Tag Archives: moda

Eeeee! Mais um vídeo novo no canal. Dessa vez, mostrando pra vocês como o nosso estilo muda ao longo dos anos. Resolvi gravar aquela tag analisando looks antigos e gente, como já vesti coisas nada a ver hein! Ao mesmo tempo, vi looks que eu sigo amando e sigo usando.

Achei muito legal gravar esse vídeo. Vi os defeitos dos looks, ver as coisas que eu acho que não tem nada a ver comigo e que nunca tiveram, ver as coisas que eu continuo amando e que continuaria usando… enfim, muito legal mesmo!


Edição: Julia Zettel (juliamzettel@gmail.com)

O que vocês acharam desse video? Curtiram? Já pararam para avaliar os looks antigos de vocês? Acho que é um exercício e tanto analisar os looks, ver seu estilo mudando e ver que no final das contas muita coisa não  muda. Gostei muito!

Ah! Desafiei a minha amiga Lari Duarte a gravar a mesma tag para o canal dela. Será que ela vai topar? Eu acho que vai ser bem interessante ver o vídeo dela também. Ela é consultora de moda e deve ter uma visão bem interessante dessa evolução do estilo dela.

E pra não perder o costume: não esqueçam de se inscrever no canal para assistir os videos primeiro e ter acesso a conteúdo exclusivo. E se gostaram do vídeo, não deixem de curtir e compartilhar. É assim que eu fico sabendo o que vocês gostam e o que não gostam de ver por aqui e no youtube.

coisas que amamos cia marítima para c&a 2Verão chegando e a C&A, que não é boba nem nada, resolve lançar mais uma de suas collections… dessa vez com a Cia Marítima. Timing perfeito né? Em sua primeira parceria, as marcas apresentam peças para homens, mulheres e crianças que querem aproveitar a estação mais quente do ano com looks novos e super fresquinhos.

“A estreia conta com estampas exclusivas que passeiam do étnico ao boho, além de listras e tie dye, plumas e desenhos que lembram tramas de cestos. Cada um dos padrões aparece não apenas nos best-sellers da marca, biquínis de laços, maiôs com tiras e saídas de praia, mas também em peças para o dia-a-dia, como calças flare e pantacourt, saias, camisas com amarração, shorts e vestidos longos ou curtos”, explica o release.

coisas que amamos cia marítima para c&a 1No geral achei a coleção ok, não morri de amores. Gostei muito da estampa verde em algumas peças e da azul… achei legal ver que eles colocaram a venda modelos tradicionais da Cia Marítima como os bodies e como os tops grandões. As roupas em especial não curti muito. Vi alguns vestidos, shorts, peças em tricô, jeans… mas nada que chame super a atenção para o meu bolso. Os preços estão bem razoáveis também e variam de R$39,99 (bonés, viseiras e necessaires) até R$199,99 (vestidos longos).

A C&A Collection Cia. Marítima chega à loja virtual (cea.com.br), no dia 24 de novembro e em lojas selecionadas do Brasil, a partir do dia 29 de novembro.

Estão animados? Assumo que depois do rombo que eu fiz na minha conta bancária com a coleção da Isolda para Riachuelo vai ficar difícil me jogar nessa. E vocês?

Resultado de imagem para flatformsAssumo que toda vez que surge uma nova tendência mais ousada me pergunto se eu realmente gostei daquilo e se quando sair de moda eu vou continuar usando. 90% das vezes a minha resposta é não. Mas nem sempre eu consigo me manter indiferente ao momento fashion e me jogo na tendência.

Assumo que há alguns anos uma modinha não me deixava tão animada e insegura ao mesmo tempo. Essas flatforms chegaram com tudo. Eu amo, acho que pra quem é baixinha como eu elas são maravilhosas, mas ao mesmo tempo acho tão nada a ver com o meu estilo que não sei se consigo “me jogar”.coisas-que-amaos-flatforms-como-usarNão sei se gosto em mim, sabem? Acho bonito nos outros, acho estilo, imagino que seja extremamente confortável, mas em mim… não veste tão bem. Estranho né? Já tentei diversos looks diferentes, estilos diferente (sempre escapando um pouco do meu estilo…) e não consigo.

Ai paro para fazer esse post, vejo essas fotos e sabe o que acontece? Aquele desejo súbito de sair correndo de comprar uma flatform linda e maravilhosa pra mim. Socorro! #loucabipolar Isso acontece com vocês também?coisas-que-amaos-flatforms-como-usar-onde-comprarLuiza Barcelos | Tami | Via Mia | Schutz | Taquila | Paula Torres

Pronto! Agora a vontade tá completa. Já quero um modelo de cada, começando por essa sandália azul linda de viver da Schutz e passando por uma prateadona. Já vi que na Paula Torres tem e na Via Mia também. Ou seja, surtoooo!

E vocês? Como estão lindando com essa tendência das flatforms? Curtem? Vão aderir? Sabem como combinar? Continuo amando e odiando ao mesmo tempo. Ôoooooo indecisão!

Mês que vem vou ser madrinha de mais um casamento. Estou amando! Adoro o casal, sempre torci por esse momento e estar no altar pertinho deles na hora em que eles vão firmar essa união é uma grande emoção e honra para mim. Mas assumo pra vocês que estou penando… Sim, sofrendo internamente porque não consigo achar “o vestido ideal”. (Podia até virar programa no Discovery Home&Health isso! hahahha)

O casamento vai ser durante o dia, na serra. Ou seja, é frio. Isso poderia ser um fator restritivo na compra do vestido pra muita gente, mas não é pra mim. Sou calorenta e com 5 minutos de pista de dança vou estar suando em bicas mesmo que faça 1 grau por lá. Me conheço. Portanto, não estou exigindo absolutamente nada com relação a isso.

drama de madrinha de casamentoAlgumas vezes em que fui madrinha com os meus vestidos escolhidos…

O meu drama é outro. Apenas não acho uma roupa bonita por um preço razoável. Entendam, um vestido que provavelmente só vai ser usado uma ou duas vezes no máximo não pode custar 4 salários mínimos. Apenas não pode. Não pra mim. Não acho honesto pagar esse preço.

Nas últimas 2 semanas estive em mais de 20 lojas no Rio procurando por vestidos de festa… sem exagero: 20 lojas. Perdi tempo contando. Em poucas achei alguma coisa realmente bacana por menos de R$1000. Vocês podem questionar o meu gosto, dizer que estou indo a lojas caras demais, podem questionar que eu estou sendo exigente demais… Pode até ser, mas gente, por favor, 20 lojas. Nenhuma com um vestido bem bacana por menos de R$1000.

Sei que vestidos de festa são trabalhosos, exigem um material mais “fino”, mais caro e tal, mas poxa… Não estou procurando marca, não estou procurando renda francesa, não estou procurando bordados feitos a mão pelas virgens cegas… Só estou procurando ficar bem vestida no casamento de uma amiga. Não é pedir demais né?!

Os poucos vestidos que encontrei dentro do meu budget (que inicialmente era um, mas teve que aumentar dado o cenário trágico da minha busca) eram super simples (e até meio sem graça) ou estavam mega em promoção. Ainda assim, digo pra vocês que nenhum deles arrebatou meu coração. Gastar uma grana dessa num vestido que a gente nem amou… dói o coração e o bolso, e desanima demais.

Falei sobre isso no snapchat e me sugeriram o aluguel de vestidos, pois bem, eu até tentei mas 99% das lojas de aluguel não faz ajustes ou seja, uma pessoa que mede 1,57 (eu!) tem dificuldade de encontrar alguma coisa que não precise de ajustes… Além disso, assumo que tenho um pouco de receio de alugar vestidos longos pois depois de umas biritas fico com medo de ficar meio “loka” na festa e acabar estragando o modelito.

Enfim, fica meu desabafo. Imagino que assim como eu muita vocês devem passar por isso. Outras, talvez, tenham alguma indicação maravilhosa de loja para eu comprar um vestido. Ou ainda tenham uma palavra de conforto para o meu coração partido de madrinha. haahahahah #dramaqueen

UPDATE: Na 23ª loja encontrei um vestido que eu amei. Foi acima do que eu queria gastar, mas pelo menos arrebatou meu coração, é lindo de morrer e super adequado pra ocasião. Em breve, look do dia para vocês! =)