Tag Archives: brasil

02
maio 2017

Yummy Tip: Azur

onde comer com vista no rio azur leblonTaí uma dica ótima para turistas, cariocas, gringos e pessoas que gostam de comer bem. Conheci o Azur há dois finais de semana e me encantei. Ele é mais um dos quiosques renovados da praia do Leblon, porém, com um diferencial: ele tem sua cozinha assinada por um renomado chef de cozinha. Pedro Artagão, o responsável pelos comes e bebes servidos no Azur, é também o dono de outros grandes nomes da culinária carioca como Irajá Gastrô (aquele do melhor e mais famoso bolo de chocolate do Rio), Formidable Bistrot e Cozinha Artagão. Sabem o que isso significa? Um lugar de muito boa comida!

Fui almoçar lá despretensiosamente depois de um pulinho na praia e que programa gostoso. Tão bom que voltei na Páscoa com a família. O local, nas duas ocasiões, estava cheio, claro, mas logo conseguimos uma mesa para sentar e começar a farra. O atendimento foi ótimo. Desde o momento de espera do lado de fora do quiosque até lá dentro quando já estávamos comendo. Todos, sem exceção, foram muito prestativos e eficientes. Exatamente, como eu acredito que tenha que ser o atendimento de um bom restaurante.

onde comer com vista no rio azur leblon onde comer com vista no rio azur leblonO cardápio é bem brasileiro e oferece muitas opções com frutos do mar. As comidinhas de balcão são carinhas, mas muito gostosas. Experimentamos os pasteis de siri, camarão e palmito (R$14/cada) e todos estavam ótimos. Para os pratos principais, escolhemos moqueca de peixe (R$140) e bobó de camarão (R$160), eu comi um pouco dos dois e posso falar, estavam deliciosos.

Só não vou dizer que achei os pratos caros, porque eles serviram muito bem 3 pessoas, ou seja, dividimos os dois pratos por seis pessoas e saímos todos muito satisfeitos. Em geral os pratos acompanham arroz branco, farofa de dendê e pirão. Os acompanhamentos são pequenos, mas os gentis garçons nos trouxeram aquele reforço quando o acompanhamento acabou sem cobrar a mais por isso. Mais um ponto para o restaurante.

onde comer com vista no rio azur leblononde comer com vista no rio azur leblonA carta de vinhos foi uma das únicas coisas que achamos que era um ponto negativo do lugar. Os vinhos são caros. O mais barato custa R$128. Sei que talvez a ideia do quiosque não seja receber jovens beberrões de vinho, mas podiam pesar um pouco menos a mão no preço das garrafas para segurar um pouco mais a clientela do almoço por lá… Fica ai a dica! hehehehe

Outro ponto negativo que pode facilmente ser mudado é a música que toca por lá. Na primeira vez ela incomodou pouco, mas na Páscoa estava nas alturas e tocando uma música meio bate-estaca, super nada a ver com o clima e com o ambiente do lugar.

Resumo da história: valeu muito a pena conhecer o Azur, experimentar a deliciosa comida e fazer esse programa tão gostoso. Espero que os governantes do Rio vejam como os cariocas são carentes de locais assim e continuem reformando e expandindo os quiosques da orla, da Lagoa Rodrigo de Freitas e criem mais áreas com espaço para uma boa comida e um ambiente super agradável com esse (aliás, o Jardim de Alah está alí doido para ser mais bem aproveitado hein!). Aprovadíssimo!

Serviço:
Quiosque Azur
Av. Delfim Moreira, S/N, Posto 11 | Leblon.

Sabe quando a gente se dá conta de que apesar de morar há anos na mesma cidade não conhece tanto dela quanto de muitos outros destinos no mundo que já visitou? As vezes me sinto assim e morro de vontade de fazer uma imersão maior no que o Rio tem para oferecer. Essa imersão não é só na cidade, mas também em locais próximos, cidades vizinhas, destinos bacanas… o Estado do Rio é lotado de cidades assim então fiz uma seleçãozinha de 6 destinos que valem a visita.

paraty coisas que amamos dica viagem viagens1. Paraty: Já falei sobre a cidade aqui no blog, mas acreditam que até o ano passado eu não conhecia? Aproveitei um feriadão e corri para conhecer. Posso falar uma coisa? AMEI! A cidade é uma gracinha, as praias são maravilhosas, os restaurantes incríveis… taí uma cidade que não pode ficar de fora da sua listinha.

Quando ir: Qualque época do ano é bom, mas como é de costume na região, durante o verão há mais possibilidades de chuva e no inverno, existem ondas de frio. Nada que te impeça de curtir a cidade. A época mais seca é de junho a setembro, mas fique atento as temperaturas que podem cair um pouco.

Onde ficar: Achei o centro histórico a melhor opção e recomendo que fiquem lá. Algumas sugestões de hotéis e pousadas: Pousada do Sandi, Casa Turquesa, Pousada Literária, Arte Urquijo, Pousada da Marquesa, Pousada do Ouro, Arte Colonial, Porto Imperial e Othon Vila del Sol (fora do centro histórico, porém pertinho).

búzios coisas que amamos dica viagem viagens2. Búzios: Vocês já sabem do meu amor por Búzios, mas minha recomendação é super legítima. A cidade é um dos balneários mais famosos do Brasil. E se você está no Rio e tem tempo de dar um pulo lá, não tem por que não ir. Praias lindas, agito para todos os gostos, alta gastronomia e fica só a 2h30 da capital.

Quando ir: Búzios vai bem em qualquer época do ano. Se eu pudesse indicar falaria para você evitar ir na época de férias e em grandes feriados. A cidade fica lotada e, na minha opinião, perde um pouquinho do charme. No verão tem aquelas chuvas no fim da tarde que passam rápido e no inverno pode esfriar um pouco. Mas nada que atrapalhe seus dias por lá.

Onde ficar: Pessoalmente, amo as hospedagens do Morro do Humaitá. Ex: Casas Brancas, Abracadabra, Byblos, e Doce Mar. Mas Geribá é famosinho e tem bons hotéis como Le Relais La BoraiPousada dos Gravatás, Pousada Chez Pitu e Pousada Marbella. Outras opções são: Vila Rasa Marina, Pérola e Insólito.

arraial do cabo dicas onde ficar o que fazer praias coisas que amamos 13. Arraial do Cabo: Foi uma re-descoberta deste ano. Eu ia quando era criança, mas não me lembrava de nada. Voltei lá para o aniversário de uma amiga esse ano e fiquei embasbacada com o mar. Não me lembrava de tanta lindeza. O turquesa mais turquesa que eu já vi no Brasil. Lindo demais. A cidade em si não é lá grandes coisas, mas vale muito a pena pelas praias.

Quando ir: Segue a linha de Búzios e qualquer época do ano é bom. Aqui eu daria uma recomendação extra: se puder procure ir nos dias de semana, você não vai se arrepender.

Onde ficar: A mais indicada é a Pousada da Prainha mas lá tem outras opções interessantes como Mediterrane Hotel, Varandas ao Mar, Capitão n´AreiaPousada do Capitão e  Caminho do Sol.

patropolis dicas coisas que amamos viagem viagens4. Petrópolis/Itaipava: Duas cidades da região serrana do Rio que são bem bacanas de serem visitadas. Petrópolis tem muita história pra contar, é o local do Palácio Quitandinha e um dos lugares mais buscados pelos turistas quem querem conhecer mais sobre a história do Rio. Itaipava, por sua vez, é uma ótima opção para se hospedar e comer bem. Minha sugestão aqui é: passe o dia em Petrópolis e hospede-se em Itaipava. Você não vai se arrepender. Ah! As cidades ainda ficam pertinho de Teresópolis que pode ser outra boa opção de passeio para o dia.

Quando ir: Qualquer época do ano é boa para ir pra serra, mas no inverno quando bate aquele friozinho fica ainda mais gostoso e você ainda consegue fugir das chuvas de verão e daquele calorão que faz por lá no início do ano.

Onde ficar: Em Itaipava tem muitos hoteis bacanas. Recomendo o Tankamana, Quinta da Paz, Parador SantarémPousada Les Roches e Pousada Tucano.

coisas-que-amamos-angra-dos-reis-35. Angra dos Reis: Vizinha de Paraty, Angra já é uma velha conhecida de muita gente. O local é repleto de praias lindas, ilhas paradisíacas, hotéis e condomínios de luxo e um ótimo lugar para ver e ser visto. Se você gosta de navegar Angra é o lugar certo para você. Alugue uma lancha e perca-se pelo mar da região. Vá até ilha grande, pule de praia em praia, visite os restaurantes badalados e se for do agito, curta as nights que acontecem por lá.

Quando ir: No verão. Sempre há chances de chuva, mas acho que é a melhor época para visitar Angra. Se quiser agito, os feriados e datas comemorativas são quando acontecem as maiores festas e eventos por lá.

Onde ficar: Alguns resorts que eu recomendo são: Portobello, Promenade Angra, Vila Galé Eco Resort, Porto Frade, Vila Galé, Angra dos Reis Boutique Hotel

Gostou? Tem mais alguma indicação de cidade bacana próxima ao Rio para conhecer? Deixe aqui nos comentários as suas dicas que na primeira oportunidade vou correr para aproveitar as dicas!

Ieiiiii! Mais um vídeo de viagem saindo do forno para vocês… dessa vez eu mostro um pouquinho dos meus dias nos Lençóis Maranhenses. Peguei um feriado emendado e fui curtir uns diazinhos por lá… Nada mal, viu?!

Contei nesse post aqui mais detalhes sobre a viagem. O que fazer, onde ficar, melhores restaurantes, os passeios, quando ir e etc.

Edição: Julia Zettel (juliamzettel@gmail.com)

E ai? Curtiram? Ficaram com vontade de conhecer? Eu assumo que o lugar me surpreendeu e ver aquelas lagoas cheias de água cristalina no meio do “deserto” foi uma grata surpresa. Sem falar no pôr do sol que é lindo de morrer.

Enfim, valeu super a pena e espero que esse vídeo junto com o post anime vocês a conhecer mais esse cantinho incrível do Brasil. E claro, se vocês gostaram, não deixem de curtir o vídeo e de se inscrever no canal. Quem tá inscrito assiste sempre primeiro e tem acesso a conteúdo exclusivo!

comissão booking hotel minicomissão real seguro minicomissão rentcars carro mini

img_6466Há pouco mais de 2 meses abriu um novo restaurante em Ipanema, o Pici. A ideia é ser uma trattoria italiana legítima. A cozinha é comandada pelo chef Thiago Berton, que já trabalhou na Espanha, além de ter passado pelo Maní e Lasai, aqui no Brasil. Aproveitei o aniversário da minha mãe pra ir conhecer esse resturante que tem dado o que falar aqui no Rio.

img_6465A comida estava apenas incrível. Se vocês são fãs de comida italiana como eu, vão enlouquecer. O chef só usa produtos super frescos e muitas coisas importadas diretamente da Itália. De entrada pedimos o prato de presunto de parma com buffala em massa folheada e estava dos deuses. Pedimos também os arancinis, que são aqueles bolinhos de risoto. Esses já não achei tão imperdíveis. Fiquei com muita vontade de comer a carne crua com trufas, mas como a minha mãe não curte muito deixei para uma próxima oportunidade.

img_6467 img_6468Para o prato principal não resistimos pedimos pratos diferentes para todo mundo poder provar tudo hehehe. Eu fui de massa e pedi o carro chefe da casa, o spaghetti carbonara. Achei muuuuito gostoso. Vem com a gema molinha em cima para você misturar no resto da massa. Alexandre e minha mãe pediram polvo e gnocci al pomodoro, que estavam muito gostosos também. Aliás, as massas são todas feitas manualmente no próprio restaurante e como já era de se esperar são deliciosas e desmancham na boca.

img_6469 img_6473 img_6470Como era aniversário rolou uma sobremesa também, afinal, ninguém é de ferro, não é mesmo!? hehehehe Comemos uma palha italiana desconstruída que estava dos deuses.

img_6474Resumo da história, achei que vale muito a pena conhecer o Pici. Os preços são bem razoáveis, a comida deliciosa e o ambiente super agradável. O ponto negativo é que como ele ainda é novidade e é um restaurante pequeno tem ficado muito cheio, então pra conseguir mesa é complicadinho. Ah! Eles só fazem reserva de 2ª a 5ª, portanto, se não for nesses dias, prepare-se para a fila.

Pici Trattoria
Rua Barão da Torre, 348 – Ipanema.
(21) 2247 6711 ou (21) 2247 6712