drenagem linfática na gravidez coisas que amamos vanessa metzQuem acompanhou a minha gravidez, notou que durante toda a segunda metade da gestação eu fazia, religiosamente, toda semana pelo menos uma sessão de drenagem linfática. Eu comecei a inchar muito a partir da 20ª semana e a drenagem foi, sem dúvidas, uma salvação pra mim.

Fiz as minhas sessões de drenagem com Gabi, fisioterapeuta que trabalha no consultório da Dra. Vanessa Metz. Ela me acompanhou antes do meu casamento, durante todos esses anos e agora, claro, não poderia ser diferente. Ela realizou todas as sessões de drenagem em mim durante a gravidez, e segue fazendo agora que a Victoria já nasceu.

Conversei com a Dra. Vanessa e pedi para ela explicar um pouco mais sobre a drenagem e a importância dela na gravidez.

“No organismo da grávida há um grande aumento da circulação sanguínea para dar a oxigenação necessária para a placenta e para o bebê. Por isso, é natural que as grávidas fiquem mais inchadas. Além da circulação feita pelas artérias e veias, há também o sistema linfático. Esse sistema ajuda a tirar o excesso de impurezas do organismo. Quando a volemia aumenta, aumenta também o extravazamento da água dos vasos e veias e o sistema linfático capta essa água para liberar na urina”, explicou.

Minhas maior queixa era o inchaço nas pernas e pés, e a Dra. Vanessa explicou que isso é super comum e que essas são as regiões que costumam ficar mais inchadas mesmo. Que a drenagem só não pode ser realizada na região abdominal, exatamente porque essa parte precisa de mais liquido para dar oxigenação ao bebê.

Vale lembrar que esse procedimento tem que ser feito por uma pessoa especializada e que tenha orientação para drenar gestantes.

Eu, que antes de engravidar, achava essa coisa de drenagem a maior bobeira, paguei a língua e fiquei viciada. Não só pelos benefícios imediatos como alivio do inchaço e até da dor, mas também pelos benefícios estéticos. Afinal, a drenagem faz você liberar os líquidos e com isso você dá uma reduzida no tamanho né?!

Outro dia recebi um pacotão mara de coisas da assessoria da N21, aquela marca super bacaninha que é vendida exclusivamente na Drogasmil, Tamoio e Farmalife. Entre as mil makes que eu recebi estava essa água micelar e esses discos de algodão. Obvio, que não pensei duas vezes e corri para testar né!?

Estou usando há um mês sem parar, seja para tirar a maquiagem no final do dia ou para dar aquela limpadinha mais profunda depois do banho. Fiquei muito satisfeita nos dois casos. Ela funciona bem pra limpar a pele e tirar a maquiagem e também é ótima para dar aquela finalizada na pele depois de lavar o rosto.

(Depois de lavar o rosto com sabão, ele ainda remove as impurezas mais profundas)

Se eu estiver usando uma maquiagem mais básica, de dia a dia, um disco úmido resolve o problema. Uso ele frente e verso e ele consegue remover a maquiagem toda. Bem bom. Ou seja, você não precisa nem de muito algodão e nem de muito produto para conseguir um bom resultado. Ponto para a aguinha.

Com relação ao disco de algodão, gostei muito do fato dele ser macio e não se desfazer ou “soltar os fios”. Já usei alguns que depois de molhados começam a se despedaçar e outros que soltam fios. Bem desagradável. Esse é exatamente o oposto. Ele é super macio e fica intacto mesmo depois de molhado com o produto.

No geral fiquei muito satisfeita e recompraria tanto a água quanto o algodão. Inclusive, estou pensando seriamente em comprar lotes desses discos de algodão para os primeiros meses de vida da Victoria. Acho que deve ser melhor usar isso que aquelas bolinhas né?!

Onde comprar? Ganhei da assessoria, mas vende na na Drogasmil, Tamoio e Farmalife.
Quanto? Água micelar: R$25,90 | Discos de algodão: R$5,90.

coisas que amamos alimentação na gravidezDesde que descobri que estava grávida bateu aquela angústia de não engordar loucamente e virar um botijão de gás. Sou baixinha, já estava acima do peso quando engravidei e não queria penar loucamente no pós-parto (seja ele o tempo que for) para voltar ao meu peso ideal.

Minha primeira medida foi ir na nutricionista. “Dieta” passada comecei a seguir com a vida. Uma semana depois, comecei a sentir a gravidez, de fato. Não, eu não enjoei nem um único dia até hoje, porém, aparentemente os hormônios da gravidez estão me fazendo amar doces loucamente, coisa muito estranha dado que eu nunca fui muito dos doces.

De uma consulta para a outra no obstetra, em apenas um mês, eu tinha engordado 2,5kg. Fiquei enlouquecida. Sim, eu estava comendo um pouco mais porque sentia fome, e os doces, por mais que eles não tomassem conta de mim, eles estavam presentes diariamente na minha dieta. Sim, a minha, porque a da minha nutri era cheia de doces mais “fits”.

Pânico! Surtei que com menos de 3 meses de gravidez eu tinha engordado tanto e resolvi fazer uma dieta de verdade, claro, que com bom senso. Cortei um pouquinho das quantidades, tentei me controlar nos exageros e suspender os doces. Ufa, na consulta seguinte eu tinha perdido 1,5kg.

Dai em diante, foi ladeira abaixo. A partir do 4 mês comecei a sentir uma fome de leão. Uma coisa surreal, de outro mundo. Sério, não tem explicação. Parece que tem um buraco na minha barriga. Eu como, como, como e logo em seguida sinto fome. Pra não exagerar comecei a carregar frutas para cima e para baixo, comer queijinhos e andar com tapiocas prontas na bolsa. Sim, sou dessas que prefere andar com peso que ficar com fome.

coisas que amamos alimentação na gravidezResultado: Fui na nutricionista novamente e em quase 6 meses de gravidez engordei 6kg. Não era exatamente o meu plano inicial, mas posso falar uma coisa? As pessoas que me conhecem, acham que eu só engordei na barriga, tem gente que nem percebe que eu estou grávida se não olhar pra pança e eu ainda não estou me sentindo enorme de gorda, mas claramente já vejo que o meu corpo mudou muito (e não estamos apenas falando da barriga aqui!). De qualquer forma, sei que daqui pra frente vai ser muito pior então, quero segurar a onda sempre que possível.

Não quero engordar muito, mas tampouco quero ficar na neura com isso. Então, estou me permitindo comer as coisas que eu tenho vontade com alguma moderação ou melhor, com bom senso. Acho mais saudável ficar mais gordinha e matar minhas vontades e desejos, do que ficar neurótica agora. Aliás, se tem uma coisa que eu aprendi bem é que nenhum tipo de neurose vale a pena quando você está grávida.

Com vocês como funcionava essa coisa de alimentação e gravidez? Grávidas e ex-grávidas, contem seu relato por aqui, por favor. Quero saber como vocês lidam com isso!

Contei pra vocês aqui no blog sobre os creminhos que eu estou usando agora na gravidez e sobre os cuidados que eu estou tendo com a minha pele durante esse período e uma coisa legal é que tenho tido a oportunidade de testar e experimentar vários cremes relacionados ao assunto.

Um pouco antes de viajar, meu Mustela acabou e eu resolvi usar um creminho que ganhei da minha dermato, Dr. Vanessa Metz: o Umiditá Gestante. Foi praticamente amor a primeira passada. O creme tem um cheiro super suave e desliza maravilhosamente bem. Quer coisa melhor?

O que a marca fala: “UMIDITÁ® GESTANTE é um hidratante funcional desenvolvido para uso durante a gestação, período em que a pele sofre rápido estiramento e pode apresentar estrias.  UMIDITÁ® GESTANTE contém em sua formulação componentes lipídicos semelhantes aos da pele, que atuam preservando a umidade e restaurando a barreira cutânea na medida em que a pele se modifica durante a gravidez.   Sua formulação é fácil de espalhar, formando um filme uniforme que mantém uma hidratação prolongada. UMIDITÁ® GESTANTE contém ainda em sua formulação a vitamina E, que atua como antioxidante, e a alantoína, que atua na renovação celular. O uso diário de UMIDITÁ® GESTANTE melhora a elasticidade e a textura da pele, atuando como adjuvante na prevenção de estrias. UMIDITÁ® GESTANTE é hipoalergênico”

Querem saber uma outra coisa que eu adoro nele? Eu costumo usar pela manhã e quando tomo banho a noite, sinto que o hidratante ainda está lá sabe? Tipo, fica realmente atuando o dia inteiro no meu corpo. Eu passo nos seios, barriga, ancas, costas e quadril, e acho que um pouco só do produto rende bastante. Acho excelente isso.

Agora que a minha barriga está bem grandinha e cresce a cada dia, tenho que ficar muito atenta com isso. Então, adorei conhecer mais um creme para ajudar a manter o corpitcho em dia e sem marcas.

Ah! Tô usando o de pernas e pés cansados também, mas como tem pouco tempo que comecei a usar ainda não posso falar nada sobre ele. Se vocês quiserem, mais pra frente faço resenha. Me contem aqui!

Onde comprar? Aqui (super promo!), aqui e aqui.
Quanto? De R$60, na promoção, até R$131.