor forma.

metas para 2017 coisas que amamosComo de costume, o primeiro post do ano é relacionado as metas que eu tracei para mim. Desde que comecei a fazer isso, percebi muita diferença na realização, de fato, das minhas metas. Fico mais empenhada em tirar do papel e colocar em prática, em conseguir de fato realizar alguma coisa, sabem? Como algumas leitoras já me disseram que isso motiva vocês também… nada melhor do que colocar aqui, a cara a tapa, com as metas de 2017.

Mas antes disso, que tal analisar as metas que eu propus ano passado para ver o que eu cumpri?

  • Perder 5kg e manter: Sempre uma meta difícil pra mim. Consegui perder os 5kg e engordar novamente, e perder, e engordar… uma grande dificuldade foi manter.
  • Ler 6 livros no ano: Me sinto envergonhada de dizer que não consegui. Uma meta fácil como essa. Li apenas 4 livros, sendo que um deles nem cheguei ao fim. Shame on me.
  • Comer 3 novos itens: Nessa eu estou de parabéns. Comecei a comer muito mais do que 3 coisas. Agora eu como (que eu não comia antes): vagem francesa, espinafre, aspargos, tomate, alcaparra, quinoa, abóbora e cebola. Sei que parece bobo pra vocês, mas fico muito orgulhosa de mim mesma sabendo que consegui alcançar essa meta.
  • Manter atividades físicas frequentes: Consegui também. Menos do que eu gostaria, mas durante todo o ano tenho procurado me movimentar mais. Seja com trilhas, com academia ou caminhadas. Ponto!
  • Dar mais atenção ao Youtube: Dei menos atenção do que o planejado, mas com certeza mais do que eu dava antes. Todas as viagens tiveram videos, organizei o canal todo, tenho gravado com mais frequência… Acho que vale o ponto aqui hein!
  • Pensar antes de falar: Pensei muito antes de falar, mas também falei muito sem pensar.  Acho que isso é da minha natureza. Sou do tipo sincera demais, impulsiva demais. Então, não vou considerar essa como meta cumprida. Digamos que ela foi meio cumprida.

Poderia ter ido melhor né? Mas tudo bem… o importante é tentar e ficar focado para conseguir o ano inteiro, e não apenas durante um período curto de tempo. Para 2017, vou manter algumas metas mudando uma coisinha aqui, outra ali, e pensar em metas mais “interiores”.

  • Praticar atividade física 3x por semana, no mínimo: Eu até pensei em colocar mais uma meta de perda de peso, mas acho que elas não tem funcionado muito pra mim. Então, resolvi variar esse ano. Afinal, não quero só ficar magra, tenho que ficar “durinha”. Então, vou malhar mais pra perder e não ficar flácida. Difícil, mas não impossível.
  • Experimentar, antes de recusar: Isso, bem ou mal, eu acabei fazendo para conseguir comer os três novos itens de 2016. Mas vou me manter assim. Sou do tipo que já diz que não gosta antes mesmo de saber o gosto. Coisa feia, eu sei. Em 2017 vou mudar isso. E atenção, isso vale para tudo e não apenas para comida.
  • Ser uma pessoa mais paciente: O pensar antes de falar não funcionou muito, mas será que tentar ser paciente vai funcionar? Não sei, vamos ver ao longo desse ano. Ser mais paciente significa ser menos explosiva, manter a calma, falar baixo… coisas que as vezes eu não faço.
  • Cuidar da parte de viagens do blog: Como esse é um espaço que tem crescido muito por aqui, resolvi que vale dedicar um tempinho e atenção a esse assunto para ajudar ainda mais os viajantes que passam pelo CqA.
  • Seguir cuidando melhor do youtube: Ano passado não consegui chegar no ponto que eu queria, porém, melhorei muito a quantidade dos meus videos. Esse ano, pretendo melhorar ainda mais não só a quantidade como a qualidade também. Será!?
  • Ser menos crítica: Acho que esse defeito está diretamente ligado ao meu signo, mas eu tenho que ficar mais atenta com isso. Sou crítica com tudo e com todos, mas principalmente comigo. E entendam, muita gente nem percebe isso, mas eu percebo e isso me incomoda profundamente.

Ufa! Achei que tracei metas bem rígidas pra mim. Espero conseguir cumprir todas ou pelo menos, saber que mesmo se eu não cumprir a risca, vou me esforçar para isso e parte do meu ano já será melhor graças a essas metas traçadas.