coisas que amamos alimentação na gravidezDesde que descobri que estava grávida bateu aquela angústia de não engordar loucamente e virar um botijão de gás. Sou baixinha, já estava acima do peso quando engravidei e não queria penar loucamente no pós-parto (seja ele o tempo que for) para voltar ao meu peso ideal.

Minha primeira medida foi ir na nutricionista. “Dieta” passada comecei a seguir com a vida. Uma semana depois, comecei a sentir a gravidez, de fato. Não, eu não enjoei nem um único dia até hoje, porém, aparentemente os hormônios da gravidez estão me fazendo amar doces loucamente, coisa muito estranha dado que eu nunca fui muito dos doces.

De uma consulta para a outra no obstetra, em apenas um mês, eu tinha engordado 2,5kg. Fiquei enlouquecida. Sim, eu estava comendo um pouco mais porque sentia fome, e os doces, por mais que eles não tomassem conta de mim, eles estavam presentes diariamente na minha dieta. Sim, a minha, porque a da minha nutri era cheia de doces mais “fits”.

Pânico! Surtei que com menos de 3 meses de gravidez eu tinha engordado tanto e resolvi fazer uma dieta de verdade, claro, que com bom senso. Cortei um pouquinho das quantidades, tentei me controlar nos exageros e suspender os doces. Ufa, na consulta seguinte eu tinha perdido 1,5kg.

Dai em diante, foi ladeira abaixo. A partir do 4 mês comecei a sentir uma fome de leão. Uma coisa surreal, de outro mundo. Sério, não tem explicação. Parece que tem um buraco na minha barriga. Eu como, como, como e logo em seguida sinto fome. Pra não exagerar comecei a carregar frutas para cima e para baixo, comer queijinhos e andar com tapiocas prontas na bolsa. Sim, sou dessas que prefere andar com peso que ficar com fome.

coisas que amamos alimentação na gravidezResultado: Fui na nutricionista novamente e em quase 6 meses de gravidez engordei 6kg. Não era exatamente o meu plano inicial, mas posso falar uma coisa? As pessoas que me conhecem, acham que eu só engordei na barriga, tem gente que nem percebe que eu estou grávida se não olhar pra pança e eu ainda não estou me sentindo enorme de gorda, mas claramente já vejo que o meu corpo mudou muito (e não estamos apenas falando da barriga aqui!). De qualquer forma, sei que daqui pra frente vai ser muito pior então, quero segurar a onda sempre que possível.

Não quero engordar muito, mas tampouco quero ficar na neura com isso. Então, estou me permitindo comer as coisas que eu tenho vontade com alguma moderação ou melhor, com bom senso. Acho mais saudável ficar mais gordinha e matar minhas vontades e desejos, do que ficar neurótica agora. Aliás, se tem uma coisa que eu aprendi bem é que nenhum tipo de neurose vale a pena quando você está grávida.

Com vocês como funcionava essa coisa de alimentação e gravidez? Grávidas e ex-grávidas, contem seu relato por aqui, por favor. Quero saber como vocês lidam com isso!

top 5 hamburguerias do rioSe tem uma coisa nessa vida que eu gosto é de comer junk food. Não tenho culpa sobre isso… sou dessas que não pode ver um cheeseburguer que vai a loucura. Por conta desse pequeno vicio prazer já experimentei diversas hamburguerias aqui no Rio. Hoje, resolvi falar um pouco sobre as minhas preferidas e o porque eu gosto tanto delas.

TT Burger: Não adianta, entra ano e sai ano o TT continua sendo, disparado, o meu hambúrguer preferido no Rio. A carne vem sempre no ponto perfeito (você que escolhe, inclusive), o pão de batata doce é macio, o molho especial da casa tem um sabor que faz toda diferença no conjunto e o ketchup de goiabada é uma coisa de outro mundo. Outra coisa “boba” que eu adoro e que, na minha opinião, faz toda diferença é o marketing deles. As embalagens são muito legais, a decoração das lojas, a forma como eles se comunicam com o cliente… Ah! Pra dar mais um ponto pro TT ele ainda tem o selo da familia Troisgros (? Claude) e da marca Reserva. Enfim, sou suspeita para falar porque sou fã numero 1 do hambúrguer de lá. Recomendadíssimo. | Preço médio: R$32 | Acesse o site.


Madero:
A hamburgueria curitibana já está no Rio há algum tempo, mas apenas no final do ano passado tive a oportunidade de experimentar. E que delicia que é o hambúrguer… super saboroso e molhadinho. Mas assumo que o ponto alto, na minha opinião é a batata frita com aquele molhinho delicioso. Poderia comer essa batata todos os dias. Nunca comi outra coisa por lá mas o cheeseburguer é bem gostoso. Vale a pena. | Preço médio: R$33 | Acesse o site.

Meating: Essa foi uma das primeiras hamburguerias que me deixou apaixonada no Rio. Diferente da maioria, eles oferecem cinco tipos de hambúrgueres. O que mais gosto é o que tem maionese de bacon. Muito delicioso. Ela da um sabor super diferente e deixa a carne molhadinha. Outro diferencial é o preço um pouco mais baixo que a maioria. | Preço médio: R$ 27,90 | Não tem site.

Hell’s Burguer: Acho que esse é um dos hambúrgueres mais famosos do Rio. Ele foi o que deu o pontapé inicial nessa “modinha” de homemade burgers que tem explodido no Rio. Ele é uma explosão de sabores e é um baita hambúrguer. Preparem-se e cheguem com fome. O hambúrguer clássico deles é com carne de costela e por isso fica super suculento. Outro ponto fortissimo, é a geleia de bacon, que é de cair o queixo. | Preço médio: R$24 | Acesse o site.

Almoço light do dia! ?? #hamburgueriadaalfandega #foodporn #junkyfood #dietaja #vaigordinha #projetojo

Uma foto publicada por Nathalia Tosto | CqA (@coisasqueamamos) em


Hamburgueria da Alfândega:
Essa é praticamente novidade. Abriu no final do ano passado no Centro do Rio, e eu, pra variar, não perdi a oportunidade de experimentar. Eu adorei o hambúrguer. O preço é bom, o sabor também e eles tem uma maionese de bacon (paga a parte) que é de lamber os beiços, mas assumo, que as batatas rústicas conquistaram meu coração e fizeram toda diferença na minha experiência por lá. O preço, em geral, é menor que os outros, mas no custo final com batata e bebida, fica quase igual. | Preço médio: R$20 | Não tem site.

Sei que ainda faltam muuuuitas hamburguerias na cidade para experimentar, mas eu prometo fazer o “esforço” de provar o máximo possível e ir atualizando esse post aqui com as minhas novas (ou não) preferencias, ok?

E vocês? Algum hambúrguer imperdível para me indicar? Sugerem algum lugar para que eu possa seguir na minha busca pelo hambúrguer perfeito? Deixem aqui nos comentários que vou amar seguir as orientações/dicas de vocês.

img_6767Opa! Mais uma receita low carb deliciosa praqueles, que como eu, estão na eterna luta contra a balança. Assumo que fiz essa receita meio que da minha cabeça, e gostei bastante do resultado final. Ficou leve, gostosa e a cara (e gosto) de uma lasanha “de verdade”.

Fica a dica de uma receitinha magra e gostosa. Anota ai:

Você vai precisar de:

  • Pupunha fresco cortado como massa de lasanha
  • Carne moída + Molho de tomate = Molho a Bolonhesa
  • Muçarela light
  • Cottage
  • Parmesão (só um pouquinho pra gratinar).
  • Cebola
  • Azeite
  • Sal para temporar
  • Creme de leite (opcional)

img_6766Como fazer:

Monte a lasanha começando com um pouquinho de molho a bolonhesa. Coloque a primeira camada de palmito por cima, fatias de muçarela light, mais um pouco de molho a bolonhesa, a massa de palmito novamente… Repita esse procedimento quantas vezes forem necessárias até chegar a última camada, que será finalizada com o molho branco de cottage e o parmesão por cima para gratinar. Leve ao forno médio até que o queijo fique gratinado e douradinho.

Molho Branco de Cottage: refogue um pouco de cebola com azeite em uma frigideira e derreta o cottage até virar um molho. Tente amassar os pedaços de queijo para que ele fique bem derretido e liquido. Se quiser, acrescente um pouco de creme de leite para deixar o molho mais cremoso.

Hmmmmm! Pode acreditar, fica delicioso e super levinho. Uma ótima pedida para quem está com desejo de comer uma coisa gorda mas não quer sair tanto da dieta. Mata super a vontade da massinha. Vai por mim!

dieta congelada keep light opinião cardapio 8Bom, acho que não tenho tanta propriedade assim para falar sobre esse assunto que são as tão faladas dietas de comida congelada. Mas na semana passada me rendi “a moda” e me entreguei a cinco dias de dieta intensa com comidinhas congeladas.

Escolhi o programa de 800kcal da Keep Light. Escolhi esse programa pois era uma dieta mais intensa e de apenas 5 dias. Sabia que no final de semana seria mais difícil (ou sendo sincera, impossível) conseguir seguir a dieta pois eu viajei, então, o de 5 dias seria perfeito para mim. A minha ideia era dar uma secadinha antes da viagem e perder uns 2kg, pelo menos.

Assumo que a coisa que mais me assustava nessa dieta que eu escolhi era o tal liquid day. Um dia inteiro a base de líquidos (sopas, consomes e sucos). Para uma pessoa morta de fome como eu, isso é algo realmente complicado (e apavorante!). Outra coisa que me deixava um pouco tensa eram os pratos que eu não curtia muito no cardápio. Claro que quando eu comprei as comidas eu já sabia o que ia comer, mas mesmo assim estava um pouco nervosa de não conseguir comer as coisas que eu não gosto muito. De qualquer forma, fui em frente e comi tudinho (com a fome que eu tava comia até pedra!)dieta congelada keep light opinião cardapio 4As comidas

No geral achei tudo bem gostoso. Eles tentam variar bem o cardápio pra ninguém enjoar, mudam bastante os alimentos, fazem lencinhos bem gostosos e colocam doces deliciosos para os doce maníacos. Eu que nem curto tanto, gostei.

Enfrentei bravamente os pratos que eu não curtia e comi tudinho. O liquid day, foi sem dúvidas, o dia mais difícil, mas acho que muito porque como eu não curto muito doces, passar o dia tomando suco e ter somente duas refeições salgadas são brabeira.

dieta congelada keep light opinião cardapio 5O cardápio

Esse foi o meu cardápio com café da manhã, lanche, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia. Logo no primeiro dia eu pulei o lanche da manhã pois tomei café mais tarde e acabei tomando dois sucos a tarde. Funcionou bem pra mim e não acho que tenha afetado a dieta.

Como eu falei, acho que eles são bem criativos e conseguem variar bastante os pratos. Claro que para manter uma dieta de 800kcal não vem muuuita comida, mas em termos de sabor não dá pra reclamar. As proteínas como frango, hamburguer de salmão e filé, vem sempre acompanhadas de algum purê ou legume. No site, dá pra ver todos os detalhes, acompanhamentos e fotos da comida.

keep light dieta congelada 1A fome

O primeiro dia foi difícil gente. Ficar o dia todo no liquido não é mole, mas acho que eles fazem de propósito pois no início estamos mais focados (e acho que a reserva que eu fiz no final de semana ajudou! hahahah). No primeiro dia senti muita azia e queimação também, coisas que eu nunca sinto. Então, entranhei e achei que poderia ser do dia liquido.

Nos outros dias foi mais tranquilo, mas eu ainda senti fome. Acho que alguns de vocês acompanharam a minha semana no Snapchat (coisasqueamamos) e viram tudinho por lá. Claro que no final já sentia bem menos fome, mas ainda assim sentia alguma coisa, não posso negar. Como eu não sou muito ligada em doces, trocaria facilmente as ceias por mais quantidade de comida no prato do almoço e jantar. O mesmo serve para alguns lanchinhos doces como bolinhos, salada de fruta… preferia que fossem snacks salgados, mas isso é a minha opinião.

dieta congelada keep light opinião cardapio 2Os sucos e sopas do primeiro dia, o dia líquido.

Meu objetivo

Diferente da maioria das dietas, essa em especial, eu fiz única e exclusivamente para dar uma secadinha antes de uma viagem de final de semana. Não estava com planos de fazer uma reeducação alimentar, não estava achando que a minha alimentação ia ser diferente depois disso, estava apenas querendo perder uns kilinhos para um final de semana na praia.

O resultado

Nesses 5 dias seguindo a dieta a risca, sem nenhuma escapulida eu consegui emagrecer 3,300kg, que eu achei ótimo. Esperava até um pouco menos que isso. Não medi barriga, perna, quadril… mas senti diferença na balança e visualmente percebi algumas mudanças no meu corpo. Exatamente o que eu queria.

dieta congelada keep light opinião cardapio 6Pontos negativos

O preço alto, na minha opinião, é um dos principais pontos negativos. Cada refeição sai a R$13,90. O valor não é alto eu sei, mas se você parar para pensar que algumas você não come por algum motivo, outras você não pagaria para comer numa situação normal porque tem em casa (ou coisa do tipo) e etc, acho que acaba saindo carinho.

Outra coisa que eu não curti foi a tabela nutricional. E olha que eu não entendo absolutamente nada do assunto hein! Mas alguns pratos tem uma quantidade de sódio tão grande que chega a espantar.

Uma coisa que eu enviei para eles como sugestão e que me incomodou não ter, era a possibilidade de trocas e mudanças no cardápios. Não digo para eles autorizarem qualquer mudança, mas pelo menos permitirem que o consumidor troque 2 ou 3 pratos principais e 1 ou 2 lanches. Eles inclusive poderiam sugerir as opções de troca para que não fique super aberto para o consumidor. Enfim, fica a dica para eles.

A última coisa que eu não gostei foi que quase todos os dias que fiz a dieta (3 dos 5 pra ser mais precisa) eu tive muita azia e refluxo, coisa que eu nunca tenho. Imagino que isso esteja diretamente relacionado a alimentação. Nada grave, mas chatinho, sabem?!

dieta congelada keep light opinião cardapio 3Detalhes

Bom, eu comprei essa dieta no site da KeepLight (que entrega no Rio e em São Paulo). O meu pacote foi o de 5 dias (com liquid day) e custou R$415 (com o frete incluso). Não achei barato, mas atendeu a minha demanda muito bem.

As comidas vem congeladas e marcada com os dias exatos que você deve consumir aquele produto. Vem também o cardápio para você não errar a ordem das coisas e uma tabelinha de opções para troca (caso você não goste de alguma coisa do cardápio).

Para consumir eu costumava deixar do dia para a noite na geladeira e depois colocava em temperatura ambiente somente o lanche da manhã (caso ele não pudesse ser aquecido) para que as coisas não ficassem congeladas. Todas as refeições vem em embalagens que podem ir ao microondas  e muitas das comidinhas que vem podem ser aquecidas de outras formas como forninho e sanduicheiras.

Achei a quantidade de comida pequena, mas não fiquei surpresa dado que eu escolhi o pacote com a menor quantidade de calorias. Ainda assim, era tudo bastante saboroso, comidas variadas e gostosas, sem ser só aquela coisa de “comida de dieta”. dieta congelada keep light opinião cardapio 1Opinião geral

Não acho que esse dieta possa ser feita eternamente (até porque basta uma analisada na tabela nutricional para você ficar um tanto quanto espantado com a quantidade de sódio em alguns dos pratos), mas acho que pra quer dar uma secadinha com um objetivo específico, como foi o meu caso é uma boa opção.

No geral eu gostei muito e achei que atendeu as minhas necessidades. Quero experimentar essas dietas de outras marcas para ver se sinto diferença entre elas. Seja de quantidade de comida, sabor, variedade do cardápio, preço ou resultado final. E vocês? Já seguiram alguma dieta assim?