06
out 2014

Diário de Viagem: Napa Valley


A região de Napa Valley fica há mais ou menos uma hora de São Francisco e é lá que são produzidos alguns dos melhores vinhos dos Estados Unidos. Aproveitei que estava por ali para conhecer um pouquinho da região. A área, apesar e ser conhecida como Napa Valley, é dívida em várias cidades como Sonoma, Carneros, Yountville e Napa em si. As vinículas ficam espalhadas por essas cidades.

Onde ficar

Achei a região de Yountville bem central e a melhor opção, na minha opinião, para se hospedar. Fiquei no Napa Valley Lodge e gostei muito. Mas anotei alguns outros hotéis bem pertinho do “bafafá” que me pareceram bons também. Como não me hospedei nestes não tenho ideia dos valores e da qualidade de hospedagem, mas realmente pareceram ser muito bons: Vintage InnVillagio Inn Spa e Bardesono (esse eu sei que é bom e caro porque eu adoraria ter me hospedado nele! hehehheh)

comissão booking hotel grande

Como se locomover

Bom, eu aluguei um carro quando sai de São Francisco e foi dessa forma que me locomovi por lá. Achei tranquilo porque bebíamos muita água nas degustações e a velocidade média lá é super baixa então você vai passeando mesmo, sem correria e sem pressa. Entendam, não recomendo que ninguém beba e dirija, mas achei a forma mais prática e barata.

Outra opção é contratar um motorista para te ajudar e te guiar pelas vinícolas. No meu hotel, o motorista custava $65/hora e o mínimo eram 6 horas/dia. Oucth! Mas vocês podem procurar opções mais em conta. Sei que a Maryanne do Blog Hotel Califórnia faz o passeio bate e volta de SF e todo mundo elogia muito.

Tem também o Wine Train. O trem vai parando em diversas vinícolas e você vai experimentando as degustações desses pontos. Achei carinho, mas bem confortável pra quem quer só relaxar sem fazer nenhum esforço. Se eu ficasse mais tempo por lá acho que experimentaria essa opção combinada com jantar.

Onde comer

coisas que amamos diário de viagem napa valley california eua 3Se tem uma coisa que você vai fazer bem em Napa é comer. Como amo programas de culinária estava animadíssima pra comer por lá e conhecer de perto os restaurantes do Chef Thomas Keller. Fiz reserva com meses de antecedência só pra garantir que eu realmente ia conseguir fazer minhas refeições por lá e amei minhas escolhas.

Conheci o R+D que é bem em frente ao meu hotel. O Bistrô Jeanty que foi minha escolha de almoço para um dos dias e também dois dos quarto restaurantes do Keller na cidade: Bouchon (amor eterno) e Redd.

Além desses, me indicaram também o French Laundry, que é super premiado com estrelas Michelin e caríssimo (não fui por que achei caro demais. Mas se você acha que vale o investimento, faça reserva com pelo menos 3 meses de antecedência) e o Ad Roc, outro restaurante do chef que é um pouco mais informal e acessível.

Especifiquei tudo (com muitos detalhes e fotos) sobre comer bem em Napa aqui.

Vinícolas

Antes de falar pra vocês sobre as vinícolas que visitei quero explicar uma coisa: não entendo absolutamente nada de vinho. Escolhi as vinícolas que fui apenas por indicação e por que eram locais bonitos e fotogênicos. Então, se você é um entendedor de vinhos, talvez não encontre informações muito úteis, aqui. Já você que gosta de qualquer vinho e quer tirar fotos bonitas, esse item é seu! hahahahahaha

Dia 1: Chateau Montelena + Sterling + VSattui (almoço na deli) + Robert Mondavi
Dia 2: Domaine Carneros + Opus One + Domaine Chandon + Inglenook

  • Sterlling: É a vinícula do teleférico. Tem dois tipos de tour e foi lá que pude pisar nas uvas e marcar minha camisa.
  • Chateau Montelena: Vinícula gracinha e um pouquinho mais distante de Yountville. Tem que reservar pelo site para fazer o tasting, que é ótimo e super bem servido.
  • VSattui: não conheci a vinícola mas almocei na deli de la e é maravilhosa. Recomendo a visita.
  • Robert Mondavi: É lindíssima e fica bem pertinho de Yountville. Não precisa de reserva.

 

  • Domaine Carneros: Também é bem bonita. Fica uns 40 minutos de distância de Yountville e precisa de reserva.
  • Opus One: Só tem uma opção de vinho que custa U$40 a taça. Sem agendamento não é possível degustar.
  • Domine Chandon: fica praticamente dentro de Yountville e é bem focado em espumantes. O cellar tour é bem completo, mas precisa ser agendado.
  • Inglenook: a antiga vinícola de Coppola. Apesar de ser bonita, achei fraca. Não recomendo a visita.

Fiquei dois dias inteiros na cidade e acho que valeria ter ficado pelo menos mais um pra conhecer vinícolas menores e talvez experimentar mais um restaurante do Keller. Então, se você tiver tempo, calcule três dias inteiros para fazer tudo com calma e sem corre-corre. Tenho certeza de que você não vai se arrepender.

Dicas e coisas que eu queria muito que tivessem me dito antes de eu ir:

– beba muita água nas degustações (especialmente se estiver dirigindo)
– não dirija feito um louco, a polícia pode te parar e se você tiver bebido o bicho vai pegar
– leve saquinhos de plástico bolha daqui para enrrolar as garrafas que você for trazer. Lá, cada embalagem dessas custa U$3 + taxa.
– se você quiser trazer muitas garrafas, as vinculas vendem uma mala própria pra transportar vinho e você despacha-la no aeroporto com mais segurança.
– todas as vinícolas vendem as mesmas coisas nas lojinhas. Fique atento porque os preços mudam drasticamente de uma para outra
– não fique de barriga vazia em nenhum momento, o vinho “bate mais rápido” assim.
– organize suas visitas de acordo com a distância das vinícolas (as mais distantes primeiro e depois as mais próximas!)
– faça reserva para garantir que você vai visitar aquela vinícula ou restaurante
– se não quiser conhecer a produção ou experimentar os vinhos específicos oferecidos por eles, você pode apenas chegar na vinícola e procurar um tasting room, ou um bar, e comprar os vinhos por taça para provar. Normalmente, para isso, você não precisa de agendamento e só paga o que consumir.

Quer saber mais sobre Napa Valley? Então olha os outros posts que rolam aqui no blog:

comissão booking hotel minicomissão real seguro minicomissão rentcars carro mini

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *