Ler mais já foi uma das minhas metas de início de ano, há 2 ou 3 anos atrás tracei isso como meta e na época me lembro da frustração de não ter conseguido cumprir. Com a chegada da Victoria, acabei mudando o meu gosto pela literatura informativa e hoje em dia leio muito mais do que antes, mas dessa vez assuntos focados em educação e maternidade (falei sobre isso aqui).

Pensando nisso, e no quanto eu quero retomar o hábito da leitura por prazer, conversei com Pedro Pacífico, o responsável pelo badalado instagram de leitura @book.ster, que topou ser o entrevistado de hoje aqui no CqA e contou pra gente um pouco mais sobre leitura, sobre como ele entrou nesse mundo das redes sociais e como se vê hoje como um “influenciador” de leitores .

O que você recomenda para quem quer criar o hábito da leitura? Aquela pessoa que diz que não tem tempo, que não lê nada desde os tempos da escola…

Na minha opinião, o segredo para criar o hábito da leitura é incluir essa atividade no seu dia a dia. Ou seja, o hábito da leitura é um hábito diário. Se esforce para ler um pouco todo dia e, com isso, você vai criando esse hábito aos poucos. Depois de um tempo, vira automático, você não consegue mais ficar um dia sem ler. Ah, quando eu falo para ler todo dia, não significa ler 50 ou 100 páginas, mas ler um pouco mesmo, ao menos 3/5 páginas. Assim, você não perde o ritmo, nem o “fio da meada” dos livros. Um dos grandes responsáveis pelo abandono das leituras é aquela mania de ficar alguns dias sem ler… Quando você vai pegar o livro de novo, você já não lembra onde tinha parado, o que aconteceu na história, e acaba desanimando.

Você tem uma meta de livros/ano? Quantos já leu até hoje?

Apesar de achar que metas podem ser uma forma de incentivar a leitura, temos que tomar cuidado para que ela não torne esse hábito uma competição. Sempre falo que o importante não é a quantidade de livros lidos, mas sim a habitualidade da leitura. Na verdade, quantidade é muito relativo, pois depende do número de páginas, da densidade de determinada obra… Em 2018, já li 38 livros.

Você pode citar 5 livros que considera imperdíveis (na sua opinião)

São MUITOS. Mas vou dar alguns exemplos de livro que marcaram o meu amadurecimento como leitor:

1 – Capitães da areia, Jorge Amado (aqui)
2 – O estrangeiro, Albert Camus (aqui)
3 – A revolução dos bichos, George Orwell (aqui)
4 – O sol é para todos, Harper Lee (aqui)
5 – Memórias do subsolo, Fiódor Dostoievski (aqui)

Tem alguma dica para o livros fluir mais e melhor? Para a leitura no travar? E se travar? Pode abandonar?

Pode abandonar sim, hehehe. Tem tanto coisa boa para ler, então não vale perder tempo com livros que não gostamos. E não é porque um livro é amado pela maioria, que também será amado por você. Para melhorar o ritmo e evitar que você canse de uma obra, recomendo ler mais de um livro ao mesmo tempo. Ao alternar a leitura, você dificilmente vai ficar empacada em alguma delas. Ah, e para não confundir as histórias, escolha livros de gêneros e com temáticas diferentes.

Você já abandonou algum livro por achou chato demais?

Sim, alguns! Por exemplo, O pintassilgo, Donna Tart. Mas tem muita gente que ama… Como costumo dizer, a leitura é uma experiência individual e que vai despertar um sentimento diferente em cada leitor.

Em que momentos do dia você gosta/consegue ler? Acho que o fator tempo é um grande problema pra muita gente.

Leio antes de dormir. Separo 30 minutos à 1 hora por dia.. Isso já está ótimo! O problema é que hoje em dia perdemos MUITO tempo mexendo no celular e redes sociais…

Quando o book.ster começou a fazer sucesso e você se tornou “uma celebridade” dos livros na internet? A sua intenção era essa?

Hahaha, não me considero uma celebridade, mas fico feliz que a página está crescendo e, principalmente, pela interação com os seguidores. Sou um leigo na área e comecei a ler mais quando passei a seguir perfis literários há cerca de 3 anos. A partir disso, percebi que se eu também fui influenciado a ler mais e a ler livros que antes não teria “coragem” de ler, qualquer uma também poderia ler. Recebo muitas mensagens agradecendo pelo incentivo e contando sobre como a pessoa voltou (ou criou) o hábito diário da leitura. Criei o instagram sem qualquer pretensão… O único objetivo era ter um espaço para poder falar sobre os livros que lia, já que no meu dia a dia esse assunto era muito pouco falado. Hoje, já mudou bastante.. todo mundo quer falar comigo de livros agora, hehehe, mas sei que a grande maioria das pessoas ainda sente essa falta de espaço para debater a literatura.

Quais os benefícios que você vê na leitura?

Inúmeros… Leitura é uma atividade prazerosa, que relaxa e consegue transportar você para outras realidades. É um tempo que você tira para você e é um conhecimento adquirido para sempre.

Você poderia dar 5 dicas para as pessoas que querem manter, criar ou retomar o hábito da leitura?  

– Leia todos os dias;
– Comece por gêneros que te agradem mais;
– Não tenha medo dos clássicos;
– Tente ler mais de um livro ao mesmo tempo;
– Não fique criando metas impossíveis – a leitura é para ser uma atividade prazerosa, e não uma obrigação.

Quem ai não chegou nesse ponto do texto e ficou morrendo de vontade de começar a ler mais, participar das resenhar, traçar metas…? Eu assumo, que desde o dia em que o Pedro respondeu as perguntas eu me “obriguei” a retomar meu hábito da leitura e estou adorando. Já peguei livros que estavam aqui empilhados juntando poeira esperando a minha disposição e já comecei outros que eu queria muuuuito ler mas “não tinha tempo”.

Nessa brincadeira já criei uma organização pra mim, coloquei uma ordem nos livros que quero ler e estabeleci um esquema de ler um livro de ficção + um livro de não ficção ao mesmo tempo. Assim não misturo os assunto, não canso e consigo dar continuidade a leitura. Vamos ver quantos eu consigo ler até o final do ano?

Espero que esse post motive vocês tanto quanto eu fiquei motivada. Obrigada Pedro, pela entrevista e pela inspiração! =)

De meses em meses venho aqui contar para vocês o que eu tenho assistido na TV. Com o nascimento da Victoria meu tempo em casa aumentou consideravelmente e consequentemente tenho visto cada vez mais séries e filmes na TV. Agora, alguns meses depois do último post sobre o assunto voltei para contar as novidades do que eu estou gostando de ver atualmente.


La Casa de Papel: Oito habilidosos ladrões se trancam na Casa da Moeda da Espanha com o ambicioso plano de realizar o maior roubo da história e levar com eles mais de 2 bilhões de euros. Para isso, a gangue precisa lidar com as dezenas de pessoas que manteve como refém, além dos agentes da força de elite da polícia, que farão de tudo para que a investida dos criminosos fracasse.

A serie que tomou conta das redes sociais (e dos blocos de carnaval) é realmente muito boa. Recomendo que todo mundo veja. É curtinha, fácil de assistir e daquelas que te prende do início ao fim.  São apenas 16 episódios divididos em duas temporadas, a primeira, já disponível no Netflix com 10 episódios e a segunda, vi na internet com 6 episódios. É MUITO boa mesmo.


The Affair: A história acompanha, através de flashbacks, Noah, um professor que viaja com a família durante as férias para uma cidadezinha onde moram seus ricos sogros. Lá ele conhece Alison, uma garçonete local, com quem ele começa a se envolver fisicamente e emocionamente. Os episódios são divididos em duas partes, sendo que cada uma mostra o ponto de vista de um personagem sobre determinado evento. Além disso, nos tempos atuais um crime aconteceu e os flashbacks terão um grande papel para resolvê-lo.

É a série que eu estou assistindo no momento. Estou gostando muito. Ainda não terminei a primeira temporada, mas é uma série envolvente. Você fica querendo saber o que está acontecendo, como eles vão prosseguir com a relaçao e claro, quer entender o que é o crime que está sendo investigado. Estou gostando bastante. E tem o Joshua Jackson no elenco. #dawsonscreeklovers

Manhunt: Unabomber: Um retrato sobre o dia a dia de agentes do FBI em suas missões para desvendar célebres casos criminais. A primeira investigação é sobre uma caçada de aproximadamente 20 anos para capturar Ted Kaczynski, mais conhecido como o terrorista “Unabomber”, que foi condenado à prisão perpétua por ter participado de uma série de atentados nos Estados Unidos.

Achei ainda mais interessante por ser baseada em fatos reais. Você começa a assistir achando que vai ser ruim, mas logo a trama vai se desenvolvendo e quando você percebe já está preso a série. Reparem bem ao desenvolvimento emocional do personagem Fitz, é muito interessante ver como ele vai se envolvendo na caçada e como o ator consegue transmitir isso para quem está assistindo.

The Killing: Em Seattle, a detetive Sarah Linden (Mireille Enos) está em seu último dia de trabalho, antes de partir com seu filho, Jack (Liam James), para encontrar seu noivo em Sonoma. O substitúto de Sarah, Detetive Stephen Holder (Joel Kinnaman), está pronto para assumir o cargo, quando eles atendem a uma chamada de um policial em carro de patrulha, que encontrou um casaco manchado de sangue em um campo. O corpo da garota desaparecida, Rosie Lauren, é encontrado no porta-malas de um carro registrado no comitê de campanha do vereador Darren Richmond (Billy Campbell), que está concorrendo a prefeito. Linden, então, adia a sua partida, supostamente por uns dias, até que o caso seja resolvido. 

Outra série de crime que te prende. Acho que já deu pra perceber que eu amo esse tipo de série né? A série é um pouco arrastada, mas mesmo assim você vai querendo assistir um episódio atrás do outro. A primeira e a segunda temporadas, na minha opinião são as melhores e faz com que você assista a 3a e a 4a, que não são grandes coisa. Ainda assim, pra quem gosta de série com crime, mistério, morte e suspense, vale assistir.

Além disso, comecei a ver meio aleatoriamente a 3a temporada de Black Mirror. Não é uma série que eu amo, mas eu gosto de assistir de vez em quando. Tem uns episódios MUITO bons e outros que são insuportáveis. Por isso meu coração fica dividido. hahahahhaha

Gostaram desse post? Eu vou postando no stories e salvo nos destaques que ficam no meu perfil do instagram as séries que eu estou vendo e gostando em tempo real. Me sigam por lá e deixem suas dicas e indicações.

Gostaram desse post? Eu vou postando no stories e salvo nos destaques que ficam no meu perfil do instagraminstagram.com/coisasqueamamos/ as séries que eu estou vendo e gostando em tempo real. Me sigam por lá e deixem suas dicas e indicações.

Eles surgem e transformam completamente nossas vidas! Ao nascerem, nasce em nós um amor inimaginável e todos os momentos passam a ser especiais (mesmo os mais inconvenientes). Seja menino, seja menina, seja mais de um, os bebês são verdadeiros “derretedores de coração” 😀 e enchem a nossa casa de alegria.

Como eles crescem (muito) rápido, o tempo parece voar e a dica é fotografar sempre que rolar uma pausa entre uma fralda e outra. Será uma tarefa divertida registrar algumas imagens do seu bebê, e ainda melhor quando rever as fotos e relembrar das histórias, dos detalhes, do cheirinho de neném.

– Os primeiros 15 dias

Os 15 primeiros dias de vida costumam ser os mais aconselháveis para fotografar com mais autonomia, diria, ainda, que o ideal seria do 7º ao 14º dia de vida, mas varia de criança para criança. Nesse período, os nenéns ainda estão bastante sonolentos e por isso fotografá-los dormindo deixa tudo mais íntimo.

Use a criatividade e abuse dos proprios sempre que possível, use acessórios e tenha em mente de manter o ambiente sempre quentinho e o mais confortável possível para a segurança do bebê.

Prefira fotografar em casa e prepare o ambiente, o fundo (vale até mesmo usar luzes de natal e desfocar bastante como fundo), escolha cores neutras e os objetos mais especiais (como o primeiro brinquedinho, o primeiro sapatinho…). Acredite na luz natural mas use uma lâmpada de apoio (com certa distância do neném) caso sinta necessidade.

Tenha sempre muita atenção ao que for utilizar, prefira roupinhas e cobertores de tecido macio e cuidado com a superfície onde apoiará o(a) pequeno(a), ela deve ser firme, não escorregadia, e ser feita de materiais que não contenham farpas nem nada cortante.

NUNCA tente fazer poses acrobáticas com seu bebê sem a ajuda de profissionais. Válido lembrar de ter muito cuidado com a cabecinha dele, que é a parte mais sensível do seu corpinho. Prefira sempre poses reais à poses criadas.

– Depois de 15 dias

Registre partes do corpo como o tamanho da mãozinha, do pé, os tufinhos de cabelo, a boquinha, o umbiguinho, as dobrinhas dos braços e das coxas. Aproveite um tempo juntinho do seu bebê e curta apreciar e fotografar esses detalhes, veja o quão pequenino(a) ele(a) é diante de você.

Sempre faço uma seleção das séries que tenho assistido no momento e das novidades que estou acompanhando na TV por aqui. Dessa vez não vai ser diferente. Selecionei três séries (e um plus) que eu tenho visto e o que eu estou achando delas.

Designated Survivor
Eu estou apenas amando essa série. Recomendo pra todo mundo que curte uma mistura de política (no estilo House of Cards), mas com um pouco mais de agito/ação. A série é daquelas que vicia sabe? Que a cada episódio que termina você tem vontade de ver o próximo e assim por diante? Muito boa! Ela passa no Netflix e hoje está no episódio 20. A cada semana o Netflix tem liberado um novo episódio para deixar os viciados naquela expectativa. Como está funcionando, aguardo ansiosamente o episódio da semana ser liberado.

Big Little Lies
Essa série da HBO, cheia de estrelas e grandes nomes de Hollywood, está fazendo o maior sucesso lá fora. Como eu sou dessas, me deixo levar por esses comentários e junto com a influência de algumas amigas resolvi começar a assistir. Pois bem, achei um porre. Pois é gente, achei suuuuper parada a ponto de dar sono, achei que as tramas não eram tão envolventes e o fato de só ter 7 episódios não me motiva tanto. Assisti os 7 e não gostei mesmo. Fui brasileira que não desiste nunca e tentei até o fim, mas realmente não colou pra mim. #fail

Pretty Little Lies
Ok, essa eu assumo que tô vendo com muito delay. Ela é super antiga e é uma serie mais teen. Não sou exatamente o público alvo, mas até que estou gostando. A trama é mais adolescente e meio bobinha, mas ela cativa você a continuar vendo, sabe?! Sem falar que é dos mesmos criadores de Gossip Girl, e até tem um “quê” de GG mesmo. É feminina, teen e bobinha, mas se você começar a assistir talvez queira ir até o final como eu.

Resultado de imagem para de ferias com o ex brasil

BÔNUS
De férias com o ex – Brasil: Esse programa eu recomendo para os maiores de 18 anos. A ideia aqui é apenas ver as pessoas zoando, brigando e fazendo as pazes da forma mais sexual possível hahahahaha Imaginem um BBB onde pode quase tudo (inclusive agressões físicas leves!), onde os barracos acontecem constantemente e casais se formam e terminam a todo momento. É muita doidera. É um programa zero cult, que não te acrescentar nada na vida, mas que certamente vai te distrair se você curte esse tipo de coisa. Eu assistir a temporada inteira e ri horrores. Valeu a pena!

Essas são as minhas séries do momento… e as suas, quais são? Deixem aqui nos comentários porque como eu sempre digo, série nunca é demais e toda boa indicação é bem vinda. Bom final de semana e boas séries! =)