coisas-que-amamos-restaurantes-teresopolis-onde-comer-villa-st-gallen-1Esse final de semana voltei a Teresópolis para curtir um friozinho e revisitei dois restaurantes super gostosinhos por lá que valem a indicação. Eles ficam lado a lado e são ótimas opções tanto para quem quer “romance” quanto para quem está com amigos e família. Eles fazem parte do grupo de restaurantes e bares da Vila St. Galen. Que aliás, pra quem não conhece, é um bar super bacana de lá e também vale a visita.

Começando pelo Bistrô 1912. Ele fica no prédio ao lado da cervejaria St. Galen e segue o estilo Art Noveau. A ideia do restaurante é remontar os bistrôs do início do século passado, quando o Rio de Janeiro respirava os ares de Paris. Então, prepare-se para voltar no tempo e comer em um ambiente super bonito e agradável.

coisas-que-amamos-restaurantes-teresopolis-onde-comer-villa-st-gallen-2img_6401O cardápio do final de semana no Bistrô 1912

A culinária do restaurante é uma mistura de culinária francesa com toques internacionais, ou seja, é bom pra todo mundo. Sem frescura, com muito sabor e deliciosa. Dessa vez eu pedi cordeiro com batatas gratinadas e adorei.

O outro restaurante é o meu favorito: Abadia. Ele fica no segundo andar do prédio do Bistrô 1912. A ideia aqui é  remontar os aposentos da famosa Abadia de St. Gallen nos antigos alpes germânicos. Portanto, espere um ambiente aconchegante e se imagine no sótão de uma antiga casa, repleta de antigos livros e relíquias onde os Monges Beneditinos serviam deliciosos fondues e raclettes.

Aliás, esse é o carro chefe (e único) da casa. Fondues e raclettes. Prepare-se porque além de delicioso o fondue é todo com cara de de antigamente e pra deixar você ainda mais no clima, fique atento ao look dos garçons. É imbatível.

img_6416Comendo um fonduezinho de carne no Abadia

Se vocês forem a cidade e visitarem algum desses restaurantes, não deixem de me contar o que acharam das minhas indicações e claro, deixem ai nos comentários outros restaurantes bacanas que vocês conhecem por lá. Nunca é demais conhecer lugares novos com boa comida, não é mesmo!?

Ah! Se não souber o que fazer na cidade, clica aqui pra ver um dos meus programas preferido por lá.

IMG_1255Acho que você puderam acompanha tanto pelo Instagram quanto pelo Snapchat (@coisasu – principalmente por lá) que eu estive em Teresópolis, região serrana do Rio, esse final de semana. Aproveitei que estava por lá para fazer passeios diferentes, conhecer restaurantes e lugares novos. Um dos lugares que conheci foi o Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Parnaso).

O lugar é ótimo, super bem preparado para receber os visitantes. Você pode ir de carro se quiser ou pode ir a pé. Eles cobram a entrada. Custa R$14 por pessoa + R$10 por carro (moradores de Teresópolis não pagam). Parece meio carinho, e talvez seja mesmo, mas ainda assim acho que vale a pena a visita. O lugar é lindo, a estrutura é bacana e o passeio é bem diferente do tradicional.

IMG_1272 IMG_1249Nós fomos de carro, paramos no primeiro estacionamento e fomos ao Centro de Informações saber mais sobre as trilhas, sobre o parque… Uma guia nos deus dicas e explicou algumas das melhores trilhas e caminhos a fazer. Optamos por fazer a trilha do Cartão Postal + Trilha Suspensa. As duas juntas dariam umas 3h de atividade em níveis leve e moderado, o que estava excelente para nós dois.

Pegamos o carro a subimos mais um pouco para estacionar no meio dessas duas trilhas. Daí optamos por começar pela suspensa pois ela era mais leve e seria um excelente aquecimento. Dito e feito. Ela é super tranquilinha e as crianças amam. Cheia de bichinhos, pássaros e uma flora super diferente. Entre a subida e a descida você não leva mais de 50 minutos.

IMG_1245 IMG_1251

IMG_1270Depois dessa, fomos caminhando para a trilha do Cartão Postal. Essa é nível moderado (eu achei bem cansativa, mas sou meio paradona então pode ter sido isso!) e na teoria você leva uns 40min para subir e 20 min para descer. Eu levei quase 1h para subir e uns 40min para descer. Ela tem muitos degraus e para pessoas com problema no joelho, como eu, isso é um complicador.

Mas quando a gente chega lá em cima a paisagem recompensa. É de fato um cartão postal lindíssimo. Você fica de frente para o Dedo de Deus e consegue ver tudo, até a Baía de Guanabara, o Cristo e o Pão de Açúcar (beeeeem longe, claro!). Depois tem que descer a barranqueira toda. É legal! Não sei se é muito adequado para crianças, mas…

IMG_1261IMG_1265 IMG_1259Além dessas trilhas você pode encontrar várias outras, além de cachoeiras, poços para mergulho, piscinas naturais, uma área para camping e outra para mergulho. O lugar é todo preparado para receber os visitantes com lanchonete e banheiros na Sede e toda uma estrutura para explicar tudo que você quiser saber relacionado ao parque.

Achei bem legal e um passeio diferente de se fazer por lá! Se quiserem mais informações, podem clicar aqui.

comissão booking hotel grande