Tag Archives: bebê

Acho que muitas mamães de primeira viagem, como eu, se perguntam isso quando resolvem fazer o enxoval lá fora. A gente sabe que no Brasil os impostos são altíssimos e por isso os produtos ficam bem mais caros. Claro que tem que colocar no papel o quanto se gasta na viagem em si com passagens, alimentação, seguro, carro e hospedagem, mas ainda assim, acho que o enxoval nos EUA vale muito a pena.

Ok, até ai, não falei nenhuma novidade. Se não valesse tanta gente não ia para fora comprar, certo!? Pois é, mas o que realmente vale comprar lá fora e o que você pode deixar para comprar aqui? Alguns produtos são iguais e tem preço muito similar e outras coisas você encontra aqui com preços até melhores… Fiz um quadrinho, baseado na minha viagem, no meu enxoval e na minha opinião, que acho que vai ajudar bastante na hora de decidir o que comprar lá e o que comprar aqui.

enxoval nos eua vale a pena

Uma outra dúvida que eu tive quando comecei a pensar no enxoval foram as coisas que de fato valiam a pena comprar nos EUA nas lojas físicas x nas lojas online. Como vocês sabem, fiz o enxoval com a ajuda da Mommys Concierge, o que já é uma mão na roda, e elas recomendam algumas compras pela internet para garantir o produto específico que você quer e/ou para que você tenha mais opções de modelos, cores, estampas…

Além disso, na internet é possível que você encontre algumas promoções legais que fazem valer o valor que você gasta com o IOF e com uma possível cobrança do hotel no recebimento dos pacotes.

O que eu comprei pela internet: Bomba de leite, termômetro digital, babá eletrônica, boia de praia/piscina, Desitin roxo (bisnagas e pote), protetor solar infantil (creme e bastão), kit de meias, vitaminas (pra mim), remédio de azia (pra mim), cabides de veludo, tapete de atividades e algumas roupinhas da Ralph Lauren e da Oskosh.

Por que valeu a pena? Primeiro porque grande parte disso uma outra pessoa trouxe dos EUA para a gente, ou seja, não entrou na nossa cota. E já que ela ia trazer, o mínimo que podíamos fazer era mandar entregar no hotel dela, né?! Segundo porque algumas dessas coisas estavam super em promoção na Amazon como os protetores solares, os cabides, as meias e o Desitin. Então valeram muito a pena e sairam beeeem mais barato do que comprar nas lojas físicas lá. E isso eu comprovei quando estava lá.

enxoval nos eua vale a penaO que eu comprei na internet que não valeu a pena? Nada. As únicas compras de roupa que eu fiz pela internet foram no President´s Day, numa promoção da Oshkosh e agora, depois de voltar de viagem umas coisinhas que faltaram na Ralph Lauren. As peças da Oskosh estavam bem baratas e até acho que valia a pena, mas eu podia ter comprado na loja diretamente que daria praticamente no mesmo (ou ficaria até mais barato por conta dos descontos que as meninas do Mommys Concierge tem em algumas lojas). As roupinhas da Ralph Lauren eu comprei porque além dos descontos do site (+ frete grátis) nas lojas físicas não achei tantas opções como no site, e não achei os preços tão bons também. Além disso, eram coisas que eu queria muito e que não comprei em outras lojas na viagem.

As lojas que fui durante a viagem foram:
Roupas: Carters, Oskosh, Gap, H&M, Janie e Jack Outlet, Ralph Lauren, Tommy Hilfigher, Ross, Pili Carrera (caaaara!), Nini e Loli e Gymboree.
Produtos: Babies r Us, Buy Buy Baby e Nini e Loli.

Lembrando que tudo que está escrito aqui é referente a minha experiência, meu enxoval, minhas compras e claro, os valores do período em que eu viajei para comprar que foi agora, em maio de 2017.

enxoval nos eua vale a penaResumo da história: se você pode e quer ir aos Estados Unidos fazer o seu enxoval, sim, essa é uma viagem que vale a pena. Entenda que você vai comprar roupas e produtos para os próximos 12 a 18 meses e gastar uma grana forte de uma única vez. Provavelmente se fizesse o mesmo no Brasil, iria gastar mais dinheiro mas não seria de uma vez só e você poderia parcelar. Por isso, decidir se essa é uma viagem interessante para você depende muito de pessoa para pessoa, de cada casal, da disponibilidade financeira que vocês tem… tem que pensar bem, com calma, colocar todas as despesas no papel e ver se interessa pra vocês.

Se você não pode ou não quer fazer isso, não se preocupe. Você tem a vantagem de poder ir comprando as coisas aos poucos por aqui, parcelar tudo e gastar conforme a necessidade. Sim, algumas coisas aqui são mais caras, mas pelo menos você não terá a despesa da viagem, não precisará desapegar de uma grana alta de uma única vez e certamente poderá parcelar suas compras.

E vocês? O que acharam que valia realmente comprar aqui e o que valia comprar lá? Deixem aqui nos comentários e vamos ajudar as outras mamães que estão pesquisando sobre o assunto.

30
jan 2017

Big news! =)

Big news pessoal! Estou grávida! =)

Isso ai… mais uma “coisa que amamos” na área! Estou muito animada para essa nova fase na minha vida e claro, no blog também. Eu e o Alexandre estamos muuuuito felizes com a notícia. O baby veio “na hora certa” e exatamente quando estávamos planejando e nos programando para isso.

Ao mesmo tempo que estou super feliz e animada, estou com a atenção redobrada em todos os sentidos, sabem como é? Afinal, nos próximos meses, esse bebezinho vai depender de mim para tudo. Pra comer, pra viver, pra sobreviver… Sensação engraçada, prazerosa e estranha ao mesmo tempo.

Mal posso esperar para ver a carinha dele (ou dela). Sempre achei que quando eu ficasse grávida ia ficar torcendo para ser menina ou menino, rezando por isso… e apesar de querer menina (sim, tenho minhas preferências heheheh) só peço para ser um bebê saudável, muito feliz e para que eu tenha uma gravidez tranquila.

É muito gostoso ver o nosso amor tomando forma, ver o quanto os nossos pais, amigos e familiares se animaram e ficaram felizes por nós e o quanto esse bebezinho que nesse momento é ainda tão micro já é tão amado por todo mundo.

Nosso bebê deve nascer em meados de julho e eu ao mesmo tempo que quero que chegue logo, não quero que chegue tão cedo. hahahahah Estou me preparando para esse momento, estudando, lendo… acho que essa “preparação” ajuda na hora H pra gente não panicar e como sou meio #nerd, assumo, não está sendo nenhum transtorno para mim me informar mais sobre o assunto.

A falta do meu vinhozinho de (todo) final de semana nem tá pegando tanto assim, passar melhor a carne tampouco, as mudanças no corpo, bom, essas são chatinhas porém temporárias… as preocupações que eu achei que teria nessa fase são tão insignificantes perto de tudo que vem por ai, que estou até bem tranquila (para minha surpresa).

Descobri com quase 5 semanas depois de desconfiar por conta de um atraso de 1 dia na menstruação e uma dor surreal nos seios. Hoje, estou com 15 semanas e até o momento está tudo ótimo com a gente, graças a Deus.

Espero que vocês tenham curtido a notícia… não sabia bem como contar isso por aqui, mas depois de 8 anos de blog, não tinha como não dividir com vocês esse novo momento e essa alegria que estou sentindo. Aliás, dicas sobre como abordar o assunto por aqui são super bem vindas, viu!? =)

Beijos,
Nathalia