seguro viagem grávida coisas que amamos(Com 11 semanas em Varadero, Cuba)

Quem lê o blog há algum tempo já sabe que sou do time que faz campanha a favor da compra de seguro viagem. Já falei aqui diversas vezes sobre isso, já expliquei porque acho que o seguro do cartão de crédito não é a minha primeira opção e porque SEMPRE que eu viajo eu compro um seguro pra mim, pro Alexandre e agora pra Victoria.

Mas quando estava grávida essa minha preocupação aumentou. Na primeira viagem internacional que fiz, não tinha nem 12 semanas ainda, foi quando fui para Cuba. Então comecei a pesquisar sobre o seguros e a importância de se ter um seguro específico que cubra gestantes.

seguro viagem grávida coisas que amamos

(Com 20 semanas em Stonehenge, Inglaterra)

Vemos muitos seguros no mercado, mas nem sempre lemos as letrinhas pequenas do contrato e em muitos contratos você tem lá escrito que gestantes não tem cobertura. Por isso é importante sim, ler com calma o contrato e saber se o seguro que você está comprando cobre ou não gravidez.

Acabei fazendo três viagens internacionais durante a gravidez e em cada uma delas usei uma empresa diferente de seguros. Graças a Deus não precisei acionar nenhuma delas, mas em todas li o contrato e todas diziam especificamente até que semana a cobertura iria (alguns cobrem até a 34ª semana, outros apenas até a 28ª), que você deveria ter uma autorização médica para viajar (eu levei em todas as viagens uma autorização escrita em inglês pra não ter riscos) e etc.

seguro viagem grávida coisas que amamos(Com 28 semanas em Miami, EUA)

O blog tem parceria com a Real Seguros, e por isso, sempre fecho com eles. Uma coisa ótima é que eles comparam preços e coberturas de várias empresas do mercado, então, você consegue ver se cobre gravidez, quanto custa, quais despesas estão cobertas e etc. Se você ainda assim ficar insegura, é só tirar as dúvidas com um dos atendentes. Eles são super solícitos. Na viagem pra Cuba me ajudaram muito e me deram várias orientações.

Resumo: Acho fundamental sim uma grávida fazer um seguro viagem. Na hora de contratar o seu, é muito importante prestar atenção nas letras miúdas do contrato e ver o limite de semanas de gestação para a viagem e se tem alguma outra exigência da seguradora como autorização médica ou qualquer coisa do tipo.

drenagem linfática na gravidez coisas que amamos vanessa metzQuem acompanhou a minha gravidez, notou que durante toda a segunda metade da gestação eu fazia, religiosamente, toda semana pelo menos uma sessão de drenagem linfática. Eu comecei a inchar muito a partir da 20ª semana e a drenagem foi, sem dúvidas, uma salvação pra mim.

Fiz as minhas sessões de drenagem com Gabi, fisioterapeuta que trabalha no consultório da Dra. Vanessa Metz. Ela me acompanhou antes do meu casamento, durante todos esses anos e agora, claro, não poderia ser diferente. Ela realizou todas as sessões de drenagem em mim durante a gravidez, e segue fazendo agora que a Victoria já nasceu.

Conversei com a Dra. Vanessa e pedi para ela explicar um pouco mais sobre a drenagem e a importância dela na gravidez.

“No organismo da grávida há um grande aumento da circulação sanguínea para dar a oxigenação necessária para a placenta e para o bebê. Por isso, é natural que as grávidas fiquem mais inchadas. Além da circulação feita pelas artérias e veias, há também o sistema linfático. Esse sistema ajuda a tirar o excesso de impurezas do organismo. Quando a volemia aumenta, aumenta também o extravazamento da água dos vasos e veias e o sistema linfático capta essa água para liberar na urina”, explicou.

Minhas maior queixa era o inchaço nas pernas e pés, e a Dra. Vanessa explicou que isso é super comum e que essas são as regiões que costumam ficar mais inchadas mesmo. Que a drenagem só não pode ser realizada na região abdominal, exatamente porque essa parte precisa de mais liquido para dar oxigenação ao bebê.

Vale lembrar que esse procedimento tem que ser feito por uma pessoa especializada e que tenha orientação para drenar gestantes.

Eu, que antes de engravidar, achava essa coisa de drenagem a maior bobeira, paguei a língua e fiquei viciada. Não só pelos benefícios imediatos como alivio do inchaço e até da dor, mas também pelos benefícios estéticos. Afinal, a drenagem faz você liberar os líquidos e com isso você dá uma reduzida no tamanho né?!

Ok, vou começar dizendo que talvez (quase com certeza) eu tenha exagerado um pouco na quantidade de coisas que levei. Mas como contei no video sobre a minha mala da maternidade, prefiro prevenir do que remediar, então preferi levar coisas a mais do que sentir falta de algum desses itens por lá e ter que pedir para alguém comprar ou pegar na minha casa.

Sou virginiana e hiper organizada, então sempre prefiro fazer as coisas do meu jeito, com antecedência, super organizadinha… Por isso a malinha ficou tão grande. Assim como a minha mala, optei por levar peças extras, roupinhas a mais e uma variedade de roupas que pudesse ser mais confortável pra ela. Fiquei com medo de colocar roupa demais e ela sentir calor ou roupa de menos e ela ficar com frio, então levei tudo pras duas ocasiões.

E ai? Exagerei muito? O que acharam? Vou colocar pra vocês aqui de onde são as saidinhas de maternidade e algumas outras peças que estão na malinha.

Dia 1: Look azul Lilibee + sapatinho que era meu + touca Carters + luva Upiá
Dia 2: Macacão rosa Lilibee + Body Upiá + touca Carters + meia Trumpettes + luva sem marca
Dia 3: Saída vermelha Lá em Casa tem Bebê + Body e calça Upiá
Extra: Look lilás Lilibee.

Além disso, levei 3 pijaminhas de plush da Carters e outros 3 macacões de algodão também da Carters para garantir. Nunca se sabe quando um recém nascido vai ter um acidente né? As mantinhas são da Pottery Barn (rosa), Lilibee (azul) e sem marca (branca).

Ah! Os saquinhos dos kits também são da Lá em Casa tem Bebê, e são a coisa mais linda desse mundo. Tinha visto vários modelinhos, mas esse foi disparado o mais lindo que eu vi. Fiquei realmente apaixonada por ele.

Os itens personalizados como as necessaires, saquinho e o trocador são da BowBox e o colchonete com o nome dela comprei na Touché Bebê.

Acho que os outros detalhes vocês conseguem ver no video né?! Espero que tenham gostado e espero que ajude vocês a organizar a mala de maternidade do baby de vocês.

Não esqueçam de curtir o video e de se inscrever no canal. Quem tá inscrito assiste sempre primeiro e tem acesso a conteúdo exclusivo. Ah! Cliquem no sininho para serem avisados sempre que tiver conteúdo novo por aqui.

30
ago 2017

1 mês de Victoria

Vic completou um mês no último dia 10 de agosto e aproveitei que hoje é meu aniversário (eeeeeeee, parabéns pra mim!) para postar as fotos que a Nanda Castelo fez do primeiro mês dela.

Pra quem não sabe, a Nanda, é mãe da Mariah e da Amora, duas fofas que tem (quase) 4 anos e 9 meses respectivamente. Além de uma super mãe, a Nanda é fotógrafa e topou fazer as fotos de todos os meses da Vic. Nos conhecemos na internet e ontem conseguimos nos conhecer na “vida real” e colocar em prática as fotos que começamos a programar quando eu ainda estava com 11 semanas de gravidez.

Fizemos as fotos ontem com um atrasinho de alguns dias e valeu muito a pena. Estou completamente apaixonada pelo resultado e já satisfeita com essa ideia de fotografar todos os meses para registrar o crescimento (muito rápido) da pequena.

Aproveitamos que ela estava aqui e fizemos algumas fotos minhas com a Victoria. Outra recordação maravilhosa né?! Afinal, há pouco mais de um mês ela estava na minha barriga e eu estava naquela ansiedade de como seria o rostinho dela, o parto… Agora, teremos o registro mês a mês dessa transformação.

 

Quem quiser conhecer mais o trabalho da Nanda pode ver o site dela. Aliás, mamães, recomendo muito que vocês sigam ela no instagram também. Além de fotos lindas ela dá várias dicas bacanas pra quem tem filhos e fala sobre comidinhas, looks, achados e etc. Eu adoro!

Fotos: Nanda Castelo Fotografia