28
jun 2017

10 coisas que ninguém te conta sobre a gravidez…

Sei que esses posts tem de montão na internet, mas agora que estou chegando no final da minha gravidez e Victoria já está quase ai comecei a refletir sobre tudo que eu ouvi até agora e tudo que estou vivendo. 

Muita coisa que estou sentindo e que estou passando ninguém tinha me falado. Talvez porque não falem mesmo ou talvez porque não tenham sentido, mas achei válido compartilhar com vocês isso.

Todo mundo tem sempre uma opinião sobre tudo.  Isso talvez vocês já tenham ouvido, mas não pensem que isso se aplica apenas a sua família, pois sem fossem só eles seria bem mais fácil (e menos chato!). A moça que senta do seu lado no metro, o colega de trabalho, a depiladora, aquela conhecida que já é mãe… Sejam opiniões iguais ou diferentes elas vão aparecer e muitas vezes elas vão fazer você pensar muito e pensar se está indo pelo caminho certo. Muitas vezes você vai se questionar e vai refletir se está tomando as decisões certas. E olha que o neném nem nasceu ainda hein…

Talvez o amor incondicional só chegue depois. Não se sinta mal se você não amar a sua barriga (ou o bebe que está dentro dela) de forma incondicional desde o início (ou talvez não ame ainda quando já está no fim da gravidez), muitas mulheres não sentem isso mas tem vergonha de falar. Isso não significa que seu filho é pouco importante pra você, naonsignitica que você não o ame e não significa que você será uma péssima mãe. Só significa que talvez você precise, de fato, que seu baby se “materialize” para começar a sentir esse amor indescritível que todo mundo fala e você ainda não sente.

Não se culpe se não falar com a barriga. Não se sinta mal por isso. É uma situação estranha mesmo. Assumo que eu só consegui falar de verdade com algum bom tempo de gravidez e ainda assim achava meio estranho no início. Depois acostuma, acho que você começa a sentir mais, ver o bebê mexendo e começa a não achar tão esquisito e isso vai acontecendo naturalmente.

Seus hormônios vão mexer com tudo. Sim, na gravidez os hormônios atacam de verdade e mexem com tudo em você. Seu humor muda (constantemente), seus pelos crescem, manchas aparecem, cabelos brancos surgem, pintas brotam pelo seu corpo, alguns cheiros e comidas te enojam, sua libido muda… nada mais é controlado. Preparem-se tanto para as mudanças internas quanto para as mudanças externas (sejam elas positivas ou não!).

Você sempre vai duvidar de você mesma. Você era a pessoa mais segura do mundo e acreditava sempre fazer o melhor “no matter what”? Esses tempos acabaram. Pois é, mesmo aquele conselho do bem ou aquele comentário inocente farão com que você fique insegura e reflexiva sobre você mesma, seus pensamentos e suas atitudes. Se for mamãe de primeira viagem então, a insegurança vai bater com tudo. Mas calma, para, pensa e respira, daqui a pouco passa. Ou não. O importante é seguir seu coração, ter bom senso e saber você está fazendo o seu melhor.

Talvez você tenha medo do futuro. Não só porque toda a sua vida vai mudar drasticamente e o seu futuro também, mas agora, você vai ter alguém que depende de você pra tudo e isso pode te deixar meio balançada. Suas ações geram consequências hoje ou futuramente, e você vai começar a pensar nisso constantemente. Desde pequenas coisas como vale a pena discutir com o marido por um motivo tão bobo até coisas maiores como se arriscar em alguma atividade que você não considera 100% segura. Além dessas inseguranças, podem bater outras pequenas inseguranças como o futuro do seu filho, as escolhas que ele vai fazer, a pessoa que ele vai ser, como você vai poder educá-lo da melhor forma, os amigos que ele vai ter… ok, acho que não são algumas inseguranças, são muitas. Mas é reconfortante saber que você não vai ser a primeira e nem a última mãe do mundo a sentir isso!

Você vai ficar meio lesada. Não sei vocês, mas eu realmente não sabia disso. Perdi completamente a capacidade de concentração que eu tinha, minha super habilidade de ser multi-task desapareceu, não conseguia acompanhar uma conversa com várias pessoas falando ao mesmo tempo, trocava palavras o tempo inteiro e esquecia metade das coisas que eu queria falar ou fazer. Péssimo! Parece que tem uma explicação científica pra isso… eu não sei, mas está acontecendo comigo e com todas as amigas grávidas.

Seu pé pode mesmo crescer e isso não é lenda. O meu pé cresceu e muito. Saltei do número 36 para o 37/38. Nunca imaginei que isso ia acontecer. Achei, no início, que era só inchaço, mas não, o pé cresceu mesmo. Acho que é pra te ajudar a ficar equilibrada por conta do peso da barriga. Mas perdi sapatos, botas e sandálias. Agora, no finalzinho, só tenho uma sandália de dedo e uma sapatilha (emprestada minha cunhada) que entram no meu pé. 

Nem tudo que acontece com a sua amiga vai acontecer com você. Surpresa! Sua amiga não enjoou e você tá colocando os bofes pra fora? Sua amiga ficou magrinha e você engordou mais do que gostaria? Ela dormiu bem e você está penando pra dormir? Pois é, aprenda que cada pessoa tem uma gravidez e que cada gravidez é uma gravidez. Felizmente ou infelizmente, elas não se repetem. Os sintomas podem até parecer, alguns podem coincidir, mas não necessariamente o que aconteceu com ela vai acontecer com você. Não se preocupe com isso e pelo bem da sua sanidade mental, não se compare constantemente com outras amigas. 

Você pode ser sentir um lixo. Não sei de onde tiraram que quando você engravida você fica plena. Eu estou me sentindo gorda, cansada, feia, inchada… qualquer coisa menos plena. Sabendo disso, acho importante entender que isso é uma fase. Não se cobre ou julgue tanto, mas também não largue sua auto estima de lado pra que essa sensação não fique ainda pior. Seu corpo vai mudar (muito) e você talvez tenha dificuldade de lidar com isso. Estrias, peito/aureola/bico bem maiores e mais escuros, linha preta na barriga, inchaço, axilas escurecidas, pés maiores, cabelos brancos e ralos, boca e nariz inchados… tudo isso faz parte. Prepare-se e espere passar. Dizem que não demora. Oremos!

Ufa! Essas foram as coisas que eu lembrei que mais aconteceram comigo durante a gravidez. Vocês sentiram isso? Tem mais alguma coisa que vocês compartilhariam com uma amiga grávida, mas que ninguém contou pra vocês antes? Deixem aqui nos comentários e vamos ajudar as gravidinhas a não ficarem paranóicas com os sentimentos delas.

Fotos: Camilla Cheade

 

One thought on “10 coisas que ninguém te conta sobre a gravidez…

  1. Cintia vovó ternes

    Nath, deixa eu falar uma coisa pra vc. Tudo issoeh mto diferente e novo pra vc e pro xande, mas saiba que de nossa parte, vc está nos dando um presente maravilhoso que será muito amado e protegido. Estaremos aqui sempre pra vcs e para a bebe. E não se acanhe de pedir ajuda se uma dessas coisas que vc sentiu, sente ou sentirá te incomodar demais. Estamos cheios de benção com este novo ser que vira e estaremos sempre prontos para ajudar, cuidar, ensinar e amar. Um bj gde pra vc!

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *