01
ago 2018

Yummy Tip: Lasai

Fui ao Lasai comemorar 4 anos de casada na semana passada e não pude deixar de registrar pro blog como foi a nossa experiência gastronômica, em um dos poucos restaurantes cariocas com estrela Michelin.

Assumo que fui um pouco tensa. Restaurante “chique”, com estrela Michelin, sem o cardápio no site e sabidamente “caro”. Logo eu, com paladar infantil… medo! Mas esse medo foi por água abaixo no minuto que entrei no restaurante e os garçons vieram falar com a gente.

Na verdade, tudo começou um pouco antes. Quando fizemos a reserva pelo site, colocamos no campo de comentários as minhas muitas restrições alimentares (não chego a ser uma chata para comer, mas assumo que não curto muito os verdes e coloquei isso lá, aproveitei e coloquei também que tenho paladar infantil, vai que ajuda o pessoal né?). No dia de irmos ao restaurante eles ligaram para o meu marido para entender melhor minhas restrições, perguntar sobre o que de fato eu comia e não comia e se preparar.

Quando chegamos no Lasai, o garçom que nos atendeu não só já sabia nossos nomes, como havia decorados nossas restrições alimentares e preferências. MUITO LEGAL! Achei de uma delicadeza sem tamanho.

Ele nos apresentou o cardápio, que muda diariamente de acordo com o que tem de mais fresquinho nos fornecedores deles naquele dia, e nós optamos pelo menu degustação, chamado de “Festival” (R$345) por eles. Essa opção vem com 8 aperitivos, 1 entrada, 3 principais e 2 sobremesas. É comida para caramba. A outra opção é o “Não me conte histórias” (R$295) que é uma espécia de a la carte onde você escolhe uma entrada, um principal e uma sobremesa dentre as opções que eles te dão no cardápio.

Como falei pra vocês, eu não curto muito verdes e tenho paladar infantil, logo, estava tensa com a experiência. Mas eles entenderam tão bem o meu gosto, e acertaram em tudo tão perfeitamente, que não posso nem dizer que não foi incrível. Os aperitivos estavam deliciosos, pra mim veio: crocante de milho com queijo, cebola com amendoim, batata roxa com amendoim e empadinha de amendoa. Na segunda leva, tivemos: pãozinho com barriga de porco, gnocchi de legumes na manteiga de garrafa, “tartar selado” de peixe branco e pão no vapor com vagem. Beeeem gostoso!

A entrada foi uma das coisas que eu mais gostei: ovo cozinho em baixa temperatura com cogumelos salteados e caldo de frango. Estava surreal de bom. Acompanhava um pãozinho da casa para você passar no ovo! Yummy!

Começaram a chegar os principais… o primeiro foi um peixe com pupunha. Surreal, o peixe desmanchava na boca. O segundo foi uma carne de vaca com cenourinhas e pure de aimpim e o terceiro (que eu já não estava mais aguentando) foi um porco com mandioquinha frita. Tudo MUITO gostoso mesmo. Mas assumo que quando o porco chegou eu já estava bastante satisfeita. E ainda tinham duas sobremesas…

As sobremesas estavam de comer rezando. Uma pena eu não ter conseguido comer tudo! hahahah Por que estavam deliciosas. A primeira foi um sorvete de chocolate branco com goiabada e capim limão, e a segunda foi um petit gateau de chocolate com farofinha de chocolate branco. SURREAL!

Resumo da história: o restaurante surpreendeu por ter conseguido me agradar com todas as dificuldades que eu impus com tantas restrições alimentares. Me surpreendeu também pelo preço. Assumo que achei que seria bem mais caro. E o atendimento me deixou embasbacada. Todos muito gentis, simpáticos, prestativos e sabendo na ponta da língua tudo que eu e o Alexandre não comíamos!

Valeu MUITO a pena. Recomendo demais. Acho que quem quer ter uma experiência culinária diferente e valiosa, pode ir de olhos fechados lá. Vale o investimento, vale uma comemoração especial e vale pela comida deliciosa que você vai comer.

Serviço:
Lasai
Rua Conde de Irajá, 191 – Botafogo
(21) 3449-1834
(21) 3449-1854
http://www.lasai.com.br/
Reservas pelo site.

Como já contei por aqui, durante minha lua de mel passei alguns dias em Napa Valley e apaixonada que sou por comer bem, não podia ter escolhido melhor destino para isso. Para quem não sabe, Napa é um dos locais mais recheados de bons restaurantes e de restaurantes premiados dos EUA. Eu já sabendo disso, garanti minhas reservas pelo Open Table e me joguei em vários deles.

coisas que amamos viagem napa valley onde comer 1Almocei no Bistrô Jeanty entre uma vinícula e outra, e amei cada segundo que passei lá. O restaurante “simula” um bistrô francês na principal rua do centrinho de Yountville. O clima é delicioso e o atendimento excelente. A comida não podia estar diferentes e foi simplesmente maravilhosa. Pedi uma massa com coelho que era de comer rezando e o Alexandre pediu cordeiro que também amou. O Jeanty tinha sido indicado por uma amiga nossa que morou em SF durante algum tempo e visitou bastante Napa nesse período. Não poderia ter sido indicação melhor. Site aqui.

coisas que amamos viagem napa valley onde comer 2Ainda falando de almoço, fizemos um picnic incrível na área externa da vinícula V. Sattui. Pra quem não sabe, essa vinícula possui uma deli maravilhosa e lá você pode escolher tudo que quer comer e preparar o seu próprio picinic. Nós amamos a experiência e cada mordida que demos ali. Escolhemos queijos, presuntos, saladas e massas e nos fartamos de comer. E sabe o que é melhor? Não gastamos muito! Lá você escolhe o que quer e a quantidade e paga por isso. Minha dica é: pegue uma saladinha, uns queijos e não deixe de fora o crabcake e o mac´cheese trufado. É surreal de tão bom. Ah! Se você não quiser visitar a vinícula, não precisa. Basta estacionar, escolher sua comidinha e achar um local gostoso para sentar e comer. Site aqui.

coisas que amamos viagem napa valley onde comer bouchon keller 3Meu jantar preferido da viagem toda foi no Bouchon. Esse restaurante é do chef Thomas Keller, um dos chefs mais premiados dos EUA. O Bouchon é um bistrô francês que já tem uma estrela Michelin pra chamar de sua. Como eu estava muito ansiosa por esse dia e queria comer todos os pratos, o Alexandre topou dividir comigo tudo que eu quisesse (#fofo). Então, de entrada, dividimos um risoto de trufas, que foi o melhor que eu já comi na vida e de prato principal, a especialidade da casa um Steak Frites. Nada mais é do que bife com batata frita. A nossa, pedi também com trufas! ahhahahaha Estava tudo maravilhoso. Para o restaurante que é, não é dos mais caros. Essa nossa pedida mais uma garrafa de vinho custou uns U$130 com tax e gorjeta. Achei muito ok pela qualidade da comida que eu comi. Ah! É fundamental fazer reserva. Site aqui.

coisas que amamos viagem napa valley onde comer redd 4Mais um restaurante premiado com uma estrela Michelin. O Redd é mais um dos bons restaurantes que você encontra em Yountville. Fizemos reserva com antecedência e lá fomos nós nos aventurar em mais uma “orgia gastronômica”. Achei o clima do restaurante menos jovial que o Bouchon, mas a comida é bem gostosa também. Ela é mais moderna e internacional, diferente do que havíamos provado até então por lá. Os preços são um pouco mais elevados que os do Bouchon, mas nada absurdo. Você só não pode esquecer que está comendo em restaurantes estrelados e pagando por isso. Tem que fazer reserva. Site aqui.

coisas que amamos viagem napa valley onde comer french laundry ad hoc keller 4Além desses, é lá que fica o famosíssimo The French Laundry. Esse é outro restaurante do Thomas Keller e um dos únicos dos EUA com badaladas três estrelas do guia Michelin. O preço, obviamente, segue isso e é altíssimo. Eu não fui porque achei caro demais. Custa em média U$270 por pessoa para um menu de 5 pratos, se eu não me engano. Mas apesar do preço ele fica super lotado e conseguir uma mesa é uma missão complicada. Se você quiser fazer a sua reserva, comece a tentar uns 4 meses antes para garantir que vai conseguir. Thomas Keller tem também o mais Informal AD Hoc. Infelizmente não consegui comer lá, mas não posso negar que o cardápio me deixou com água na boca!

Quer saber mais sobre Napa Valley? Então olha os outros posts que rolam aqui no blog:

  • Onde ficar, o que fazer, como se locomover, dicas em geral – Clique aqui.
  • As vinícolas de Napa – Clique aqui.

comissão booking hotel minicomissão real seguro minicomissão rentcars carro mini