Tag Archives: leitura

Sei que o que vou falar aqui não é muito novidade para ninguém, principalmente para as gravidinhas de plantão, mas como entrei nesse mundo recentemente e estou adorando as “novidades” resolvi compartilhar com vocês dois livros que eu estou lendo no momento e o que eu estou achando de cada um deles.

A Encantadora de Bebês: “O livro ensina como os pais devem agir com os seus filhos, desde as primeiras semanas de vida até os primeiros anos da infância. Apresenta técnicas que, além de facilitar o dia-a-dia dos pais de primeira viagem, acalmam os bebês e esclarecem dúvidas sobre a criação de crianças pequenas. Depois de lidar com mais de 5 mil crianças, neste livro Tracy ensina, de forma bem-humorada, a administrar ataques de cólicas, saber se a criança comeu o suficiente, por que o bebê não dorme direito, entre outras questões que afligem os pais. Além disso, ajuda a elaborar métodos para fazer com que os pequenos adquiram padrões regulares de sono, comecem a treinar o uso do vaso sanitário e evitem más-criações”.

Realmente o livro é meio que um beabá de criação dos filhos. Tracy sinaliza os tipos de bebês, como lidar com cada um deles, as mais variadas situações com filhos… Pessoalmente, estou achando o livro bem interessante. Gosto da forma como ela escreve, é didático mas ao mesmo tempo de leitura super leve. Ou seja, você lê, lê, lê e quando vê passaram 100 páginas e você não percebeu. Gosto disso.

Resultado de imagem para a encantadora de bebes(Foto fofa retirada do f-utilidades!)

Concordo em gênero, número e grau em várias coisas que ela fala com “não se deve deixar o bebe chorando para que ele aprenda”. Estou totalmente de acordo com essa frase. Algumas outras coisas, acho que só vou poder concordar ou discordar depois que a Victoria nascer e a minha criação começar de fato.

No geral, achei válido ler o livro. Dá uma sensação boa de preparo para o que vem pela frente. Sabe quando você chega numa prova tendo estudado a matéria completa? Então, é assim que eu me sinto. hahahahaha #nerd Se você tem tempo e paciência para estudar sobre o assunto, leia. Acho que você vai gostar.

Encontrei pra vender aquiaqui, aqui, aqui e aqui. A partir de R$60,21.

Crianças Francesas não Fazem Manha: “Uma jornalista americana vivendo em Paris resolve investigar quais são as diferenças na criação das crianças francesas que fazem com que elas pareçam tão mais calmas e educadas que as crianças americanas. Nos anos em que vive em Paris, Pamela engravida e passa a criar seus próprios filhos com algumas das premissas francesas de educação infantil. Ali, ela se percebe dividida entre seus próprios conceitos e aqueles adotados por essa nova cultura da qual ela e a família passam a fazer parte”.

Assumo que o livro não empolga muito. Dá um soninho e tem uma escrita que não ajuda muito, acho que por isso mesmo ainda não terminei de ler. Mas a ideia de entender a criação de crianças em outros lugares do mundo me enche os olhos. Vejo como nós, brasileiros, somos diferentes nesse quesito.

Resultado de imagem para crianças francesas não fazem manhaO que eu achei é que o livro é um pouco exagerado demais. Os franceses são endeusados por controlarem seus filhos, enquanto os americanos são taxados como péssimos pais por terem uma conduta completamente diferente. Concordo com muitas coisas que são ditas no livro, mas outras muitas me questiono inclusive se eram necessárias estar ali para alguém ler, de tão sem noção, na minha opinião, que são.

Pessoalmente, gosto de ler exatamente para conseguir distinguir o que acho legal aplicar e o que acho que não combina comigo e com o meu estilo de criação (ou aquilo que eu imagino que será o meu estilo de criação). Mas assumo que esperava mais do livro.

Encontrei para vender aqui, aqui, aqui e aqui. A partir de R$23.

Se vocês tiverem outras dicas e indicações de livros, deixem ai nos comentários tô amando ler tudo e ficar por dentro desse novo mundo que é a maternidade! =) Obrigada.

17
jun 2010

Viagem e Turismo

Diferente das outras, essa minha dica cult  é quase uma dica not cult! Na verdade é uma dica light, daquelas que distrai de verdade, sabe? No meu caso, ainda me faz sonhar um pouco. É com essa revista que eu escolho minhas próximas viagens, que fico sabendo de macetinhos e dicas que só um conhecedor profundo do local escolhido poderia saber. Decidir seu próximo destino com a ajuda da Viagem e Turismo é uma ótima idéia.

As matérias são sempre atuais (oh!), e por mais que se repitam ao longo dos anos, tem sempre um macetinho novo a ser descoberto. A interatividade com o leitor é grande e a diversidade de locais visitados pelos jornalistas é enorme, o que faz da revista ainda mais atraente. Sem falar do precinho né?! R$10 por mês não afeta o bolso de ninguém! Sou muito suspeita para falar, por que compro a minha todo mês, mas recomendo mesmo pra quem não tá planejando nenhuma viagem. Isso vai mudar assim que acabar de ler a revista. Ah! Quem quiser pode seguir a revista no twitter. Aqui ó!

  • Falando nisso…

Se tem uma coisa que eu gosto de fazer é programar minhas viagens muito bem e com antecedência. Chego nos lugares quase que já os conhecendo (e adoro isso!). Sei os melhores restaurantes, roteiros, museus, bares, praias… Mas para isso eu pesquiso muito antes. E dois sites que eu costumo usar para fazer essas pesquisas são o Viaje na Viagem do  Riq Freire (que é ex-VT) e o Mochileiros (apesar de eu não ser mochileira de jeito nenhum!) uso muito para ver dicas de programas bacanas e baratinhos. Recomendadíssimos!