31
jul 2014

Acupuntura

b59f0cafd4baf6f7497b8cdbdc9de0f4

Eu nunca tinha feito acupuntura, até um pouco antes do casamento quando uma médica minha, super querida, me indicou para dar uma relaxada e “equilibrar” as coisas. Pra ser beeem honesta, sou super descrente de tudo, até que me provem o contrário. Então… lá fui eu experimentar a minha primeira sessão de acupuntura.

No primeiro dia, conversei com o Henrique, o profissional que me atendeu. Expliquei o meu momento, o que estava acontecendo comigo, com meu corpo, alguns sintomas leves que eu queria tratar e falei sobre a indicação da médica. Ele me colocou na maca e começou a sessão com um pouquinho de Shiatsu (gente, que coisa boa hein!).

Depois, pegou algumas agulhinhas e pimba. Começou a me espetar. Achei que ia doer, mas não doeu quase nada. Você sente uma picadinha na hora que ele coloca a agulha, mas antes de você pensar em reclamar a dor já passou. Pelo menos foi isso que senti. Achei totalmente suportável no quesito dor/incômodo.

Depois dessa sessão fiz ainda outras três antes do casamento (uma por semana) e realmente senti alguma diferença. Fiquei mais tranquila e relaxada, os sintomas que eu reclamei melhoraram um pouco e no geral, gostei muito da experiência. O Henrique me explicou que cada caso é um caso, mas que em geral, não é necessário ficar indo sempre e que o tratamento pode ser continuado aos poucos.

Pra quem acredita nessa coisa energética (eu!) também é um tratamento excelente, né? Porque movimenta a sua energia, equilibra essa parte e deixa tudo em ordem. No meu caso, começando uma fase nova, cheia de mudanças e depois de algum estresse, foi muito bacana e importante.

Vocês já fizeram acupuntura? O que acham desse tratamento?

estou de ferias agendado

29
jul 2014

Os docinhos da Stein!

coisas que amamos stein doceria 1Quando comecei a pesquisar sobre os doces do meu casamento acabei conhecendo algumas “marcas” de bolo, doces e bem casados que eu nunca tinha ouvido falar. Nesse mundo dos casamentos é assim mesmo, são tantas marcas fazendo coisas gostosas que é até difícil conseguir conhecer todas. No dia que fiz a degustação de doces lá em casa, acabei recebendo várias amostras dessas marcas e uma delas foi a Stein Doceria.

coisas que amamos stein doceria 2Eu e minha família experimentamos os vários tipos de doces que eles preparam e nossa, como são gostosos. E olha que eu nem sou tão fã de doce assim hein… então pra me agradar tem que ser muito bom mesmo! Inicialmente nosso foco eram os bem casados (inclusive que foram os escolhidos para meu big day!) mas acabamos experimentando os brownies, os docinhos e o tão falado bem casado de colher.

coisas que amamos stein doceria 3Gente, esse bem casado de colher é de comer rezando. Bom demais! Além de ser delicioso, achei fofo para dar de presente. Ele vem em uma embalagem toda lindinha e com uma colherzinha presa. É um mimo bacana. Meu namo amou!

coisas que amamos stein doceria 2São tantos sabores que fica até difícil escolher: provamos bem casado de limão siciliano, doce de leite, brigadeiro, nutella… brigadeiros de vários sabores, e os brownies recheados também são um escândalo. Isso porque eu nem amo doces hein! Imagina se eu amasse. Eu gostei muito e posso recomendar. Aliás, gostei tanto que vai pro casório. Acho que isso é mais do que recomendar né?!

Nesse exato momento escrevo pra vocês do aeroporto. Estou a caminho da minha tão sonhada lua de mel. Acho que vocês viram que ontem foi o meu grande dia, e ele foi muito mais do que a realização de um sonho pra mim, sabem? Foi muito melhor do que tudo que eu imaginei, do que tudo que eu esperava… Casei com a pessoa que eu amo e que escolhi para ser meu companheiro. Tem coisa melhor?

Sabe quando parece que todas as energias positivas se juntam para fazer tudo dar certo? Então, acho que foi isso que aconteceu. Um onda de coisas boas, gente bacana, feliz, festejando com a gente esse momento tão especial. Acho que nada que eu escreva aqui vai descrever a nossa felicidade nesse momento. Com certeza não existem palavras que dêem conta de expressar a nossa gratidão aos nossos pais, amigos e familiares que estavam lá com a gente e que torceram tanto por esse momento. Obrigada a todos. Estamos muito, muito, muito felizes. Obrigada pelas energias boas que vocês mandaram. Estamos em êxtase!

coisas que amamos lua de mel nathalia e alexandre 1

Agora, aproveito para avisar a vocês, que por motivos óbvio (honeymoon ai vou eu!) vou me ausentar do blog por algumas semanas. Mas não se preocupem, já deixei vários posts programados para as minhas férias, e claro, vou postando tudo no instagram e facebook. Se você ainda não me segue, agora é uma boa hora para começar a seguir! hehehehe =)

Beijos e até breve!

Viajar é uma das coisas que eu mais gosto de fazer na vida. Conhecer lugares novo, vivenciar coisas diferentes, ter novas experiências… amo muito tudo isso. Mas o que realmente me encanta nas viagens são as lições e aprendizados que tiro de cada lugar que conheço. Pode ser apenas o nome de um rio ou toda a cultura religiosa de um país, não importa. É conhecimento, e isso é demais!

IMG_7957Não tenha medo de ir a lugares “diferentes”: Não deixe que comentários e opiniões sobre lugares que você tem vontade de conhecer desanimem a sua viagem. Conheça lugares diferentes, inusitados, “esquisitos” e fora do roteiro padrão… se é isso que você gosta, não deixe de fazer por que um ou outro falaram isso ou aquilo do seu destino. Só assim você terá a sua opinião sobre aquele local e poderá dizer se valeu a pena. Viagem é realmente uma coisa muito individual, por isso, é necessário ter a sua experiência para então, formar a sua opinião.

168013_498620073225_754079_nFazer “programa de turista” pode ser muito bom: O preconceito com os programas mais turistões podem te deixar frustrado no futuro. Tanta gente que enche a boca para dizer que “odeia programa de turista” e que por isso acaba deixando de conhecer lugares incríveis e de fazer coisas super bacanas. Não se deixe levar por isso, faça o que você gosta, conheça lugares que te interessam, sejam eles de turista ou dos locais. Essa é a sua viagem, a sua experiência e só você pode dizer o que é realmente bom pra você.

IMG_8519Até o ruim é bom quando a gente está viajando: Comeu num restaurante mais ou menos, escolheu um hotel furreca, o passeio era fraco? Não se preocupe. Pense que você poderia estar enfiado no escritório ou fazendo alguma coisa bem chata ao invés de estar rindo de uma pequena furada que você teve na viagem. Lembre-se que até as experiências ruins podem se tornar grandes aprendizados. Portanto, não fique mal humorado se alguma coisa sair do planejado na sua viagem. Ria e entenda que isso faz parte da experiência.

IMG_8817Experimente: Experimente, se arrisque e enfrente seus medos. Uma comida diferente, uma aventura, um país “estranho”, uma nova cultura. Vale a pena experimentar, nem que seja pra dizer que você não gostou. Tudo isso vai enriquecer a sua viagem e vai te encher de histórias depois.

IMG_6467Fotografe e registre tudo: Já falei como as fotos e videos são importantes para mim. São a memória que você não vai ter daqui há alguns (muitos) anos. Eles vão te lembrar do quão boa foi a sua viagem, de como as paisagens eram incríveis e de como valeu a pena ter feito aquilo. Podem te lembrar até mesmo o nome do hotel que você ficou ou daquele restaurante gostoso que você comeu.

DSC02237Tente se misturar: Sei que em alguns lugares isso é bastante difícil, mas tentar não custa nada e pode ser muito bacana para a sua viagem. Misture-se, ande a pé, pegue o metrô, o ônibus, o trem… coma em restaurantes locais, converse com pessoas comuns, puxe papo e faça amigos. Isso enriquecer ainda mais a sua experiência e vai te ajudar a ver aquele lugar novo com outros olhos.

DSC01608Aprenda um pouco do idioma local: Bom dia, boa tarde, boa noite, obrigada, desculpe e por favor. Além de formarem as palavras dos princípios básicos de educação, são as palavras fundamentais para você se virar em um país diferente. Você não precisa ser fluente na língua, mas é muito simpático saber algumas palavras e isso pode te levar muito longe dependendo do seu destino.

IMG_9713Não tenha pré-conceitos: Com nada. Seja com a cultura, com o lugar visitado, com a comida, com os costumes… forme os seus conceitos depois de conhecer o lugar. Se você já está com preconceito antes de conhecer o destino, muito provavelmente você terá dificuldade para curtir a sua viagem e tudo que ela pode te proporcionar.

IMG_7397O básico aqui, não é o básico ali: Entenda que culturas diferentes significam costumes, hábitos, alimentação… tudo muito diferente. O que é básico/padrão em um local, pode não ser em outro. Não recrimine uma falta de banho ou um estrondo às 4h da manhã para chamar para a reza só porque para você isso não é comum. Não julgue pessoas que idolatram uma vaca ou alguém que come barata só porque você acha isso estranho. Entenda, que é exatamente isso que faz daquele lugar tão especial e diferente, e que faz da sua viagem uma experiência tão rica.

IMG_6978Envolva-se: Em tudo! Desde o pré-viagem, até o pós. Pesquise o  melhor lugar pra ficar, onde comer, qual melhor ângulo para fotografar… E depois, com a revelação de fotos, compartilhamento de experiências, encontros para falar sobre a viagem e tudo que você viveu ali. É muito importante que você esteja envolvido naquilo para realmente viver e conhecer o seu destino. Falar com propriedade (mesmo que seja a sua propriedade) sobre ele. Experimente fazer dessa forma, tenho certeza que você vai amar.