Eles surgem e transformam completamente nossas vidas! Ao nascerem, nasce em nós um amor inimaginável e todos os momentos passam a ser especiais (mesmo os mais inconvenientes). Seja menino, seja menina, seja mais de um, os bebês são verdadeiros “derretedores de coração” 😀 e enchem a nossa casa de alegria.

Como eles crescem (muito) rápido, o tempo parece voar e a dica é fotografar sempre que rolar uma pausa entre uma fralda e outra. Será uma tarefa divertida registrar algumas imagens do seu bebê, e ainda melhor quando rever as fotos e relembrar das histórias, dos detalhes, do cheirinho de neném.

– Os primeiros 15 dias

Os 15 primeiros dias de vida costumam ser os mais aconselháveis para fotografar com mais autonomia, diria, ainda, que o ideal seria do 7º ao 14º dia de vida, mas varia de criança para criança. Nesse período, os nenéns ainda estão bastante sonolentos e por isso fotografá-los dormindo deixa tudo mais íntimo.

Use a criatividade e abuse dos proprios sempre que possível, use acessórios e tenha em mente de manter o ambiente sempre quentinho e o mais confortável possível para a segurança do bebê.

Prefira fotografar em casa e prepare o ambiente, o fundo (vale até mesmo usar luzes de natal e desfocar bastante como fundo), escolha cores neutras e os objetos mais especiais (como o primeiro brinquedinho, o primeiro sapatinho…). Acredite na luz natural mas use uma lâmpada de apoio (com certa distância do neném) caso sinta necessidade.

Tenha sempre muita atenção ao que for utilizar, prefira roupinhas e cobertores de tecido macio e cuidado com a superfície onde apoiará o(a) pequeno(a), ela deve ser firme, não escorregadia, e ser feita de materiais que não contenham farpas nem nada cortante.

NUNCA tente fazer poses acrobáticas com seu bebê sem a ajuda de profissionais. Válido lembrar de ter muito cuidado com a cabecinha dele, que é a parte mais sensível do seu corpinho. Prefira sempre poses reais à poses criadas.

– Depois de 15 dias

Registre partes do corpo como o tamanho da mãozinha, do pé, os tufinhos de cabelo, a boquinha, o umbiguinho, as dobrinhas dos braços e das coxas. Aproveite um tempo juntinho do seu bebê e curta apreciar e fotografar esses detalhes, veja o quão pequenino(a) ele(a) é diante de você.

Nunca achei que um dia iria escrever esse post para o blog… por vários motivos, mas o principal deles é porque em geral eu não curto muito as fotos desses ensaios de grávida. Acho a recordação desse momento incrível, mas o resultado sempre acho meio nada a ver comigo.

Então apesar de amar fotografar e amar registrar todos os momentos, achei que quando chegasse a minha hora não iria fotografar. Mas para a minha alegria, a minha prima Camilla Cheade, fotógrafa profissional e parceira do blog, estava de passagem pelo Brasil e pode fazer minhas fotos, saindo desse lugar comum que eu não curto tanto e dando um toque que só ela consegue… me fazendo ficar completamente apaixonada pelas fotos e feliz da vida por ter topado mesmo fazer isso.

Agora senta que lá vem foto… já peço desculpas pois não consegui me conter e escolher apenas meia dúzia. Coloquei todas que eu mais amei aqui! =) Espero que vocês gostem também!

Antes que me perguntem: não fiz fotos de lingerie, em todas as fotos estou com roupas que eu uso no meu dia a dia ou com roupas que ainda cabem em mim. Não fiz apenas porque não quis. Acho bonito, mas optei por não fazer.

Créditos das roupas:
Look 1: Bata Zara + Short Motherhood
Look 2: Biquini Cia Marítima + Canga comprada na Tailândia
Look 3: Vestido Farm (antiiiiigo!)
Look 4: Top Zara + Saia preta da minha mãe hahahahah

Sei que sou muito suspeita para falar, mas as fotos ficaram lindas demais né? Eu pessoalmente amei. Elas seguem a linha “gestante” mas saem um pouco do lugar comum e daquilo que eu não curto tanto. Amei muito! Obrigada Camilla, as fotos ficaram um arraso. Muito melhores do que eu podia imaginar.

Espero que um dia a Victoria curta ver essas fotos, ver como os pais dela estavam ansiosos pela sua chegada, como a mãe dela estava enorme (eu estava com 31 semanas quando fotografamos) e como a gente se divertiu registrando esse momento tão especial pra gente, com a tia dela! =)

Fotos: Camilla Cheade Fotografia

camilla cheade fotografia nitidez dicas coisas que amamosUma das características mais importantes quando se avalia a qualidade de uma imagem está relacionada a sua nitidez. “Mas como eu consigo fazer uma foto nítida?”

Não é tão difícil quanto parece, basta colocar em prática algumas dessas dicas.

  1. Você vai precisar de uma boa lente

E sim, vai precisar investir um pouco mais em um equipamento melhor. Por exemplo, a lente do kit, aquela que normalmente se compra junto com a câmera, não é tão nítida como aquelas um tanto mais caras (explicada a diferença de preço). Porém, ter uma lente cara não significa que você vai tirar fotos nítidas, é preciso saber como usá-la. Por outro lado, se você souber usar bem a sua lente do kit, é possível obter algumas fotos nítidas.camilla cheade fotografia nitidez dicas coisas que amamos

  1. Velocidade mínima do obturador em 1/160

Não dá para confiar: sem tripé, nada de diminuir a velocidade do obturador. Isso porque é muito difícil nos mantermos completamente imóveis ao fotografar, até mesmo o movimento da respiração pode interferir na qualidade da imagem. Esse número pode variar dependendo da situação, uma vez que o tempo para fotografar um jacaré tomando banho de sol é completamente diferente do tempo para fotografar uma corrida de cavalos. É claro, também, que algumas pessoas conseguem fotografar com uma velocidade menor, assim como outras precisarão de velocidades ainda maiores, por isso é importante testar em qual tempo você se sente mais confortável para clicar.camilla cheade fotografia nitidez dicas coisas que amamos

  1. Cotovelos firmes

Existem algumas posições de apoio travando cotovelos e reposicionando as pernas que nos ajudam a manter a estabilidade do corpo ao clicar. É como se você fosse o seu próprio tripé e ficasse mais facilmente imóvel. Cotovelos bem próximos ao corpo e pés um pouco mais afastados um do outro são essenciais.camilla cheade fotografia nitidez dicas coisas que amamos

  1. Feche mais a abertura do diafragma

Se você resolveu comprar uma lente mais clara e está tentado a fazer fotos com aquele desfoque bonito, abrindo o diafragma em f/1.8, f/1.4, talvez seja melhor abandonar esta ideia para fotos nítidas. Ao fotografar nessas aberturas é muito fácil perder o foco, pois quanto maior a abertura, menos foco. Portanto, se a pessoa fotografada se mover apenas um pouco, mesmo que você tenha ajustado direitinho o ponto focal em seus olhos você provavelmente perderá foco. Procure clicar em torno de f/2.2 e f/3.2 mesmo quando fotografar apenas uma criança. Vá conhecendo e experimentando as possibilidades do seu equipamento.camilla cheade fotografia nitidez dicas coisas que amamos

  1. Seja gentil com o botão de disparo

Nada de pressionar muito rápido nem muito forte o botão de disparo da sua câmera. Além de poder danificar o equipamento, sua foto sairá um tanto borrada.

Lembre-se: não confie tanto na foto que você vê no visor da câmera logo depois que clicar. As fotos ali aparecem em tamanho menor e é muito difícil identificar se uma foto é ou não é nítida. Pratique a fotografia e sinta-se cada vez mais seguro para registrar belas imagens!

 

como usar bem o foco da sua máquina camilla cheade coisas que amamosPode apostar que em quase 100% das vezes que olhou uma foto você reparou primeiro onde tinha foco (se não ficou por ali um bom tempo olhando e depois foi procurar outras informações na imagem). Pois o ponto de foco é muito importante, mais importante ainda é fotografar consciente, almejando que a foto seja vista de acordo com a mensagem que queira passar.

É extremamente importante saber avaliar e mudar o seu ponto focal na fotografia, porque isso permite que você escolha o que está em foco e não a sua câmera.

como usar bem o foco da sua máquina camilla cheade coisas que amamos como usar bem o foco da sua máquina camilla cheade coisas que amamosA ideia não é mudar completamente para o foco manual. Eu, por exemplo, tiro fotos no foco automático, mas é legal saber escolher o seu ponto focal, e você pode fazer isso no foco automático. Lembrando que, dependendo do equipamento, a mudança do foco manual para o foco automático (e vice-versa) se faz ou no menu de configurações da câmera ou em um botãozinho na própria lente.

Para direcionar o seu ponto focal, coloque o “quadrado” ou “ponto” de foco no local escolhido para dar maior destaque. Pense na mensagem que quer passar, para que quem veja posteriormente a sua foto identifique imediatamente o que você quis comunicar. A dica para não perder o foco é ser capaz de ficar parado logo depois que definir o foco. A depender da abertura do diafragma o foco lentamente diminui quando você se afasta ou se aproxima de seu ponto focal.

como usar bem o foco da sua máquina camilla cheade coisas que amamos como usar bem o foco da sua máquina camilla cheade coisas que amamosOutra dica para fotografar pessoas é focar sempre no olho da pessoa. É importante que, ao tirar uma foto, o olho seja a parte mais nítida da imagem. Quando você está fotografando mais de uma pessoa, você deve escolher um dos olhos do assunto para se concentrar. Certifique-se de que a abertura da lente esteja em um número suficientemente alto para que ambos os objetos estejam em foco. Se seus fotografados não estão juntos e você quer destacar ambos, então basta diminuir a abertura.

como usar bem o foco da sua máquina camilla cheade coisas que amamosExperimente fazer fotos onde a pessoa está embaçada, mas um objeto não, dessa forma você não precisa se concentrar no olho. Essa é uma ideia boa para a prática de concentração nos detalhes. Às vezes, as imagens contam uma história melhor quando objetos estão em foco e as pessoas estão desfocadas. Para isso, procure fotografar com a lente mais aberta para captar um detalhe específico.

Camilla Cheade
www.camillacheade.com