coisas que amamos look do dia napa valley 3Vale postar look suuuuuper atrasado da lua de mel? :mrgreen:  Lembrei que tinha tirado algumas fotos e não tinha colocado aqui pra vocês verem. Como sei que muita gente gosta de dar uma pesquisada nos looks antes de viajar e outras curtem dar uma espiadinha no estilo, achei que valia o post mesmo atrasadinho.

Fui para Napa Valley em agosto e, durante o dia, fazia um calor infernal na região. Tipo, papo de 35º tranquilamente. Então, como eu saia cedo do hotel para visitar as vinículas (#alcoólatra) saia com um casaquinho e logo depois estava sem nada, morrendo de calor.

coisas que amamos look do dia napa valley 1

coisas que amamos look do dia napa valley 2Esse look foi todo montado meio que no improviso, porque eu não esperava esse calor enorme. A saia é da Zara, e foi a mesma que eu usei no meu chá bar. Ela tem um shape super feminino e apesar de ter um tecido mais grossinho, não é muito quente. Achei perfeita para a ocasião. Feminina, arrumadinha e fresca.

Já a camisetinha de seda é da última coleção da Leeloo. Assim como a saia ela é hiper fresquinha e se não fosse isso, acho que eu tinha derretido. A bolsa e o óculos são Gucci, e a sapatilha é Tory Burch. Tudo novinho comprado na viagem! hahahahah #muambeira

coisas que amamos look do dia napa valley 4Ah! Antes que vocês me perguntem, o batom é o All Fired Up da MAC e o brinco foi comprado numa feirinha em Veneza há muuuuito tempo atrás. Sou suspeita para falar, mas adorei esse look. Vocês curtiram?

13
out 2014

As vinículas de Napa

coisas que amamos vinicolas de napa valley vinicolasResolvi fazer um post falando especificamente sobre as vinículas de Napa, porque afinal, 90% das pessoas que visitam a região vão a procura disso. Todos querem ver os vinhedos, provar muitos vinhos e conhecer o máximo de vinículas possível. Comigo não foi diferente, com um diferencial: eu não entendo absolutamente NADA de vinho. Adoro beber, mas não sou uma entendedora. E honestamente, acho isso ótimo!

Mas sem entrar nesses detalhes, explico que esse post fala um pouco sobre as vinículas que eu fui e algumas que me foram indicadas. Sempre lembrando que não entendo nada de vinhos e que escolhi a grande maioria por serem famosas, bonitas e/ou fotogênicas. hahahahah Meu roteiro foi assim:

Dia 1: Chateau Montelena + Sterling + VSattui (só almoço) + Robert Mondavi
Dia 2: Domaine Carneros + Opus One + Domaine Chandon + Inglenook

coisas que amamos vinicolas de napa valley vinicolas

  • Chateau Montelena: Essa foi a primeira vinícula que visitei. Como ela fica um pouco mais afastada (uns 40 minutos de Yountville) vale a pena começar seu dia por ela. Pra fazer o tasting tem que reservar e pagar pelo site. O processo é bem simples e rapidamente você recebe em seu email o comprovante de agendamento. O vinhos são bem gostosos e você bebe muuuuito na degustação. Achei que valeu por ser um lugar bonito, diferente, um legítimo castelo e bem menos turistão que o Castelo di Amorosa. Sem falar que bebemos bastante. A degustação custou U$50 por pessoa.

coisas que amamos vinicolas de napa valley vinicolas

  • Sterlling: Essa vinícula não estava nos nossos planos, mas três pessoas de Napa elogiaram o passeio/vinícula, então, como estávamos perto, acabamos indo conhecer. Ela não precisa de reserva. Os tours custam U$29 e U$39 por pessoa. O primeiro tem menos opções de vinhos caros e mais exclusivos, mas achei satisfatório. A vinícola é bem bonita e você sobe até ela de teleférico, o que faz com que você tenha uma vista linda da região. É bem interessante. Foi lá que por U$20, pisei nas uvas e “marquei” uma camisa de lembrança. Achei super legal.

coisas que amamos vinicolas de napa valley vinicolas

  • VSattui: não conheci a vinícola mas almocei na deli de la e é maravilhosa. O lugar é uma gracinha e mesmo que você não queira almoçar, vale parar para beliscar alguma coisinha ou comprar alguma coisa para levar para o hotel. As opções são infinitas e você, provavelmente vai ficar louco querendo comprar tudo.

coisas que amamos vinicolas de napa valley vinicolas

  • Robert Mondavi: Foi uma das mais bonitas que visitamos. Ela tem um ar mais tradicional e os vinhedos são bem no meio dela. Fica super pertinho de Yountville. O tour é bacana apesar de você só experimentar dois vinhos. Não precisa de agendamento, mas o último tour acontece as 16h30 e tem limitação de pessoas, então, fique atento para não chegar depois e perder o timing do tasting.

coisas que amamos vinicolas de napa valley vinicolas

  • Domaine Carneros: Lindíssima e também com um tasting bem generoso. Os valores são de $30 e $40 e você escolhe o tipo que quer experimentar (entre espumantes e tintos, vem sempre 4 opções). Essa é a vinícola do famoso espumante Tattinger, então, os espumantes são bem presentes. Como também é mais afastada vale ir no primeiro horário. Assim como a maioria, você precisa fazer o agendamento, mas não precisa pagar antecipado. O agendamento pode ser feito pelo site e automaticamente você recebe uma confirmação no seu email e um evento na sua agenda (!!!). Muita modernidade.

coisas que amamos vinicolas de napa valley vinicolas

  • Opus One: O vinho é super famoso na região e eles cobram bem caro por ele. O tasting de uma única taça (do único vinho que eles produzem e vendem) custa $40. Você pode dividir se não quiser gastar tudo isso em apenas uma tacinha. E não precisa ficar com vergonha, a grande maioria das pessoas faz isso. A vinícola é bem diferente das outras. Tem uma entrada mais suntuosa e é bem mais moderna. Precisa de agendamento e eles são super rígidos com isso. Fiz a reserva indo lá no dia anterior, mas pelo site você consegue fazer. Ou peça ao concierge do seu hotel para fazer.

coisas que amamos vinicolas de napa valley vinicolas

  • Domine Chandon: Fica praticamente dentro de Yountville de tão perto que é. Além de ter espumantes ótimos, o tour é bem interessante. Você tem a oportunidade de conhecer os vinhedos e o local em que o espumante é produzido. Também precisa de agendamento prévio. Foi o cellar tour mais completo que fizemos, junto com o da Mondavi. Achei interessante para quem quer conhecer todo o processo e entender um pouco mais sobre a produção desse tipo de vinho nos EUA. Custa U$40 por pessoa e você degusta três vinhos.

coisas que amamos vinicolas de napa valley vinicolas

  • Inglenook: a antiga vinícola de Coppola. Fui na esperança de ver o museu e conhecer um pouco mais sobre sua história mas infelizmente o museu dele foi removido desta vinícola e transferido pra uma outra que fica há 50 minutos de lá. Apesar dela ser bonita, não achei imperdível e por isso não recomendo a visita. Se alguém for, experimentem o rosé da Sofia Copolla, dizem que é bom. Eu achei gostoso, mas como não entendo nada fico com medo de recomendar! hahahahahha

Além dessas vinículas me indicaram também: Castelo di Amorosa (um castelo construído super bonito, mas totalmente turístico. Passei!), Grgich Hills Winery (dizem que lá você pode pisar nas uvas. Eu paguei pra pisar na Sterling), Viader (vinho bom e vista linda) e Merry Edwards (dizem que o vinho é ótimo e o tasting também).

coisas que amamos vinicolas de napa valley vinicolas 2Outra opção é o Wine Train. Ele tem diversos programas e sai em horários variados durante o dia. Você pode optar pelo pacote com almoço ou jantar ou apenas pela opção onde ele vai parando em algumas vinículas e você desce para fazer as degustações.

Fiquei dois dias inteiros na cidade e acho que valeria ter ficado pelo menos mais um pra conhecer vinícolas menores e passear mais pela cidade. Acho que três dias é um número excelente para quem, como eu, está de passagem por ali, curtindo a região, relaxando e provando vinhos.

Dei todos os detalhes de Napa aqui. Lá você verá todos os detalhes, onde ficar, o que fazer e o que é e o que não é imperdível na região. Para saber onde comer bem por lá, clique aqui.

comissão booking hotel minicomissão real seguro minicomissão rentcars carro mini


A região de Napa Valley fica há mais ou menos uma hora de São Francisco e é lá que são produzidos alguns dos melhores vinhos dos Estados Unidos. Aproveitei que estava por ali para conhecer um pouquinho da região. A área, apesar e ser conhecida como Napa Valley, é dívida em várias cidades como Sonoma, Carneros, Yountville e Napa em si. As vinículas ficam espalhadas por essas cidades.

Onde ficar

Achei a região de Yountville bem central e a melhor opção, na minha opinião, para se hospedar. Fiquei no Napa Valley Lodge e gostei muito. Mas anotei alguns outros hotéis bem pertinho do “bafafá” que me pareceram bons também. Como não me hospedei nestes não tenho ideia dos valores e da qualidade de hospedagem, mas realmente pareceram ser muito bons: Vintage InnVillagio Inn Spa e Bardesono (esse eu sei que é bom e caro porque eu adoraria ter me hospedado nele! hehehheh)

comissão booking hotel grande

Como se locomover

Bom, eu aluguei um carro quando sai de São Francisco e foi dessa forma que me locomovi por lá. Achei tranquilo porque bebíamos muita água nas degustações e a velocidade média lá é super baixa então você vai passeando mesmo, sem correria e sem pressa. Entendam, não recomendo que ninguém beba e dirija, mas achei a forma mais prática e barata.

Outra opção é contratar um motorista para te ajudar e te guiar pelas vinícolas. No meu hotel, o motorista custava $65/hora e o mínimo eram 6 horas/dia. Oucth! Mas vocês podem procurar opções mais em conta. Sei que a Maryanne do Blog Hotel Califórnia faz o passeio bate e volta de SF e todo mundo elogia muito.

Tem também o Wine Train. O trem vai parando em diversas vinícolas e você vai experimentando as degustações desses pontos. Achei carinho, mas bem confortável pra quem quer só relaxar sem fazer nenhum esforço. Se eu ficasse mais tempo por lá acho que experimentaria essa opção combinada com jantar.

Onde comer

coisas que amamos diário de viagem napa valley california eua 3Se tem uma coisa que você vai fazer bem em Napa é comer. Como amo programas de culinária estava animadíssima pra comer por lá e conhecer de perto os restaurantes do Chef Thomas Keller. Fiz reserva com meses de antecedência só pra garantir que eu realmente ia conseguir fazer minhas refeições por lá e amei minhas escolhas.

Conheci o R+D que é bem em frente ao meu hotel. O Bistrô Jeanty que foi minha escolha de almoço para um dos dias e também dois dos quarto restaurantes do Keller na cidade: Bouchon (amor eterno) e Redd.

Além desses, me indicaram também o French Laundry, que é super premiado com estrelas Michelin e caríssimo (não fui por que achei caro demais. Mas se você acha que vale o investimento, faça reserva com pelo menos 3 meses de antecedência) e o Ad Roc, outro restaurante do chef que é um pouco mais informal e acessível.

Especifiquei tudo (com muitos detalhes e fotos) sobre comer bem em Napa aqui.

Vinícolas

Antes de falar pra vocês sobre as vinícolas que visitei quero explicar uma coisa: não entendo absolutamente nada de vinho. Escolhi as vinícolas que fui apenas por indicação e por que eram locais bonitos e fotogênicos. Então, se você é um entendedor de vinhos, talvez não encontre informações muito úteis, aqui. Já você que gosta de qualquer vinho e quer tirar fotos bonitas, esse item é seu! hahahahahaha

Dia 1: Chateau Montelena + Sterling + VSattui (almoço na deli) + Robert Mondavi
Dia 2: Domaine Carneros + Opus One + Domaine Chandon + Inglenook

  • Sterlling: É a vinícula do teleférico. Tem dois tipos de tour e foi lá que pude pisar nas uvas e marcar minha camisa.
  • Chateau Montelena: Vinícula gracinha e um pouquinho mais distante de Yountville. Tem que reservar pelo site para fazer o tasting, que é ótimo e super bem servido.
  • VSattui: não conheci a vinícola mas almocei na deli de la e é maravilhosa. Recomendo a visita.
  • Robert Mondavi: É lindíssima e fica bem pertinho de Yountville. Não precisa de reserva.

 

  • Domaine Carneros: Também é bem bonita. Fica uns 40 minutos de distância de Yountville e precisa de reserva.
  • Opus One: Só tem uma opção de vinho que custa U$40 a taça. Sem agendamento não é possível degustar.
  • Domine Chandon: fica praticamente dentro de Yountville e é bem focado em espumantes. O cellar tour é bem completo, mas precisa ser agendado.
  • Inglenook: a antiga vinícola de Coppola. Apesar de ser bonita, achei fraca. Não recomendo a visita.

Fiquei dois dias inteiros na cidade e acho que valeria ter ficado pelo menos mais um pra conhecer vinícolas menores e talvez experimentar mais um restaurante do Keller. Então, se você tiver tempo, calcule três dias inteiros para fazer tudo com calma e sem corre-corre. Tenho certeza de que você não vai se arrepender.

Dicas e coisas que eu queria muito que tivessem me dito antes de eu ir:

– beba muita água nas degustações (especialmente se estiver dirigindo)
– não dirija feito um louco, a polícia pode te parar e se você tiver bebido o bicho vai pegar
– leve saquinhos de plástico bolha daqui para enrrolar as garrafas que você for trazer. Lá, cada embalagem dessas custa U$3 + taxa.
– se você quiser trazer muitas garrafas, as vinculas vendem uma mala própria pra transportar vinho e você despacha-la no aeroporto com mais segurança.
– todas as vinícolas vendem as mesmas coisas nas lojinhas. Fique atento porque os preços mudam drasticamente de uma para outra
– não fique de barriga vazia em nenhum momento, o vinho “bate mais rápido” assim.
– organize suas visitas de acordo com a distância das vinícolas (as mais distantes primeiro e depois as mais próximas!)
– faça reserva para garantir que você vai visitar aquela vinícula ou restaurante
– se não quiser conhecer a produção ou experimentar os vinhos específicos oferecidos por eles, você pode apenas chegar na vinícola e procurar um tasting room, ou um bar, e comprar os vinhos por taça para provar. Normalmente, para isso, você não precisa de agendamento e só paga o que consumir.

Quer saber mais sobre Napa Valley? Então olha os outros posts que rolam aqui no blog:

comissão booking hotel minicomissão real seguro minicomissão rentcars carro mini

Como já contei por aqui, durante minha lua de mel passei alguns dias em Napa Valley e apaixonada que sou por comer bem, não podia ter escolhido melhor destino para isso. Para quem não sabe, Napa é um dos locais mais recheados de bons restaurantes e de restaurantes premiados dos EUA. Eu já sabendo disso, garanti minhas reservas pelo Open Table e me joguei em vários deles.

coisas que amamos viagem napa valley onde comer 1Almocei no Bistrô Jeanty entre uma vinícula e outra, e amei cada segundo que passei lá. O restaurante “simula” um bistrô francês na principal rua do centrinho de Yountville. O clima é delicioso e o atendimento excelente. A comida não podia estar diferentes e foi simplesmente maravilhosa. Pedi uma massa com coelho que era de comer rezando e o Alexandre pediu cordeiro que também amou. O Jeanty tinha sido indicado por uma amiga nossa que morou em SF durante algum tempo e visitou bastante Napa nesse período. Não poderia ter sido indicação melhor. Site aqui.

coisas que amamos viagem napa valley onde comer 2Ainda falando de almoço, fizemos um picnic incrível na área externa da vinícula V. Sattui. Pra quem não sabe, essa vinícula possui uma deli maravilhosa e lá você pode escolher tudo que quer comer e preparar o seu próprio picinic. Nós amamos a experiência e cada mordida que demos ali. Escolhemos queijos, presuntos, saladas e massas e nos fartamos de comer. E sabe o que é melhor? Não gastamos muito! Lá você escolhe o que quer e a quantidade e paga por isso. Minha dica é: pegue uma saladinha, uns queijos e não deixe de fora o crabcake e o mac´cheese trufado. É surreal de tão bom. Ah! Se você não quiser visitar a vinícula, não precisa. Basta estacionar, escolher sua comidinha e achar um local gostoso para sentar e comer. Site aqui.

coisas que amamos viagem napa valley onde comer bouchon keller 3Meu jantar preferido da viagem toda foi no Bouchon. Esse restaurante é do chef Thomas Keller, um dos chefs mais premiados dos EUA. O Bouchon é um bistrô francês que já tem uma estrela Michelin pra chamar de sua. Como eu estava muito ansiosa por esse dia e queria comer todos os pratos, o Alexandre topou dividir comigo tudo que eu quisesse (#fofo). Então, de entrada, dividimos um risoto de trufas, que foi o melhor que eu já comi na vida e de prato principal, a especialidade da casa um Steak Frites. Nada mais é do que bife com batata frita. A nossa, pedi também com trufas! ahhahahaha Estava tudo maravilhoso. Para o restaurante que é, não é dos mais caros. Essa nossa pedida mais uma garrafa de vinho custou uns U$130 com tax e gorjeta. Achei muito ok pela qualidade da comida que eu comi. Ah! É fundamental fazer reserva. Site aqui.

coisas que amamos viagem napa valley onde comer redd 4Mais um restaurante premiado com uma estrela Michelin. O Redd é mais um dos bons restaurantes que você encontra em Yountville. Fizemos reserva com antecedência e lá fomos nós nos aventurar em mais uma “orgia gastronômica”. Achei o clima do restaurante menos jovial que o Bouchon, mas a comida é bem gostosa também. Ela é mais moderna e internacional, diferente do que havíamos provado até então por lá. Os preços são um pouco mais elevados que os do Bouchon, mas nada absurdo. Você só não pode esquecer que está comendo em restaurantes estrelados e pagando por isso. Tem que fazer reserva. Site aqui.

coisas que amamos viagem napa valley onde comer french laundry ad hoc keller 4Além desses, é lá que fica o famosíssimo The French Laundry. Esse é outro restaurante do Thomas Keller e um dos únicos dos EUA com badaladas três estrelas do guia Michelin. O preço, obviamente, segue isso e é altíssimo. Eu não fui porque achei caro demais. Custa em média U$270 por pessoa para um menu de 5 pratos, se eu não me engano. Mas apesar do preço ele fica super lotado e conseguir uma mesa é uma missão complicada. Se você quiser fazer a sua reserva, comece a tentar uns 4 meses antes para garantir que vai conseguir. Thomas Keller tem também o mais Informal AD Hoc. Infelizmente não consegui comer lá, mas não posso negar que o cardápio me deixou com água na boca!

Quer saber mais sobre Napa Valley? Então olha os outros posts que rolam aqui no blog:

  • Onde ficar, o que fazer, como se locomover, dicas em geral – Clique aqui.
  • As vinícolas de Napa – Clique aqui.

comissão booking hotel minicomissão real seguro minicomissão rentcars carro mini