drenagem linfática na gravidez coisas que amamos vanessa metzQuem acompanhou a minha gravidez, notou que durante toda a segunda metade da gestação eu fazia, religiosamente, toda semana pelo menos uma sessão de drenagem linfática. Eu comecei a inchar muito a partir da 20ª semana e a drenagem foi, sem dúvidas, uma salvação pra mim.

Fiz as minhas sessões de drenagem com Gabi, fisioterapeuta que trabalha no consultório da Dra. Vanessa Metz. Ela me acompanhou antes do meu casamento, durante todos esses anos e agora, claro, não poderia ser diferente. Ela realizou todas as sessões de drenagem em mim durante a gravidez, e segue fazendo agora que a Victoria já nasceu.

Conversei com a Dra. Vanessa e pedi para ela explicar um pouco mais sobre a drenagem e a importância dela na gravidez.

“No organismo da grávida há um grande aumento da circulação sanguínea para dar a oxigenação necessária para a placenta e para o bebê. Por isso, é natural que as grávidas fiquem mais inchadas. Além da circulação feita pelas artérias e veias, há também o sistema linfático. Esse sistema ajuda a tirar o excesso de impurezas do organismo. Quando a volemia aumenta, aumenta também o extravazamento da água dos vasos e veias e o sistema linfático capta essa água para liberar na urina”, explicou.

Minhas maior queixa era o inchaço nas pernas e pés, e a Dra. Vanessa explicou que isso é super comum e que essas são as regiões que costumam ficar mais inchadas mesmo. Que a drenagem só não pode ser realizada na região abdominal, exatamente porque essa parte precisa de mais liquido para dar oxigenação ao bebê.

Vale lembrar que esse procedimento tem que ser feito por uma pessoa especializada e que tenha orientação para drenar gestantes.

Eu, que antes de engravidar, achava essa coisa de drenagem a maior bobeira, paguei a língua e fiquei viciada. Não só pelos benefícios imediatos como alivio do inchaço e até da dor, mas também pelos benefícios estéticos. Afinal, a drenagem faz você liberar os líquidos e com isso você dá uma reduzida no tamanho né?!

comparativo vic ceridono mac russian red cruella ruby woo Há pouco mais de três semanas foi finalmente lançado o tão esperado batom da blogger e ex-editora de beleza de Vogue, Vic Ceridono para MAC. O vermelhão que, diga-se de passagem, é a cara dela, esgotou tão logo chegou nas lojas e no e-commerce da marca. Com a ajuda da minha cunhada (Thanks Dani!) consegui garantir o meu.

Com ele em mãos foi fácil compará-lo com alguns outros batons da marca, como os best sellers Ruby Woo e Russian Red. Além de alguns outros que tinha em casa também. Vamos ver o resultado?!

comparativo vic ceridono mac russian red cruella ruby woo comparativo vic ceridono mac russian red cruella ruby woo Coloquei o batom da Vic lado a lado com alguns outros vermelhos que são similares. Além do Ruby Woo e Russian Red, comparei também com o Cruella da Nars, o Lady Red da coleção da Charlotte Olympia para MAC, o Retro Matte (líquido) Dance with Me e o Wild Berry da Contem 1g.

Das comparações que eu fiz, achei que ele se parece muito com o Lady Red, da Charlotte Olympia e com o Cruella da Nars. Ou seja, se você já tem um desses dois, talvez não precise desse da Vic Ceridono. Agora, diferente do que andei lendo, não achei ele tão parecido com o Ruby Woo ou com o Russian Red.

Boas comparações né? No final das contas, vale a pena para a gente ver que por mais que ele seja “mais um batom vermelho” é um pouco diferente dos vermelhos mais vendidos da MAC e também do vermelhão da Nars. Ele tem um tom mais escuro e fechado, lindo de morrer.comparativo vic ceridono mac russian red cruella ruby woo (Aqui entre o Ruby Woo e o Russian Red, na luz artificial!)

Hoje, as interessadas em adquirir o batom devem procurar no grupo do Facebook (Vic Ceridono x MAC) onde é possível encontrar meninas que estão vendendo e outras que conseguem comprar nas poucas lojas que ainda tem alguns exemplares e podem enviar pelos Correios para as interessadas. O mesmo funciona para quem está fora do Brasil e tem interesse em adquirir o batom.

COMPRE AQUI: Ruby Woo, Russian Red, Dance with me e Cruella.

09
ago 2017

Testei: Pincéis N21

Há mais ou menos 15 dias atrás recebi um conjunto de pincéis super bacana da N21. Como amo pouco essas coisas, tirei algumas fotos aqui pro blog e obviamente comecei a testar a novidade.

São quatro pincéis para maquiagem: um chanfrado para contorno e blush, um língua de gato para base, um língua de gato para olhos e um para Pó. A primeira coisa que reparei foi no cuidado que a marca teve com as embalagens. Todos os pincéis vem embalados separadamente em um plástico e tem aquela proteção de cerdas que é ótima pra levar em viagens. Além disso, na parte de trás das embalagens você tem uma imagem com a orientação da aplicação. Bem legal!

A segunda coisa que me chamou atenção de cara, antes mesmo de eu começar a usar foi a qualidade e maciez das cerdas. Adorei! Realmente são muito macias e uma delicia na hora de aplicar o produto.

Depois que comecei a usar os pincéis de fato percebi algumas outras que acho importante é que pessoalmente gosto muito. Os pincéis conseguem segurar bem o produto, são fáceis de lavar apesar das cerdas claras e não solta as cerdas com facilidade, coisa que eu odeio.

Bônus: Kit de Sobrancelha

Junto com os pincéis ganhei um kit de sobrancelha também. Ele vem com dois tipos de pinça, escovinha, esponja e pincel. Tudo para dar forma, preencher e deixar sua sobrancelha perfeita.

Assumo que uso pouco esses itens de sobrancelha, mas pinça nunca é demais né?! Já testei as duas e gostei. Honestamente, não sinto muita diferença de uma marca pra outra, então, pelo preço e qualidade desse kit achei essas bem boas.

Já os outros acessórios, eu usei pouco, mas fiz questão de testar. A escovinha é igual a maioria com a grande vantagem de ser curvadinha e facilitar a "escovação". Já o pincel foi ótimo pra preencher, preferi usar ele do que a esponjinha. Mas acabei gostando muito dele também para aplicar delineador, acreditam? O fato dele ser curvadinho é ótimo pra aplicar.

Ou seja, no geral, achei os produtos muito bons e certamente compraria eles novamente, em especial os pincéis, pois são produtos que desgastam mais rápido e precisam ser trocados com certa frequência. O ótimo custo x benefício e qualidade dos produtos, somados ao bom preço são os grandes motivadores dessa recompra.

Onde? Ganhei da assessoria mas vende nas farmácias Drogalife.
Quanto? Pincel Chanfrado para Contorno e Blush (R$ 31,90) | Pincel Língua de Gato para Base (R$ 29,90) | Pincel Língua de Gato para Olhos (R$ 16,90) | Pincel para Pó (R$ 33,90) | Kit Sobrancelha (R$23,90)

Na minha viagem para a Europa no início do ano, uma das coisas que eu tinha certeza que compraria era esse stick da MAC. Já tinha visto ele aqui no Brasil, mas como estava prestes a viajar não tinha comprado. Aproveitei a oportunidade e na minha primeira parada em Heatrow me joguei sem pensar duas vezes.

A ideia é bem boa. Em um produto só você tem contorno e iluminador e gasta pouco espaço da sua necessaire de maquiagem. Isso é perfeito para quem usa pouco esse tipo de produto (eu!) e para quem quer ter essas coisas em mão mas não quer pesar a necessaire ou levar coisas demais em viagens, por exemplo.

Usei vários dias da viagem e aqui no Brasil desde que voltei já usei muito também. Achei que valeu muito a compra. Aqui no Brasil, achei um similar ao meu que é um mix de contorno/iluminador e blush, por R$155. O meu custou 32 pounds, se eu não me engano e é iluminador e contorno apenas.

Com relação ao produto em si. Ambos os lados são cremosinhos. Achei o contorno excelente. Ele é escuro na medida, super fácil de esfumar e não fica marcado. Ótimo para quem quer fixar ainda mais usando um bronzer em pó, por exemplo. Já o iluminador é mais discreto, mas ainda assim é bem bonito. Super fácil de aplicar e espalhar. Uso muito na lateral dos olhos e no meio do nariz. Acho que é um iluminador mais pro dia, pois não fica exagerado e deixa a maquiagem iluminada na medida certa.

No geral gostei muito do produto e certamente compraria novamente. Assumo que fiquei balançada quando vi a opção bronzer e blush, mas estou resistindo bravamente (por hora).

Onde? Comprei em Londres, mas achei no site da MAC.
Quanto? R$155