Tag Archives: gravidez

Vocês acompanharam minha viagem para fazer o enxoval e viram aqui no blog algumas das minhas opiniões sobre o que vale e o que não vale a pena comprar lá fora para o enxoval do bebê. Agora, a ideia desse post é te ajudar a pré-organizar as coisas que você comprou antes que você enlouqueça.

Se você viajou, certamente voltou com a mala cheia. Muita roupa, brinquedos, produtos de farmácia, higiene e etc. Tudo isso precisa de uma pré-organização antes da arrumação final. E eu vou contar pra vocês aqui como eu fiz isso lá em casa, com as coisas da Victoria.

Assumo que meu lado virginiano estava muito ansioso por esse momento. Sou do tipo que gosta de arrumar as coisas, então, não pensei duas vezes: peguei minha etiquetadora e coloquei a mão na massa.

Roupas: Sem dúvida esse é o item mais complexo na hora de você pré-organizar. São muitas peças, de tamanhos diferentes, estilos diferentes e que poderão (ou não) ser usadas agora ou só daqui a um ano ou mais. O que eu fiz foi:

  • Separar as roupas de 0-6 meses / 6-12 meses / 12+ meses
  • Lavar e passar as roupas de 0-6 meses
  • Colocar em dois sacos separados as peças de 6-12 meses e 12+ meses e colocar no vácuo
  • Separar as roupas de RN pra colocar na cômoda
  • Preparar os kits da maternidade (assunto para outro post)

Basicamente esse foi o passo a passo das roupinhas. Separei por idade e só deixei lavado aquilo que já vai começar a ser usado. As peças de 6+ meses eu embalei a vácuo (usei esses sacos aqui) e vou deixar para lavar mais pra frente quando ela começar a usar de fato esses itens. Coloquei no vácuo para ocupar menos espaço no armário e para deixar as coisas guardadinhas e compactas. Etiquetei (uso essa etiquetadora aqui) cada um dos sacos para não fazer confusão depois na hora de tirar para lavar e pronto. Deixei tudo já pré-organizado.

(Foto: Hello Baby Brown)

Lençóis, paninhos, fraldas, mantas e toalhas: Trouxe muitas dessas coisas dos EUA, então já deixei tudo separadinho também e vou começar a lavar aos poucos, dando prioridade aos itens de recém-nascido como toalhas-fralda, paninho de boca e ombro e pelo menos 2 jogos de lençol para o berço. O resto posso ir lavando aos poucos e guardando no armário.

Sapatinhos e meias: Victoria não tem muitos sapatos, pessoalmente, não acho isso um problema. Por isso, separei os sapatinhos de tricô (que provavelmente serão usados nos primeiros meses) do resto. Fiz o mesmo com as meinhas. Peguei as menores, já vou lavá-las e deixar separadinhas em um lugar para que possam ser usadas durante esses primeiros meses em que a criança/bebê usa pouco sapato.

Algumas dicas sobre como lavar a roupa do recém-nascido: Lavar com sabão neutro (como sabão de côco ou Ola Bebê, por exemplo), evitar amaciantes por causa do cheiro forte, não misturar com as roupas do resto da família, usar – principalmente no inicinho – um balde e bacia separados para o bebê, lavar as roupas na mão (isso pode ser excesso de frescura, se optar por lavar na máquina, faça uma lavagem da máquina/autolimpeza sem nada antes), utilizar o cestinho para roupas delicadas na máquina para evitar que peças pequenas se percam ou entrem na máquina, tirar MUITO bem o sabão de cada peça, enxaguando várias vezes para que não fique nenhum resíduo de química nas roupinhas. Atenção: Não utilize alvejantes, sabão em pó comum ou removedor de manchas.

A recomendação é que você comece a lavar as roupinhas do bebê com mais ou menos 32 semanas, ou 7/8 meses. Assim pode fazer tudo com calma e deixar arrumadinho antes do fim da sua gravidez. Se você quiser, pode embalar as coisas em sacos plásticos ou fronhas limpas e já deixar arrumadinhas nas gavetas e no armário para que elas não peguem poeira até o momento do neném chegar. É exatamente isso que estou fazendo.

Produtos de higiene/limpeza: Separe tudo aquilo que é de banheiro e já abra espaço no banheiro que o bebê vai usar para deixar as coisinhas dele armazenadas ali. Eu consegui arrumar esses itens praticamente assim que voltei de viagem, mas a parte de higiene que vai para o trocador, por exemplo, eu ainda não separei. Por isso, acho que o plano aqui é você pensar no que vai precisar nesse primeiro momento. Se você já comprou itens para armazenar, ótimo. Se não comprou, já deixe algumas fraldinhas RN compradas, pomada, algodão e potinhos para fazer a troca de fraldas do bebê. O shampoo e sabonete adequados são muito importantes também. Eu optei pelo shampoo/sabonete corporal da Cetaphil, que comprei lá fora, pela fralda Pampers Premuim Care que foi a sugerida pelas mamães que eu perguntei, pelas pomadas A+D e Desitin, que também trouxe de viagem. Já tenho tudo mais ou menos organizado, só falta colocar na cômoda dela. Para levar para a maternidade, separei algumas fraldas RN e P, tubinhos de pomada e até um lencinho umedecido feito 99,9% de água que comprei lá fora. A minha maternidade não pede essas coisas, mas sendo quem eu sou, estou levando. Estou levando também tesourinha de unha e escova de cabelo. Ah! Estou levando 3 chupetas com bicos diferentes e 1 mamadeira pequena. Não pretendo usar a mamadeira, mas, é melhor prevenir do que remediar né?!

Resultado de imagem para arrumando as coisas do bebe(Foto: Westwing)

Itens de cozinha: Aqui foi a mesma coisa. Antes mesmo de viajar para Miami abri um espaço dentro de um dos meus armários da cozinha para colocar as coisas da Victoria e quando cheguei de viagem foi ótimo já ter feito isso. Todos os potinhos, pratinhos, colheres, a máquina de papinha e coisas do tipo ficaram guardados ali. Como esses são itens que provavelmente não vou usar tão cedo, cobri tudo com um plástico para evitar que fiquem pegando poeira ou gordura. Conforme eu for sentindo necessidade, vou tirando as coisas dali, esterilizando e colocando para o uso.

O próximo passo agora é realmente começar a arrumar os armários e sair da fase de pré-organização para a fase de arrumação final. Mal posso esperar! =)

Esse video é suuuuper especial pra mim e apesar de ser bem pessoal achei que valia compartilhar com vocês essa emoção que foi contar para os nossos amigos e familiares que eu estava grávida e que a Victoria estava chegando. Conseguimos gravar vários momentos, várias pessoas e como a gente contou pra todo mundo sobre a minha gravidez. Então, nesse video, reuni essas gravações pra que elas não se percam e para que a gente fique sempre com essa lembrança tão legal.

Edição: Julia Zettel (juliamzettel@gmail.com)

Só pra vocês entenderem: contamos para os nossos pais no Natal. Eu e o Alexandre temos pais separados, então, contamos para cada um deles separadamente. Esperamos o fim da troca de presentes e fingimos que tínhamos esquecido de um presente pra eles. Com os nossos amigos, contamos em partes também. Em duas situações eu fingi que íamos tirar uma foto e estava filmando a reação de todo mundo e na outra, reunimos vários amigos em casa e mostramos o vídeo da ultra. Foi muito legal!

Eu amei reunir tudo em um só lugar e guardar essa recordação (e choro todas as vezes que eu vejo! hahahah). Muito legal ver a reação das pessoas né? Se vocês gostaram, não esqueçam de curtir no joinha e de se inscrever no canal para assistir aos videos primeiro e ter acesso a conteúdo exclusivo. Cliquem no sininho para receber notificação sempre que tiver video novo!

Acho que muitas mamães de primeira viagem, como eu, se perguntam isso quando resolvem fazer o enxoval lá fora. A gente sabe que no Brasil os impostos são altíssimos e por isso os produtos ficam bem mais caros. Claro que tem que colocar no papel o quanto se gasta na viagem em si com passagens, alimentação, seguro, carro e hospedagem, mas ainda assim, acho que o enxoval nos EUA vale muito a pena.

Ok, até ai, não falei nenhuma novidade. Se não valesse tanta gente não ia para fora comprar, certo!? Pois é, mas o que realmente vale comprar lá fora e o que você pode deixar para comprar aqui? Alguns produtos são iguais e tem preço muito similar e outras coisas você encontra aqui com preços até melhores… Fiz um quadrinho, baseado na minha viagem, no meu enxoval e na minha opinião, que acho que vai ajudar bastante na hora de decidir o que comprar lá e o que comprar aqui.

enxoval nos eua vale a pena

Uma outra dúvida que eu tive quando comecei a pensar no enxoval foram as coisas que de fato valiam a pena comprar nos EUA nas lojas físicas x nas lojas online. Como vocês sabem, fiz o enxoval com a ajuda da Mommys Concierge, o que já é uma mão na roda, e elas recomendam algumas compras pela internet para garantir o produto específico que você quer e/ou para que você tenha mais opções de modelos, cores, estampas…

Além disso, na internet é possível que você encontre algumas promoções legais que fazem valer o valor que você gasta com o IOF e com uma possível cobrança do hotel no recebimento dos pacotes.

O que eu comprei pela internet: Bomba de leite, termômetro digital, babá eletrônica, boia de praia/piscina, Desitin roxo (bisnagas e pote), protetor solar infantil (creme e bastão), kit de meias, vitaminas (pra mim), remédio de azia (pra mim), cabides de veludo, tapete de atividades e algumas roupinhas da Ralph Lauren e da Oskosh.

Por que valeu a pena? Primeiro porque grande parte disso uma outra pessoa trouxe dos EUA para a gente, ou seja, não entrou na nossa cota. E já que ela ia trazer, o mínimo que podíamos fazer era mandar entregar no hotel dela, né?! Segundo porque algumas dessas coisas estavam super em promoção na Amazon como os protetores solares, os cabides, as meias e o Desitin. Então valeram muito a pena e sairam beeeem mais barato do que comprar nas lojas físicas lá. E isso eu comprovei quando estava lá.

enxoval nos eua vale a penaO que eu comprei na internet que não valeu a pena? Nada. As únicas compras de roupa que eu fiz pela internet foram no President´s Day, numa promoção da Oshkosh e agora, depois de voltar de viagem umas coisinhas que faltaram na Ralph Lauren. As peças da Oskosh estavam bem baratas e até acho que valia a pena, mas eu podia ter comprado na loja diretamente que daria praticamente no mesmo (ou ficaria até mais barato por conta dos descontos que as meninas do Mommys Concierge tem em algumas lojas). As roupinhas da Ralph Lauren eu comprei porque além dos descontos do site (+ frete grátis) nas lojas físicas não achei tantas opções como no site, e não achei os preços tão bons também. Além disso, eram coisas que eu queria muito e que não comprei em outras lojas na viagem.

As lojas que fui durante a viagem foram:
Roupas: Carters, Oskosh, Gap, H&M, Janie e Jack Outlet, Ralph Lauren, Tommy Hilfigher, Ross, Pili Carrera (caaaara!), Nini e Loli e Gymboree.
Produtos: Babies r Us, Buy Buy Baby e Nini e Loli.

Lembrando que tudo que está escrito aqui é referente a minha experiência, meu enxoval, minhas compras e claro, os valores do período em que eu viajei para comprar que foi agora, em maio de 2017.

enxoval nos eua vale a penaResumo da história: se você pode e quer ir aos Estados Unidos fazer o seu enxoval, sim, essa é uma viagem que vale a pena. Entenda que você vai comprar roupas e produtos para os próximos 12 a 18 meses e gastar uma grana forte de uma única vez. Provavelmente se fizesse o mesmo no Brasil, iria gastar mais dinheiro mas não seria de uma vez só e você poderia parcelar. Por isso, decidir se essa é uma viagem interessante para você depende muito de pessoa para pessoa, de cada casal, da disponibilidade financeira que vocês tem… tem que pensar bem, com calma, colocar todas as despesas no papel e ver se interessa pra vocês.

Se você não pode ou não quer fazer isso, não se preocupe. Você tem a vantagem de poder ir comprando as coisas aos poucos por aqui, parcelar tudo e gastar conforme a necessidade. Sim, algumas coisas aqui são mais caras, mas pelo menos você não terá a despesa da viagem, não precisará desapegar de uma grana alta de uma única vez e certamente poderá parcelar suas compras.

E vocês? O que acharam que valia realmente comprar aqui e o que valia comprar lá? Deixem aqui nos comentários e vamos ajudar as outras mamães que estão pesquisando sobre o assunto.

Opaaaaa! Antes tarde do que nunca. Atrasei mas consegui gravar o video do meu 5º mês de gravidez. Contei pra vocês como foi esse mês, e acho que esse foi o mês que senti as maiores mudanças da gravidez.

Falei isso no vídeo anterior, mas tô amando fazer esse companhamento por aqui, mesmo que não seja tão em tempo real quanto eu gostaria. Pelo menos fica o registro pra sempre e vocês conseguem acompanhar mais de perto tudo que está acontecendo comigo, conseguem me dar dicas (e eu espero que eu consiga passar algumas também!) e claro, conseguimos manter essa relação mais próxima. Adoro!

Edição: Julia Zettel (juliamzettel@gmail.com)

Curtiram? Você também tinham essas coisas quando estavam grávidas de 5 meses? Pessoalmente, tô me achando uma grávida ótima. Quase sem sintomas, sem “defeitos”, sem estresse… vamos acompanhando tudo e quem ainda não viu, aqui no blog e no canal tem o video falando sobre o 4º mês e sobre o primeiro trimestre.

Se você gostou, não esqueça de curtir o video e de se inscrever no canal, quem tá inscrito assiste sempre primeiro e tem acesso a conteúdo exclusivo. E claro, cliquem no sininho para receber as notificações de videos novos. Agora, estamos postando toda semana um novo video para vocês! =)